Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

ARTES CÊNICAS

Secult-PE e Consulado da Argentina celebram os 170 anos de imortalidade de San Martín

As ações compreendem videos que destacam a conexão cultural entre os dois territórios, e que estão sendo lançados hoje, no You Tube da Secult-PE e do Consulado

Jan Ribeiro

Jan Ribeiro

Consul Alejandro Lastra e o secretário de Cultura Gilberto Freyre Neto

No dia 17 de agosto de 1850 – há exatos 170 anos portanto – morria o general argentino José Francisco de San Martin e Matorras. O militar participou ativa e bravamente das batalhas pela independência da Argentina, Peru e Chile sendo, pelo conjunto de seus feitos, o maior herói nacional da Argentina, onde no dia de hoje, seu povo honra a memória e celebra o legado de San Martin.

As comemorações pelos 170 anos de imortalidade do General San Martin reverberam em Pernambuco, por meio de uma parceria entre o Consulado da República Argentina no Recife, e a Secretaria Estadual de Cultura.

O diálogo entre essas duas instituições ilustra muito bem os ideais de San Martin que, além de exímio estrategista militar, foi um amante dos livros, da cultura e do conhecimento. San Martin costumava carregar poucos pertences pessoais em suas viagens, mas era capaz de levar consigo uma biblioteca de cerca de 800 livros.

Celebrar a memória de San Martin, é também valorizar este exemplo que ele deixa para todos os povos da América Latina: é preciso nos apropriarmos de nossa história, identidades e cultura.

Diálogos Culturais – Conexão Pernambuco e Argentina é o nome do evento que a A Secretaria de Cultura de Pernambuco realiza em parceria com o Consulado da Argentina, e que buscou na integração por meio da arte, a forma de homenagear o general San Martim.

Com o apoio da Gerência de Política Cultural da Secult-PE, foram produzidos uma série de vídeos. A abertura foi com um mesa com o Cônsul-Geral da Argentina no Recife, Alejandro Funes Lastra, e o secretário de Cultura de Pernambuco, Gilberto Freyre Neto. Além da programação, os chefes das duas instituições falaram sobre perspectivas futuras de conexão entre Argentina e Pernambuco.

A conexão entre os circuitos de artes visuais em Pernambuco e na Argentina; os diálogos possíveis na música e na dança – entre o tango, a milonga e o forró; além da influência do célebre escritor argentino Jorge Luis Borges – um dos mais importantes da literatura no mundo – na escrita de João Paulo Parísio, escritor pernambucano, um dos vencedores do 6º Prêmio Hermilo Borba Filho de Literatura.

PROGRAMAÇÃO DOS VÍDEOS

ABERTURA DO ENCONTRO

Cônsul Geral da República Argentina no Recife, Alejandro Funes Lastra

Secretário de Cultura de Pernambuco, Gilberto Freyre Neto

Mediação: Michelle de Assumpção

Participação: Diviol Lira, com Rapsódias Gonzagueanas

ARTES VISUAIS

Os circuitos de artes visuais em Pernambuco e na Argentina

Márcio Almeida, artista plástico

Sergio Esteban, artista plástico

Pinceladas argentinas no Brasil

Sergio Esteban, artista plástico

Arte, técnica e comunicação

Vivi Berthet, artista plástica

DANÇA e MÚSICA

Diálogos entre o tango e o forró, na música

Diego Reis, sanfona

Bozó 7 Cordas, violão e cavaquinho

Filipe Novais, percussão

Diálogos entre o tango e o forró, na dança

André Felipe e Helen de Morais

Escola de Dança Corpo & Expressão

Semelhanças entre a milonga e o forró

André Felipe e Helen de Morais

Escola de Dança Corpo & Expressão

Tango e dança

André Felipe e Helen Alana

Escola de Dança Corpo & Expressão

GASTRONOMIA

Empanadas argentinas e sabores pernambucanos

Chivi Marincola, ecochef e permacultora

Workshop sobre a Uva Malbec

Déco Rossi, sommelier

LITERATURA

Los senderos del mito em Borges – Uma leitura de “La casa de Asterión” e outros textos

Magdalena Aliau (Universidade Nacional de Rosário)

Brenno Kenji (University of Southern California, Berkeley).

Borges para Mim – A influência de Jorge Luiz Borges na Literatura de João Paulo Parísio

João Paulo Parísio, escritor

< voltar para home