Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

ARTES CÊNICAS

Fabiana Pirro encarna Hilda Hilst no espetáculo “Obscena”

O espetáculo ficará em cartaz de 16 a 26 de maio, na Caixa Cultural Recife. Os ingressos custam R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia-entrada)

Quem ainda não assistiu, eis a chance: o espetáculo Obscena, um encontro com Hilda Hilst está de volta aos palcos da cidade numa curta-temporada, que ficará em cartaz desta quarta-feira (16) até o próximo dia 26 (sábado), na Caixa Cultural Recife. Em cena, a atriz Fabiana Pirro dá vida a Líria, uma mulher acima de 40 anos que transborda de desejos e dialoga com presenças e ausências. Dirigida por Luciana Lyra, a montagem é um fruto de uma imersão intensa no universo da escritora paulista Hilda Hilst, reconhecida como um dos principais nomes da literatura brasileira contemporânea.

Renato Filho/Divulgação

Renato Filho/Divulgação

O solo Poético, protagonizado por Fabiana Pirro, homenageia a escritora Hilda Hilst

Como outros narradores-personagens de Hilda Hilst, Pirro mergulha num fluxo de consciência fragmentado, num lugar em que surge a força masculina: Pai, Filho, Amor e Deus, figuras que são as linhas grossas deste bordado chamado Obscena. A vida da escritora é misturada com a da atriz, que deságua num texto profundamente humano, um solo poético que investe na diversidade de linguagens artísticas, como teatro, música, literatura, audiovisual e artes plásticas.

O projeto teve início em janeiro de 2014, com uma minuciosa pesquisa sobre a poética de Hilda Hilst. Intérprete e diretora passaram uma temporada na Casa do Sol – chácara em Campinas (SP), onde a escritora viveu e que hoje funciona como o Instituto Hilda Hilst. “Quando, em 2013, comecei a adentrar na poesia da Hilda, fiquei muito impressionada. Vi que se tornou escritora para dar continuidade à obra do pai Apolônio de Almeida Prado Hilst. Eu também queria fazer algo no Teatro para o meu pai e ela veio como uma luz, trazendo em sua obra questões sobre as quais eu queria falar no palco”, conta Fabiana Pirro. “Na sua linguagem, muitas vezes considerada hermética, Hilda nos faz perguntas fundamentais sobre a solidão, a loucura e a estranheza diante do comportamento humano. Ela sempre colocou a mulher como uma figura independente, inteligente e poderosa”, completa a atriz.

Obscena estreou no Recife em janeiro de 2015 no festival Janeiro de Grandes Espetáculos e depois fez temporada no Teatro Capiba/SESC Casa Amarela. No mesmo ano, viajou para a Paraíba, Portugal e Ceará. Produzida pela Janela Gestão de Projetos em parceria com a Duas Companhias, a peça tem o design de luz criado por Luciana Raposo, direção musical e paisagens sonoras desenvolvidas por Ricardo Brazileiro, figurino de Virgínia Falcão, preparação corporal de Silvia Góes e direção de arte de Nara Menezes.

Serviço
Espetáculo Obscena, um encontro com Hilda Hilst
Quando: de 16 a 26 de maio de 2018 (quarta-feira a sábado), às 20h
Local: Caixa Cultural Recife (Av. Alfredo Lisboa, 505, Praça do Marco Zero – Bairro do Recife)
Classificação indicativa: 16 anos
Ingressos: R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia-entrada – estudantes, idosos, clientes CAIXA) – à venda a partir do dia 15 de maio para as sessões de 16 a 19; e a partir do dia 22 para as sessões de 23 a 26 de maio.
Mais informações: (81) 3425-1915

< voltar para home