Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

ARTES CÊNICAS

Espetáculo infantil “DORalice” estreia no Teatro Arraial

A montagem entra em cartaz neste domingo (7), às 16h, e cumpre temporada até o dia 11/6 no equipamento cultural

André Ramos/Divulgação

André Ramos/Divulgação

Sem uso de palavras, “DORalice” fala sobre o abuso sexual aos pequenos através das linguagens do teatro, da dança e do circo

O palco do Teatro Arraial Ariano Suassuna recebe, neste domingo (7), às 16h, a estreia de DORalice. A montagem infantil, da Cia. 2 em Cena, aborda com muita delicadeza o abuso sexual infantil. Com direção e roteiro assinados por Alexsandro Silva, o espetáculo não faz uso da palavra, uma vez que tem como proposta se comunicar com os pequenos através das linguagens do teatro, da dança e do circo.

No palco, os atores Arnaldo Rodrigues e Paula de Tássia se revezam para contar a história de Alice, uma menina que leva uma vida feliz na companhia dos pais. O que antes era só alegria se transforma em tristeza com a chegada do tio da garota. O homem parece legal, mas na ausência dos pais revela ser um verdadeiro vilão. A montagem chama atenção para um tema difícil, mas que deve ser debatido entre pais e filhos, antes e depois do espetáculo.

DORalice cumpre temporada até o dia 11/6 (domingo), no Teatro Arraial. Os ingressos custam R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia entrada).

Convocatória de ocupação
O projeto “Convocatória de Ocupação de Pautas de Equipamento Cultural para Espetáculos de Circo, Dança e Teatro”, desenvolvido pelo Teatro Arraial Ariano Suassuna, tem feito a diferença para a difusão das produções pernambucanas. Com duas edições anuais, a iniciativa acontece desde 2012 e prevê a concessão de um incentivo financeiro, com base no quantitativo de público obtido através do somatório das sessões.

A partir do cumprimento das temporadas, o projeto, além de atingir os objetivos de difusão das produções do Estado e de formação de plateias, permite o acesso democrático e transparente para sua ocupação. Nesta primeira edição de 2017, foram disponibilizados seis tipos de pauta, incluindo-se duas longas temporadas, uma de Teatro Adulto e uma de Dança, com 10 apresentações cada, o que permite às produções um maior número de apresentações e ao público mais oportunidades de prestigiar os espetáculos.

Segundo a gestora do Teatro Arraial, Ana Cláudia Wanguestel, “a convocatória já se tornou uma ferramenta importantíssima na difusão da produção cênica do Estado e é um mecanismo que preza cada vez mais pela transparência em seu processo suas seletivo”.

Grade
Confira a programação completa dos espetáculos selecionados:

Fernando Figueroa/Divulgação

Fernando Figueroa/Divulgação

Retomada

Período: de 28/4 a 27/5
Sinopse: A performance “Retomada” nos fala das vozes que fortemente persistem ecoando sobre a terra arrasada. Nela o Totem corporifica a sacralidade das terras indígenas, sentida no ato ritual e na reverência de espírito aguerrido que tem seu povo pela sua terra. O espaço sagrado pelo qual se luta, é o mote desse trabalho, uma ode à mãe geradora e mantenedora de tudo. A cena ritual criado pelo grupo, não representa ou reproduz rituais vividos nas aldeias, através do teatro performático característico de sua poética, o Totem manifesta sua identificação com o sentimento de resistência. Sendo este um ato ritual único, onde os corpos entoam a força coletiva e invocam as vozes silenciadas nas páginas do tempo.

André Ramos/Divulgação

André Ramos/Divulgação

DORalice

Período: de 7/5 a 11/6
Sinopse: Brincadeira de casinha e comidinha com Cidinha, a boneca preferida de Alice. A menina também brinca com um amiguinho de pique esconde, pega-pega, amarelinha. Alice e as histórias do Pai e os cuidados da Mainha. Tudo é brincadeira na vida da menina, até que um dia uma mão malvada invade a casinha de Cidinha e tudo muda na vida de Alice. O espetáculo não usa palavras para contar esta história…

Divulgação

Divulgação

Em nome do Pai

Período: de 2/6 a 17/6
Sinopse: “Em nome do Pai” reacende o debate sobre a valorização do texto, resgatando a importância do literário no teatro. No palco, pai e filho se enfrentam num embate psíquico desgastado pelo conhecimento vulgarizado de que as relações afetivas se estabelecem, logo após a morte do principal elo entre os dois: a mulher – esposa e mãe. Os sentimentos de amor, raiva, solidariedade e repulsa estão misturados sob a dor dessa perda avassaladora.

Serviço
Espetáculo DORalice (Cia. 2 em Cena)
Quando: de 7/5 a 11/6, aos domingos, às 16h
Quanto: R$ 20 (inteira) e 10 (meia-entrada)
Local: Teatro Arraial Ariano Suassuna (R. da Aurora, 457 – Boa Vista, Recife – PE)
Classificação indicativa: Livre

< voltar para home