Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

AUDIOVISUAL

“Cinema na Estrada” leva filmes pernambucanos à Mata Norte do estado

Costa Neto/Secult-PE

Costa Neto/Secult-PE

Cinema na Estrada, iniciativa da Secult-PE e Fundarpe, circulará por todo o estado até o final do ano

O Cinema na Estrada, uma iniciativa do Governo de Pernambuco, por meio da Secretaria de Cultura e da Fundarpe, segue viagem na semana de 13 a 17 de setembro.Desta vez, em direção à Mata Norte do estado. Realizado desde 2010, o projeto exibirá gratuitamente, dez curtas-metragens pernambucanos nos municípios de Itambé, Condado, Nazaré da Mata, Vicência e Paudalho.

“O Cinema na Estrada é um projeto simples, mas que contribui de maneira efetiva para a difusão dos filmes e o acesso dos pernambucanos às obras realizadas em Pernambuco. Muitas delas, inclusive, que contaram com recursos públicos estaduais alocados no Funcultura”, destaca Marcelino Granja, Secretário Estadual de Cultura.

Costa Neto/Secult-PE

Costa Neto/Secult-PE

A programação do “Cinema na Estrada” é bem abrangente e inclui filmes para todos os públicos e idades

A iniciativa, que já envolveu mais de 6.150 pessoas por meio de 123 exibições em 87 cidades e distritos, entra agora em uma fase ainda mais robusta, reafirmado sua importância para a política pública de cultura e contemplando diversas Regiões de Desenvolvimento de Pernambuco. Até o final do ano, o projeto terá passado pelo Agreste Setentrional, Agreste Central, Agreste Meridional, Região Metropolitana do Recife, outras cidades da Mata Norte e Sertão Itaparica.

Para a presidente da Fundarpe, Márcia Souto, “o Cinema na Estrada dá mesmo esta importante contribuição à formação cultural da nossa gente, gera reconhecimento e promove, em muitos casos, a primeira vivência cinematográfica, já que ainda são poucas as cidades no Estado que contam com salas de exibição”.

Costa Neto/Secult-PE

Costa Neto/Secult-PE

Projeto circula de 13 a 19 de setembro na Mata Norte de Pernambuco

O cineasta Marlom Meirelles, um dos realizadores que participa da programação, comentou sobre a alegria de ver seu filme (Olhos de Botão) inserido na programação do projeto: “A gente faz filmes para serem vistos, Olhos de Botão foi gravado numa pequena cidade pernambucana (Bezerros), que não tem tradição cinematográfica, então, é fantástico saber que ele vai chegar a tantas cidades, que as pessoas vão se reconhecer no sotaque, na paisagem do interior pernambucano”.

As sessões seguem até o dia 19 de novembro, e são realizadas num caminhão adaptado com sistemas de som e projeção digitais. Depois de estacionar em praças, ruas ou terreiros de comunidades tradicionais, o equipamento exibe produções recentes de cineastas pernambucanos, contemplando gêneros como animação, documentário e ficção. “O processo de escolha dos filmes que vão circular pelo Estado considerou aspectos como eixos temáticos, locais de produção das obras e a classificação indicativa, para que todos os públicos sejam bem-vindos às exibições, desde crianças à população idosa”, destaca Milena Evangelista, coordenadora de Audiovisual da Secult-PE.

PROGRAMAÇÃO

Programa 1
Salu e o Cavalo Marinho (Animação, 2014, 14 minutos, PE), de Cecília da Fonte
A Clave dos Pregões (Documentário, 15 minutos, 2015), de Pablo Nóbrega
Olhos de Botão (Ficção, 18 minutos, 2015) de Marlom Meirelles
Psiu! (Documentário, 20 minutos, 2014), de Antônio Carrilho e Juliana Lima
João Heleno dos Brito (Ficção, 20 minutos, 2014), de Neco Tabosa

Programa 2
Sexta Série (Ficção, Digital, 18 minutos, 2014), de Cecília da Fonte
Exília (documentário, 24 minutos, 2015), Renata Claus
Papo amarelo – o primeiro tiro (ficção, 15 minutos, 2015), de Anildomá Willans de Souza
Lua (Ficção, 17 minutos, 2013) de Paulo Caldas
A promessa (Ficção, 13 minutos, 2013), de Marcos Carvalho e Alisson Souza

Mata Norte
13/09 – Itambé
14/09 – Condado
15/09 – Nazaré da Mata
16/09 – Vicência
17/09 – Paudalho

Agreste Setentrional
23/09 – Limoeiro
24/09 – Bom Jardim

Agreste Central
19/10 – Bezerros
20/10 – Lagoa dos Gatos
21/10 – Belo Jardim
22/10 – São Bento do Una

RMR e Mata Norte
31/10 – Camaragibe
01/11 – Itapissuma
02/11 – Itamaracá (Pilar)
03/11 – Itamaracá (F. Orange)
04/11 – Goiana (Centro)
05/11 – Goiana (Tejucupapo)

Agreste Meridional
16/11 – Saloá
17/11 – Caetés

Sertão Itaparica
18/11 – Tacaratu (Centro)
19/11 – Tacaratu (Povos Indígenas)

< voltar para home