Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Artes Visuais e Fotografia

Jeims Duarte e Bruno Farias inauguram exposições no Mercado Eufrásio Barbosa

"Lembranças de Paisagem", do Olindense Bruno Farias; e "Rosa Velho", de Jeims Duarte ocupam as galerias 2 e 1, respectivamente, a partir do próximo dia 21 (quinta-feira)

Jeims Duarte/Divulgação

Jeims Duarte/Divulgação

A gravura da Igreja da Sé de Olinda, desenhada por Jeimis Duarte, será um dos quadros que estará em cartaz na exposição

O Centro Cultural Mercado Eufrásio Barbosa, localizado em Olinda, inaugura as exposições “Lembranças de Paisagem”, do Olindense Bruno Farias, e “Rosa Velho”, de Jeims Duarte, no próximo dia 21/1 (quinta-feira). A abertura acontecerá das 19h; e ficam abertas à visitação de terça a domingo, das 9h às 13h, nas galerias do espaço. As mostras são resultado do chamamento público de ocupação publicado pela Agência de Desenvolvimento Econômico de Pernambuco – AD Diper, ligada à Secretaria de Desenvolvimento Econômico do Governo do Estado, em outubro de 2020.

A exposição cumprirá com os protocolos determinados pelo Comitê de Enfretamento ao Covid 19 do Governo do Estado de Pernambuco, incluindo o uso obrigatório de máscara e limitação da quantidade de pessoas no espaço das galerias.

SELEÇÃO - O Chamamento Público tem como principal principal objetivo o estímulo a manutenção das manifestações artísticas em Olinda e em todo o Estado. Os selecionados receberão, durante a abertura da exposição, a premiação de R$8.000 para a ocupação da galeria 01 e R$6.000 na ocupação da galeria 02.

ROSA VELHO  - Ocupando a Galeria 1 do Centro Cultural Mercado Eufrásio Barbosa, em Olinda, a exposição Rosa Velho traduz, nas palavras do artista, “um balanço de 25 anos de trabalho, numa exposição inédita, mas de teor retrospectivo”. O núcleo temático proposto pelo artista, refletindo este balanço de vida e trabalho, é a ideia de ruína como imagem da ação do tempo sobre pessoas e coisas.

Aqui, especificamente, as coisas são representadas por imagens da paisagem urbana do Recife e região metropolitana. Já em relação às pessoas – e como uma espécie de “personificação” deste culto ao urbano, temos o recurso à imagem de Rosa, avó paterna do artista, homenageada in memoriam e retratada como um busto escultórico.

Para o artista, a homenagem é proposta como núcleo de reflexões sobre a problemática geral do próprio tempo. Partindo do título da mostra, são elaborados cruzamentos temáticos como o da relação entre o nome da avó (Rosa) e a cor “Rosa Velho”.

O conjunto exemplifica, para Jeims, a busca de uma visão, entre realista e expressionista, da passagem do tempo sobre os seres humanos e sobre os artefatos da civilização, notadamente os arquitetônicos. “Rosa Velho”, assim, se coloca como uma verdadeira “máquina do tempo” a nos sugerir formas de reflexão sobre nosso destino como produtores de cultura, em sentido amplo, como se a placa no fictício monumento aqui retratado dissesse tanto “Memento Mori” (lembra que morrerás) quanto “Carpe Diem” (aproveite o dia).

LEMBRANÇAS DE PAISAGEM - É o título de uma série de pinturas e gravuras que o artista Bruno Farias realiza desde 2016 e que será exposta na Galeria 2 do Centro Cultural Mercado Eufrásio Barbosa. O trabalho inicia-se no encontro de Faria por flâmulas/bandeiras em mercados de segunda mão como Feira da Praça Benedito Calixto, Feira do Bexiga, Feira do MASP, Feira da Praça XV. Flâmulas que eram produzidas nas décadas de 1960 e 1970, por letristas e designers populares da época, e que trazem a imagem da paisagem correspondente a alguma cidade, vistas naquele período como um “souvenir”, uma lembrança cartão postal.

Na exposição o público terá a oportunidade de ver um conjunto composto por 21 obras que retratam diferentes paisagens de cidades brasileiras como: Recife, Rio de Janeiro, Belém, Salvador, Natal entre outras.

Para a mostra, o artista desenvolveu especialmente, uma proposição que será trabalhada pelo educativo do Centro Cultural com o público, ampliando as discussões vistas na mostra e sobre esse importante gênero da história da arte que é a paisagem.

MERCADO EUFRÁSIO BARBOSA - Gerido pela AD Diper, agência ligada à Secretaria de Desenvolvimento do Governo do Estado, o Mercado Eufrásio é um espaço multicultural composto por espaços para exposições, Museu do Mamulengo, Salas de Oficinas, Teatro com capacidade para mais de 100 pessoas, livraria da Companhia Editora de Pernambuco (Cepe), Unidade do Centro de Artesanato de Pernambuco, Jardim e 22 boxes equipados com iluminação e energia.

< voltar para home