Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

ARTES CÊNICAS

Espetáculo que fala sobre o amor das mulheres de Xangô acontece terça, 13, em Olinda

Em parceria com o Afoxé Alafin Oyó, o Grupo Grial de Dança apresenta o espetáculo Abô na Casa do Carnaval, no bairro do Varadouro

Divulgação

Divulgação

Segundo o Grupo Grial, o espetáculo Abô é inspirado na beleza e potência dos elementos existentes na religiões afro descendentes.

Amanhã, 13, acontecerá em Olinda o espetáculo Abô, uma peça de dança criada pelo Grupo Grial. A iniciativa conta com apoio do Funcultura e parceria do Afoxé Alafin Oyó.

Inspirada na beleza e potência dos elementos das religiões de matriz africana, a peça narra o amor de três grandes mulheres – as divindades africanas ou orixás Obá, Iansã e Oxum – por Xangô, orixá da justiça que, no sincretismo religioso, representa São João, divindade católica e patrono das festividades do mês de junho. Sem qualquer pretensão proselitista, a coreografia se constrói a partir de uma perspectiva contemporânea: “Nas bordas e no “entre” desta brincadeira coreográfica, temos o terreiro popular revisitado. Não se quer espetáculo de demonstração ritualística, mas de construção contemporânea. Se define autônomo pela sua carga de pensamento e visão de mundo, poesia afro-brasileira.” Maria Paula Costa Rêgo, diretora e coreógrafa do Grupo Grial de Dança.

Com incentivo do Funcultura, o projeto está em circulação e já passou por várias comunidades quilombolas do estado, dentre elas a de São Caetano, em Betânia; Conceição das Crioulas, em Salgueiro; Inhumas e Cupira, em Santa Maria da Boa Vista; e nas comunidades Castainho e Estrela, em Garanhuns. Chega em Olinda, graças à parceria firmada com o Afoxé Alafin Oyó.

O espetáculo, que é aberto e gratuito, acontecerá nesta terça-feira (13), a partir das 20h, na Casa do Carnaval, no bairro do Varadouro em Olinda. A ação também é parte de uma série de atividades promovidas pelo grupo de Afoxé Alafin Oyó, que só neste mês junino promoverá dentre várias ações, o lançamento do seu CD de 30 anos de existência além do tradicional Acorda Povo, que acontece sempre na véspera do São João, no dia 23, e seguirá em cortejo pelas ruas de Olinda até a Casa da Mestra Ana Lúcia, situada no bairro Amaro Branco. Fundado em 1986, o Alafin Oyó também é um Ponto de Cultura e realiza oficinas de canto, dança afro e percussão.

Sobre o Grupo Grial
Criado em 1997 pelo escritor Ariano Suassuna e pela bailarina Maria Paula Costa Rêgo, surgiu com o intuito de pesquisar e criar uma linguagem contemporânea de dança. Nestes 20 anos, o grupo circulou pelo Brasil e pelo mundo, com a missão de divulgar a dança e a cultura de Pernambuco.

SERVIÇO
Espetáculo ABÔ – Amor, segundo as mulheres de Xangô
Local: Fábrica do Carnaval – Av. Joaquim Nabuco, nº 475 – Varadouro – Olinda.
Data: 13 de junho de 2017
Horário: 20h
Classificação: Livre
Mais informações, entrar em contato por e-mail: grupogrial@gmail.com ou telefone: (81) 3049.2419

< voltar para home