Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

ARTES CÊNICAS

Espetáculo “Savana Glacial” entra em cena na Caixa Cultural

Ganhadora do Prêmio Shell em 2010, na categoria de melhor texto, a montagem ficará em cartaz na cidade de quinta-feira (22) a sábado (24), às 20h

Divulgação

Divulgação

Peça mostra a história de um casal que resolve mudar de apartamento, numa tentativa de superar uma grande crise no relacionamento

A Cia. Físico de Teatro (RJ) apresenta, de quinta-feira (22) a sábado (24), sempre às 20h, o espetáculo Savana Glacial na Caixa Cultural Recife. A peça, escrita por Jô Bilac (considerado atualmente um dos autores mais atuantes da nova safra de dramaturgos brasileiros), flerta com o teatro experimental e tem o objetivo de mostrar-se popular e, ao mesmo tempo, singular e marcante.

Dirigida por Renato Carrera, a montagem fala sobre a vida do casal Michel e Meg. Os dois estão mergulhados em uma profunda crise. Ele é um escritor em plena criação de uma peça teatral e ela, uma mulher com perda de memória recente, devido a um acidente. Após mudarem de apartamento, os dois conhecem Agatha, a nova vizinha, que começa a tentar fazer Meg se lembrar dos fatos. Enquanto isso, o marido continua a produção de sua peça.

“Numa tentativa de metalinguagem, a peça fala sobre a própria peça que está sendo escrita pelo personagem. Enfim, Savana Glacial é um suspense intenso e divertido que envolve a plateia em um jogo entre realidade e ficção”, define o ator e um dos idealizadores do grupo, Renato Livera. De acordo com ele, a intenção da história do espetáculo é instigar o ponto de vista do espectador, através do jogo entre o tempo, a memória, o amor, a realidade e a ficção. “Usando como base a vida de um casal, e dos personagens que o envolvem, a encenação transporta o espectador para diferentes situações, um rolo de filme que pode ser revirado, uma verdade que é questionada e transformada em ficção aos olhos da plateia. A peça propõe um jogo e o espectador é a peça fundamental para que o jogo aconteça”, disse Livera.

O espetáculo tenta recriar o ritmo das produções cinematográficas, através da utilização de cenas precisas, cortes rápidos e apresentação de acontecimentos fora de sequência. O andamento da peça é bastante semelhante ao ritmo de edição de um filme. A história é contada em cenas fragmentadas, como a caótica mente da personagem Meg. “O espectador é envolvido nessa vertigem cênica que questiona a verdade e a mentira, a realidade e a ficção. Tentamos conduzir tudo como num filme de suspense, com atmosferas sonoras, cenas que se dilatam como uma lente fotográfica, visões panorâmicas de imagens lúdicas, enfim, recursos cinematográficos que foram utilizados teatralmente nesta encenação”, destaca Renato.

Savana Glacial já circulou por mais de 40 cidades e, em 2015, completou cinco anos em cartaz. Confira a um trecho do espetáculo:

Serviço
Espetáculo Savana Glacial, da Cia. Físico de Teatro (RJ)
Quando: 22, 23, 24/10 (quinta-feira, sexta-feira e sábado), às 20h
Onde: Caixa Cultural Recife - Avenida Alfredo Lisboa, 505 – Praça do Marco Zero – Recife Antigo
Quanto: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia-entrada)

< voltar para home