Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

ARTES CÊNICAS

Mostra Brasileira de Dança: espetáculo “Ecos” sobe ao palco do Teatro Arraial

O espetáculo será encenado neste domingo (6), às 19h, e a entrada custa R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia-entrada)

Ash Tanasiychuk/Divulgação

Ash Tanasiychuk/Divulgação

“Ecos” é encenado pela bailarina Luciana Freire D’anunciação

A 14ª Mostra Brasileira de Dança, que começa nesta quinta-feira (3) e segue em cartaz até o próximo dia 12/8 (sábado), desembarca no Teatro Arraial Ariano Suassuna, neste domingo (6), com o espetáculo “Ecos”. Encenado pela bailarina pernambucana Luciana Freire D’anunciação, o solo é um sensorial-imagético que provoca o jeito que percebemos o corpo humano, e que, com um figurino um tanto quanto intrigante e entranho, nos faz mergulhar num universo lúdico para apresentar e reconfigurar possibilidades coreográficas do corpo fragmentado.

Tal fragmentação oferece dois efeitos visuais distintos. O primeiro, de concentrar a atenção do espectador a um espectro menor do corpo e assim viabilizar uma dança minimalista, como se fosse possível colocar uma lente de aumento nesses pequenos detalhes; o segundo efeito é a perda de referência do corpo humano inteiro, o que dá aos fragmentos um caráter animalesco como se fossem uma entidade em si. No geral, a indumentária ora funciona como um aparato no jogo esconder revelar o corpo da dançarina, ora como um instrumento transformativo do corpo que o manipula.

De acordo com a idealizadora, o espetáculo reflete “como a experiência pessoal se acumula no corpo, na pele”“Ecos é um espetáculo de dança baseado em discussões sobre a percepção humana sobre si mesma e em relação ao outro. Sob influencia do conceito de stigma, de Erving Goffman, tento traduzir, em vocabulários de movimentos, ansiedade, traumas e experiências pessoais sobre identidade e corpo”, conta Luciana, que trabalha com a memória de seu próprio corpo e apresenta uma coreografia de gestos mínimos e imagens abstratas.

O espetáculo será encenado às 19h, e a entrada custa R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia-entrada).

14ª Mostra Brasileira de Dança
Promovido pelos produtores Iris Macedo e Paulo de Castro, o evento, que conta com apoio da Secult-PE/Fundarpe, celebra a dança em suas mais distintas vertentes, abrindo espaço para espetáculos completos, performances e coreografias isoladas, além de um olhar especial para a formação com oficinas de iniciação ou com oficinas de iniciação e aperfeiçoamento, palestras, lançamento de livros e exibição de vídeos sobre a arte do dançar.

A abertura do evento nos teatros será feita pelo Balé Teatro Castro Alves (BTCA), com o espetáculo LUB DUB, do coreógrafo coreano Jae Juk Kim, inspirado na diversidade de sons percussivos, promovendo o diálogo entre as culturas afro-brasileira e sul-coreana. A apresentação será realizada nos dias 5 e 6, às 20h, no Teatro de Santa Isabel, no Recife. Os ingressos custam R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia-entrada).

Veja programação completa:

3 de agosto (quinta-feira)
19h – Abertura da exposição O corpo fala + Performance e videodança Dança macabra, da Cia. Etc (PE)
Centro Cultural Correios – Avenida Marquês de Olinda, s/nº, Bairro do Recife

4 de agosto (sexta-feira)
19h – Performance Entorpecer, de Aneska França e Darilson Cassiano (PE)
Centro Cultural Correios – Avenida Marquês de Olinda, s/nº, Bairro do Recife

5 de agosto (sábado)
19h – Lançamento do livro Sobre as pontas dos pés, de Juliana Siqueira (PE)

20h - LUB DUB Balé, do Balé Teatro Castro Alves (BA)
Teatro de Santa Isabel – Praça da República, s/nº, Santo Antônio

6 de agosto (domingo)
19h - Ecos, de Luciana Freire D’Anunciação
Teatro Arraial Ariano Suassuna – Rua da Aurora, 469, Boa Vista

20h - LUB DUB Balé, do Balé Teatro Castro Alves (BA)
Teatro de Santa Isabel – Praça da República, s/nº, Santo Antônio

7 de agosto (segunda-feira)
16h às 19h – Escuta da dança – Debate para atualização do Funcultura na área da dança
Centro Cultural Correios – Avenida Marquês de Olinda, s/n, Bairro do Recife

19h – Performance Versus, do Grupo Animatroonicz (PE)
Centro Cultural Correios – Avenida Marquês de Olinda, s/nº, Bairro do Recife

8 de agosto (terça-feira)
19h – Espetáculo Cinzas ao solo, de Alexandre Américo (RN)
Teatro Hermilo Borba Filho – Cais do Apolo, s/nº, Bairro do Recife

20h – Espetáculo ZOE, de Francini Barros (RJ/PE)
Teatro Apolo – Rua do Apolo, 121, Bairro do Recife

9 de agosto (quarta-feira)
18h30 – Espetáculo Enchente, de Flávia Pinheiro
Teatro Hermilo Borba Filho – Cais do Apolo, s/nº, Bairro do Recife

20h – Espetáculo Majhô Mahjobê Olubajé, da Cia. Pé-Nambuco de Dança (PE)
Teatro de Santa Isabel – Praça da República, s/nº, Santo Antônio

10 de agosto (quinta-feira)
19h - Tijolos do esquecimento, do Acupe Grupo de Dança
Teatro Apolo – Rua do Apolo, 121, Bairro do Recife

11 de agosto (sexta-feira)
20h - Mostra Grupos em formação (PE)
Teatro Luiz Mendonça – Parque Dona Lindu, s/nº, Boa Viagem

12 de agosto (sábado)
20h – Espetáculo O silêncio e o caos, de Dielson Pessôa (PE)
Teatro de Santa Isabel – Praça da República, s/nº, Santo Antônio

< voltar para home