Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Artes Visuais e Fotografia

Recife entra na etapa formativa do Museomix

Evento ocorre pela primeira vez no Brasil e passa por São Paulo, Minas Gerais e Recife

Gil Vicente

Nesta semana acontece, no Recife, a etapa formativa do Museomix. O Museomix, que aportará pela primeira vez no Brasil, em novembro, se conceitua como uma “comunidade aberta e diversa de apaixonados pela cultura, tecnologia e inovação que compartilham o desejo de um museu aberto, conectado e participativo”. Na prática, é um encontro de diversos profissionais que se interessam por museus: mediadores, artesãos, designers, desenvolvedores, grafistas, comunicadores, artistas, escritores, pesquisadores, etc. Durante três dias eles reúnem-se num determinado museu para pensar e elaborar novas ideias que podem impulsionar, dinamizar e melhorar o modo de funcionamento de determinado equipamento cultural.

No Recife, o Museomix realiza sua etapa formativa. Na quinta-feira (17), a formação ocorreu das 9h às 13h30, no Design Center do Porto Digital (rua do Apolo 235, Recife Antigo). Nesta sexta-feira (18), das 9h às 17h, está no Museu do Estado do Pernambuco (Av. Rui Barbosa 960, Graças). E no sábado (19), das 9h ás 14h30, na Villa Digital da Fundação Joaquim Nabuco (Rua Dois Irmãos 92 – Apipucos).

A realização desta etapa do Museomix no Recife é uma parceria da Embaixada da França no Brasil, Consulado da França no Recife, Secretaria de Cultura de Pernambuco, Fundação Joaquim Nabuco e Porto Digital. Iniciativa de um grupo francês, o Museomix já está confirmado em São Paulo, em Minas Gerais e, no Recife, o plano é que aconteça na Vila Digital, da Fundaj.

“A Vila Digital é um equipamento de reflexão de pesquisadores para acesso ao acervo da Fundaj em formato digital, seja iconográfico, textual, etc. O Museomix, em novembro, exigirá uma grande mobilização da comunidade local e essas oficinas que começam nesta quinta servem para preparar os potenciais realizadores para fazer o evento da melhor maneira possível. O pensamento é ser colaborativo, e contar com o engajamento da comunidade internacional de museus para criar essa rede”, diz o arquiteto Cristiano Borba, gestor responsável pela Vila Digital.

A secretária-executiva de Cultura do Estado de Pernambuco, Silvana Meireles, acredita que uma ação como o Museomix é de extrema importância para mobilizar os diversos atores que fazem parte da rede de museus, em torno do objetivo comum de potencializar esses equipamentos. “Nesse processo, o museu expõe sua problemática, mas os participantes também observam as carências e em grupo desenvolvem soluções criativas. É um modelo de gestão diferente que precisamos experimentar”, diz a gestora.

< voltar para home