Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

AUDIOVISUAL

Inscrições abertas para Oficina Franco-Brasileira de Roteiro Audiovisual

Atividade do Festival Varilux de Cinema Francês acontece no Recife, de 13 a 17 de junho, com a parceria do Governo de Pernambuco

Para proporcionar a roteiristas e realizadores do Norte e Nordeste o aprimoramento de técnicas e teorias cinematográficas, o Festival Varilux de Cinema Francês abriu inscrições gratuitas para a 1º Oficina Franco-Brasileira de Roteiro Audiovisual.

A iniciativa, que acontece de 13 a 17 de junho na capital pernambucana, conta com o apoio direto do Instituto Francês do Brasil no Recife e Aliança Francesa de Recife; e parceria com o Governo de Pernambuco (Secult e Fundarpe), Porto Digital/Portomídia, Fundaj/Centro Audiovisual Norte Nordeste (CANNE) e o Conservatório Europeu de Escrita Audiovisual (CEEA), escola parisiense que se tornou referência para a formação de roteiristas na França.

arte

arte

Aulas vão acontecer no Portomídia

A oficina no Recife será oferecida no módulo “Formatos para Televisão”, propondo análises e abordando o funcionamento da escrita de séries, revelando ferramentas para garantir direção artística de qualidade, arcos narrativos, caracterização adequada de personagens, entre outros aspectos.

Os interessados devem preencher a ficha de inscrição disponível AQUI até 10 de maio de 2016. É importante conhecer bem o Regulamento da Oficina, que será ministrada em francês, com serviço de tradução simultânea para o português.

A atividade será coordenada por François Sauvagnargues, especialista de ficção e diretor geral do Festival International de Programmes Audiovisuels – FIPA de Biarritz, França. Unindo teoria e prática, a oficina visa favorecer as trocas de experiências reais entre palestrantes europeus, com larga experiência no ramo cinematográfico e de TV, e profissionais brasileiros, contribuindo para estimular o intercâmbio de conhecimentos e incentivar coproduções futuras entre Europa e Brasil.

Formadores:

Corinne Klomp
É roteirista de cinema e TV, além de ser autora teatral premiada pela Fondation J.M. Bajen em 2012 como autora revelação pela obra “Une saine inquietude”. No cinema o roteiro da obra “Gueule d’emploi”, escrito juntamente com Pierre Leyssieux recebeu o prêmio de melhor roteiro de longa-metragem no Festival do Filme Europeu de Bruxelas em 2006. A roteirista tem um currículo extenso, composto por 12 obras cinematográficas, entre curtas, documentários, longas e séries para tv, além de diversas peças teatrais e experiências cênicas.

Alain Layrac
Mestre e Doutor em cinema pela Universidade Paris 1, seguidos de três anos de pesquises para a tese: “Michel Audiard ou la place du dialoguiste dans le cinéma français” (Michel Audiard ou o lugar do dialoguista no cinema francês). Diretor de escrita no CEEA desde 1998. Possui outras experiências na área acadêmica como professor na ESCP Europe, onde lecionou de 2004 a 2007, a oficina de escrita de roteiro no quadro do Mestrado de Mídias. Na F.E.M.I.S., entre 2000 e 2003, e como responsável pelos cursos de roteiro na Universidade Paris1 entre 1993 e 1997. Roteirista e diretor reconhecido pela série de televisão de sucesso “Une famille formidable”. Um dos seus principais filmes é “Más companhias” (Mauvaises fréquentations) prêmio de melhor roteiro no Festival d’Albi (1999). Alain tem destaque especial no gênero da comédia, sua obra “Avant qu’il ne soit trop tard ”(2005) foi um grande sucesso de bilheteria.

Romain Compingt
Com formação em roteiro pelo Conservatório Europeu de Escrita Audiovisual, onde atualmente leciona, Romain Compingt já foi assistente literário (FIT produções) e comediante antes de se consagrar na escrita de longas.A comédia “Populaire”, de Régis Roinsard, com fortes cinco indicações ao César 2013 e distribuído internacionalmente, é seu primeiro trabalho levado às telas. O drama “Batarde” de Houda Benyamina, laureado em 2014 pela fundação GAN, será lançado nesse ano, assim como “Please love me forever”, média-metragem fantástico de Holy Fatma.
Romain realiza consultorias, como para o filme “La marche” de Nabil Ben Yadir, lançado em 2013, “La fille Brest” de Emmanuelle Bercot. Na dramaturgia, tem trabalhos de destaque como “Tutu”, de Philippe Lafeuille, espetáculo de dança contemporânea em turnê desde 2014.

Mais informações em www.variluxcinefrances.com

< voltar para home