Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

ARTES CÊNICAS

Projeto “Vivências” revisita baú de memórias das artes cênicas do Recife

Encontros virtuais vão acontecer quinzenalmente; ator Germano Haiut é o primeiro convidado

Os palcos de todo o planeta foram esvaziados devido à pandemia da covid-19. Mas o amor pela cultura continua vivo nos corações de quem vive e trabalha com e por ela. Com o objetivo de gerar conteúdos de reflexão e vivências das artes cênicas em Pernambuco, o Centro de Cultural Apolo-Hermilo e o Centro de Documentação Osman Lins, equipamentos culturais mantidos pela Prefeitura do Recife, lançam o Vivências. O projeto apresentará, quinzenalmente, palestras online de artistas e técnicos da área. O primeiro convidado é o empresário e ator Germano Haiut, que vai expor suas vivências e visões, nesta segunda (8), às 20h, em encontro ao vivo na plataforma Zoom.

A ação de registro de memórias estava programada para ser realizada, presencialmente, no Teatro Hermilo Borba Filho. No entanto, por conta da expansão global do novo coronavírus, a iniciativa teve que ser reformulada.

Cada palestrante e membros do Apolo Hermilo convidam outras pessoas ligadas ao teatro, circo, dança e ópera para que interajam com ele ou ela, fazendo perguntas e trocando ideias. Os encontros quinzenais do Vivências estão previstos para ocorrer durante todo o segundo semestre de 2020.

As entrevistas serão incorporadas ao acervo do Centro de Documentação Osman Lins e disponibilizadas no YouTube. O público interessado poderá participar e interagir nas lives se inscrevendo, gratuitamente, na plataforma Sympla (sympla.com.br/projeto-vivencias-convida-germano-haiut__864889).

Verner Brenan/Secult-PE/Fundarpe

Verner Brenan/Secult-PE/Fundarpe

O ator Germano Haiut será o primeiro convidado do projeto Vivências

Na conversa inaugural, Germano Haiut dividirá a arena virtual com outras nove personalidades: Romildo Moreira, ator e diretor do Teatro Santa Isabel; José Mário Austregésilo, ator, professor e diretor de teatro, rádio e cinema; Roseane Tachlitsky, atriz e professora; Luís Reis, dramaturgo, professor e pesquisador da UFPE, autor do livro “Teatro Popular do Nordeste: o palco e o mundo de Hermilo Borba Filho”; Carlos Reis, ator e diretor artístico; Stella Maris Saldanha, atriz, jornalista e apresentadora; Paulo de Castro, presidente da Associação dos Produtores de Artes Cênicas e Música de Pernambuco (APACEPE); João Denys, dramaturgo, ator, cenógrafo, figurinista, maquiador e iluminador; e Carlos Carvalho, ator de teatro e TV e gerente do Apolo-Hermilo.

Sobre Germano Haiut
Nascido em 1938, o recifense Germano Haiut é filho de imigrantes judeus provenientes da atual Moldávia. Atuou em peças de grandes autores, a exemplo de Shakespeare, Bertolt Brecht, Luigi Pirandello, John Steinbeck, Nikolai Gogol, Jean-Paul Sartre e Ariano Suassuna. No cinema, trabalhou em filmes como “Batalha dos Guararapes” (de Paulo Tiago), O Baile Perfumado (Lírio Ferreira e Paulo Caldas) e “O Ano em que Meus Pais Saíram de Férias” (Cao Hamburguer).

Serviço
Projeto Vivências, com Germano Haiut e convidados
Quando: 8/6 (segunda-feira), às 20h
Na plataforma digital Zoom
Inscrições gratuitas no Sympla
90 vagas

< voltar para home