Portal Cultura PE

Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

ARTES CÊNICAS

Galpão das Artes encena “O Peru do Cão Coxo” em Limoeiro

A comédia O Peru do Cão Coxo, do dramaturgo Ariano Suassuna, ganha vida novamente neste sábado (10). A montagem ocupa o palco do Centro de Criação Galpão das Artes (Limoeiro) às 20h.

Júnior Silva/Divulgação

Júnior Silva/Divulgação

Espetáculo estreou no Recife, com a presença de familiares de Ariano

Na trama, a preguiça é descortinada em um picadeiro de intrigas no Sertão de Taperoá, quando um poeta e sua esposa são alvo de uma dupla de trapaceiros. No elenco, estão Jadenilson Gomes, Charlon Cabral, Lucas Dias, Gaby Salles, Dvson Alves, Márcia Cabral, Gléicio Cabral e Thiago Freitas. A direção de arte é de Thiago Freitas, enquanto o figurino, rico em retalhos, foi definido pelas mãos dos costureiros Sivaldo Moura, Wellington Pereira e Gléicio Cabral. Na criação do cenário e na direção do espetáculo, Charlon Cabral volta à cena.

SINOPSE

O espetáculo descortina a preguiça em um picadeiro de intrigas no sertão de Taperoá. Na farsa, o poeta Joaquim Simão e Nevinha, sua esposa, são alvos dos trapaceiros Aderaldo Catacão e Clarabela, sem esquecer ainda a algoz Andreza. A pseudo intelectual, Clarabela, tem um disfarçado interesse pela poesia de Joaquim Simão e, por este, um escrachado desejo amoroso. Da mesma forma que Aderaldo investe também em um escancarado caso amoroso por Nevinha. Sem sucesso nas investidas do coração, o ganancioso casal de ricos acaba por ser ludibriado pela dupla formada por Cão Coxo e Cão Caolho e perde tudo que possui, inclusive o peru.

ELENCO:
Jadenilson Gomes, Charlon Cabral, Lucas Dias, Gaby Salles, Dvson Alves, Márcia Cabral, Gléicio Cabral, Thiago Freitas
Direção do espetáculo: Charlon Cabral
PRODUÇÃO: Centro de Criação Galpão das Artes – Limoeiro / PE
Direção de Arte: Thiago Freitas
Costureiros: Sivaldo Moura, Wellington Pereira e Gléicio Cabral
CRIAÇÃO DE CENÁRIO : Charlon Cabral

HISTÓRICO DO GALPÃO DAS ARTES
O Centro de Criação Galpão das Artes que fica localizado à rua Vigário Joaquim Pinto, nº 465, Limoeiro – Pernambuco, no agreste setentrional. A instituição existe há 17  anos e traz no seu currículo duas montagens teatrais de autoria de Ariano Suassuna, como: O Caso do Novilho Furtado e A Inconveniência de Ter Coragem . Esta última montagem além de ter percorrido as regiões norte, nordeste e sudeste do país chegou a cruzar o Atlântico aportando na Universidade de Coimbra, em Portugal. Atualmente, possui em seu repertório o espetáculo Histórias de Lenços e Ventos (Ilo Krugli ) e uma série de contações de histórias dedicadas à infância e as ações do Ponto de Memória que concentra atividades com brinquedos populares tradicionais.

O Galpão das Artes, como é popularmente conhecido, surge da inexistência de um espaço planejado para o exercício das artes cênicas no ano de 2000. O referente espaço possui um teatro com capacidade para 100 espectadores e 10 atores .

 

LOCAL
Centro de Criação Galpão das Artes | Rua Vigário Joaquim Pinto, nº 465 – Limoeiro 

< voltar para home