Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

AUDIOVISUAL

Documentário “Nós, que ficamos” é exibido nesta quarta-feira (24), na última noite do Cine PE

Em novo formato, o festival vai ser exibido no Canal Brasil, a partir das 18h

Divulgação

Divulgação

Dirigido pelo cineasta pernambucano Eduardo Monteiro, “Nós que ficamos” acompanha a rotina de famílias de Araripina que se preparam para o feriado de São João

O Canal Brasil exibe nesta quarta-feira (24), a partir das 18h, a terceira e última noite da mostra competitiva de longas-metragens do NOVO CINE PE, formato multiplataforma inédito do festival, com com transmissão pela TV e internet. Para o encerramento, um representante pernambucano e um carioca dividem as atenções. Já os filmes competidores das mostras de curtas-metragens Nacional e Pernambuco ficam disponíveis através do streaming da plataforma Canais Globo até às 23h59 também desta quarta (24).

O primeiro filme da noite será o documentário “Nós, que ficamos” (PE), do cineasta Eduardo Monteiro. O representante pernambucano na mostra de longas é ambientado no Sertão do Estado e conta uma história do “contra fluxo” do êxodo sertanejo, com famílias que insistem em não fazer o movimento migratório. Essas famílias veem sua região dominada pelas minas de gipsita (pedra de gesso) e um imenso parque eólico.

“A abordagem do filme, desde a captação das entrevistas e demais cenas até o ritmo da montagem foi pautada no ritmo de vida de nossas protagonistas: o tempo das ações, a percepção do espaço em que vivem, tudo revela a sensibilidade e intensidade nos pequenos detalhes da natureza que as cerca. A importância dada a pedras, plantas, bichos e até os fenômenos da natureza; a relação com a vida e morte e até mesmo a sombra de uma arvore são temas abordados ao longo do filme, que mesmo revelados de forma singela carregam um peso de nossa percepção como humanidade”, conta Monteiro.

Na sequência vai ao ar a ficção “O Buscador” (RJ), de Bernardo Barreto, que relata a história de Isabela (Mariana Molina), filha de um poderoso político, que cresceu cercada de luxo. Porém, ao se apaixonar por Giovani (Pierre Santos), líder de uma comunidade sustentável e que prega amor livre, ela deixa sua vida de confortos para trás. Quatro anos mais tarde, ao tentar se reaproximar da família, ela descobre que seu pai está envolvido em um dos maiores escândalos de corrupção do Brasil. O elenco traz ainda nomes como Monique Alfradique, Erom Cordeiro e Bruno Ferrari.

Os pernambucanos ainda terão uma última oportunidade para assistir aos curtas-metragens das mostras competitivas. Entre os dias 14 e 18 de dezembro, das 21 às 21h30, a TV Pernambuco, emissora de televisão educativa filiada à TV Brasil, exibe os 31 filmes selecionados das mostras.

O público poderá escolher os filmes favoritos através da votação popular disponível no aplicativo oficial do CINE PE ou pelo site inscricao.festivalcinepe.com.br/votopopular, até às 0h do dia 19 de dezembro.

CRONOGRAMA DE DEBATES

Quinta (26 de novembro) – Panorama Nacional – Longas Metragens
1. Memórias Afro- Atlânticas (Doc/BA) de Gabriela Barreto
2. O Buscador(Fic/RJ) de Bernardo Barreto
3. Nós Que Ficamos (Doc/PE) de Eduardo Monteiro
4. Ioiô de Iaiá (Doc/RJ) de Paula Braun
5. Mulher Oceano (Fic/SP) de Djin Sganzerla
6. Mudança (Fic/RS) de Fabiano de Souza

Sexta-feira (27 de novembro) – Panorama Pernambucano
1. O Mundo de Clara (Ani/PE), de Ayodê França
2. Perdidos (Fic/PE), de Eduardo Santos e Renata Malt
3. O Quarto Negro (Fic/PE), de Carlos Kamara
5. Nimbus (Ani/PE), de Marcos Buccini
6. O Menino que Morava no Som (Fic/PE), de Felipe Soares
7. Presente de Deus (Doc/PE), de Daniel Barros
8. Mata (Doc/PE), de Coletivo Documentado e Marlon Meirelles

Sábado (28 de novembro) – Organismos sociais
1. Cozinheiras de Terreiro (Doc/PE), de Tauana Uchôa
2. Céu da Boca (Ani/SP>RS), de Amanda Treze
3. O que Pode um Corpo? (Doc/RS), de Victor Di Marco e Márcio Picoli
4. Neguinho (Fic/RJ), de Marçal Vianna
5. Reagente (Fic/RJ), de Paulo Copioba
6. Bonde (Fic/SP), de Asaph Luccas

Domingo (29 de novembro) – Experimentações de gênero
1. A Casa e o Medo (Ani/MA), de Eduardo Aliberti, Henrique Truffi e Valentina Salvestrini
2. Celular (Fic/PE), de André Pinto e Henrique Spencer
3. O Sentinela da Frágil Fortaleza (Doc/CE), de Alexandre Vale
4. Vigia – Um Olhar Para a Morte (Fic/BA), de Victor Marinho
5. Ex-Humanos (Fic/PE), de Mariana Porto
6. O Homem das Gavetas (Ani/SP>PE), de Duda Rodrigues

Segunda-feira (30 de novembro) – Espaços e discursos
1. Manaus Hot City (Fic/AM), de Rafael Ramos
2. Estação Aquarius (Doc/AL), de Fernando Brandão, Flávia Correia, Jairis Meldrado, Levy Paz, Rayane Góes e Ticiane Simões
3. Metroréquiem (Doc/PE), de Adalberto Oliveira
4. Vai Melhorar (Fic/RN), de Pedro Fiúza
5. Taoquei? (Doc/BA), de Klaus Hastenreiter, Chris Mariani e Clara Ballena
6. Baixas lendas da classe média alta I: Janaína sem cabeça (Fic/MG), de Bruna Schelb Corrêa
7. Tá Foda (Ani/RS), de Aline Golart, Denis Souza, Fernanda Maciel, Icaro Castello, Ligia Torres e Victoria Sugar

Terça-feira (1º de dezembro) – Retratos de épocas
1. Cronofobia (Fic/GO), de Luis Calil
2. Eu.Tempo (Doc/PE), de Thaíse Moura
3. Fragile (Ani/MG), de Ramon Faria
4. Cidade Natal (Doc/SP), de Ana Luísa Mariquito
5. Duda (Fic/PR), de Eugenia Castello e William Biagioli

< voltar para home