Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Artes Visuais e Fotografia

Mubac recebe a exposição ‘Ludugero e Otrópe: alegria eterna da cultura brasileira’

Abertura da mostra, nesta sexta-feira (13), terá programação especial em homenagem aos 50 anos da morte da dupla, com palestras, apresentações teatrais e debate

Divulgação

Divulgação

Abertura da mostra terá programação especial em homenagem aos 50 anos da morte da dupla

O Museu do Barro de Caruaru recebe, a partir desta sexta-feira (13), a exposição “Ludugero e Otrópe: alegria eterna da cultura brasileira”, organizada pela Prefeitura de Caruaru, por meio da Fundação de Cultura e Turismo. Além de dezenas de fotos, objetos de barro e pertences pessoais que retratam da carreira dos humoristas caruaruenses, a abertura da mostra terá programação especial em homenagem aos 50 anos da morte da dupla, com palestras, apresentações teatrais e debates. A programação é gratuita e começa às 19h.

Divulgação

Divulgação

Objetos pessoais usados pelos humoristas durante as gravações também estão na exposição

O Coronel Ludugero foi um personagem que retratava, de forma humorística, a figura dos coronéis de antigamente. Ele foi criado na década de 60 pelo radialista Luís Queiroga e era interpretado por Luiz Jacinto Silva, que dava vida a um homem simples, sincero e contador de histórias. Já Otrópe era o fiel escudeiro e secretário de Ludugero. Quem interpretava esse personagem era o humorista Irandir Peres Costa.

PH Reinaux/Secult-PE

PH Reinaux/Secult-PE

O Museu do Barro, equipamento cultural gerido pela Secretaria Estadual de Cultura e Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Secult-PE/Fundarpe), fica localizado na Praça Cel. José de Vasconcelos, 100, Centro de Caruaru

Na programação de abertura, o ator Nelson Lima vai declamar um cordel sobre o Coronel Ludugero e, em seguida, haverá a abertura oficial da exposição com uma palestra com Luciano Jacinto, irmão de Luiz Queiroga.

Após a palestra, Hérlon Cavalcanti, da Fundação de Cultura e Turismo de Caruaru, irá mediar um debate com o público presente. Para finalizar, uma esquete teatral será apresentado com a dupla de humoristas Coronel Cornélio e Carmozina.

Divulgação

Divulgação

O Coronel Ludugero era interpretado por Luiz Jacinto Silva, enquanto Otrópe era feito pelo humorista Irandir Peres Costa

No dia 14 de março de 1970, um acidente aéreo vitimou Luiz Jacinto da Silva  e Irandir Peres Costa na baía de Guarajá, no Pará.

Serviço:
Exposição “Ludugero e Otrópe: alegria eterna da cultura brasileira”
Abertura da exposição: Sexta-feira (13), às 19h
Museu do Barro de Caruaru (Praça Cel. José de Vasconcelos, 100, Centro – Caruaru)
Visitação: Terça a sábado, das 8h às 17h | Domingo, das 9h às 13h
Telefone: (81) 3727.7839 | 3721.2545
Entrada: R$ 2,00 (inteira) e R$ 1,00 (meia)
E-mail: museudobarro@fundarpe.pe.gov.br

< voltar para home