Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Artes Visuais e Fotografia

Exposição ‘Pernambuco Cena Contemporânea’ chega ao Museu do Estado

Mostra faz conexão entre dez artistas contemporâneos e a obra do renomado Paulo Bruscky

Divulgação

Divulgação

‘O Guerrilheiro’, de Paulo Bruscky, é uma das peças que compõe a exposição

Nesta terça-feira (18/08), às 19h, o Museu do Estado de Pernambuco e o Santander inauguram a exposição Pernambuco Cena Contemporânea. A mostra, que conta com o apoio do Governo do Estado, através da Secretaria de Cultura e Fundarpe, toma como ponto de partida o diálogo estético de jovens artistas contemporâneos, atuantes em Pernambuco, com a trajetória do renomado Paulo Bruscky. Helena Severo e Maria Eduarda Marques, professoras doutoras, assinam a curadoria das obras. A exposição ficará aberta ao público a partir da quarta-feira (19/08) e segue até o dia 27 de setembro de 2015, de terça a sexta-feira, das 9h às 17h, e aos sábados e domingos, das 14h às 17h.

Para Margot Monteiro, diretora do MEPE, “o Museu do Estado de Pernambuco, como instituição museológica tem como desafio acompanhar o espírito do tempo na experimentação e na pesquisa artística no campo geral da cultura, devendo sempre abrir caminhos a novos cenários da arte pernambucana”.

Márcio Almeida/Divulgação

Márcio Almeida/Divulgação

‘The noble experiment’, de Márcio Almeida

Inovador, irônico, irreverente, Bruscky é responsável pelo surgimento no Recife, na década de 60, de uma corrente de arte conceitual, liberta dos tons do regionalismo e dos cânones de uma estética figurativa militante atrelada, quase sempre, à questão social. Rejeitando qualquer tipo de amarra, o processo de criação de Bruscky, indissociavelmente ligado a liberdade e guiado tão somente pela pulsante relação entre a vida e a arte, é fonte de inspiração e reflexão para contemporâneos de Pernambuco.

Eduardo Ortega/Divulgação

Eduardo Ortega/Divulgação

‘ABC da Cana’, de Jonathas de Andrade

Estabelecer elos entre o passado e o futuro é um dos propósitos da exposição, que promove um resgate dos trabalhos e projetos de Bruscky apresentados, a partir de 1969, ao Salão de Arte de Pernambuco, que foram, à época, incompreendidos e rejeitados. Além de Bruscky, nove destacados artistas pernambucanos foram convidados pela curadoria a apresentar dois trabalhos para compor este instigante diálogo estético. Fazem parte da seleção os nomes Carlos Mélo, Cristiano Lenhardt, Eudes Mota, Jonathas de Andrade, José Paulo, Lourival Cuquinha, Márcio Almeida, Paulo Meira e Oriana Duarte.

Francisco Baccaro/Divulgação

Francisco Baccaro/Divulgação

Obra ‘O corpo barroco’, de Carlos Mélo

Serviço
PERNAMBUCO CENA CONTEMPORÂNEA
Local: Museu do Estado de Pernambuco – Av. Rui Barbosa, 960 – Graças – Recife-PE
Abertura: 18 de agosto de 2015, 19h (somente para convidados)
Visitação: 19 de agosto a 27 de setembro de 2015
Terça a sexta-feira, 9h às 17h | Sábados e domingos, 14h às 17h
R$ 5 (inteira) e R$ 2,50 (meia)
Mais informações: (81) 3184 3170

< voltar para home