Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

AUDIOVISUAL

“Los Silencios” estreia na programação do Cinema São Luiz

Divulgação

Divulgação

‘Los Silencios’ mostra história de mulher colombiana que luta para criar os filhos após o desaparecimento do marido

Depois da pré-estreia na semana passada, seguida de um debate com a diretora Beatriz Seigner, o filme “Los Silencios” entra em cartaz nesta semana na programação do Cinema São Luiz, equipamento cultural gerenciado pela Secult-PE/Fundarpe. O filme, que estreou na Quinzena dos Realizadores no Festival de Cannes, conta a história de Amparo (Marleyda Soto), que tem que lidar com o desaparecimento da filha e do marido (Enrique Diaz), enquanto espera seus documentos para passar pela fronteira entre o Brasil, a Colômbia e o Peru, fugindo dos conflitos armados na região.

Em sua carreira internacional, “Los Silencios” venceu o Stockholm Impact Award, no 29ª Festival Internacional de Cinema de Estocolmo, na Suécia, prêmio criado pelo artista chinês Ai WeiWei dado ao filme de maior impacto do festival. Recebeu a Menção Honrosa da UNESCO, o prêmio honorário do Festival Internacional de Cinema de GOA, na Índia, Melhor roteiro e o prêmio especial do Júri no Festival de Lima, no Peru, o prêmio da Cooperação Espanhola no Festival de San Sebastian, na Espanha, Melhor Contribuição Artística do Festival de Havana, em Cuba, Melhor Filme de Guerra, no War in Cinema, Grande Prêmio do ICAE (Confederação dos Cinemas de Arte e Ensaio), e do Cine Junior, na França. Participou também de festivais em Israel, Canadá, Noruega, China e Venezuela.

No Brasil, conquistou os prêmios de melhor direção e melhor filme pela crítica da Abraccine no 51º Festival de Brasília, e de melhor roteiro, fotografia e som na Mostra Internacional de Cinema de São Luís. Também participou do 20º Festival do Rio, da 42º Mostra Internacional de Cinema, em São Paulo, do Janela Internacional de Cinema, em Recife, Panorama Coisa de Cinema, em Salvador, Pachamama Cinema de Fronteira, em Rio Branco, e festivais no Maranhão e Foz do Iguaçu.

“Los Silencios” foi destacado como uma das cinco produções brasileiras para se ficar de olho pela revista Marché du Film do Festival de Cannes e considerado um doas 20 melhores filmes no festival pelo Hollywood Reporter, recebendo destaque nas principais revistas de cinema do mundo como a Cahier du Cinema, Screen International, Variety, entre outras.

Seguem em cartaz no equipamento cultural também os filmes “Família Submersa”, “As filhas do fogo”, “Ama-San”, “Fevereiros” e “Sobre Rodas”.

Com som e projeção digitais, o São Luiz é o cinema de rua mais moderno de Pernambuco. Os ingressos custam R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia-entrada). Às terças-feiras, os valores caem para R$ 6 (inteira) e R$ 3 (meia-entrada), respectivamente. Não há exibições às segundas-feiras.

Confira a programação completa:

SEMANA DE 11 a 17 DE ABRIL

LOS SILENCIOS
(COL/BRA/FRA, 2019, 1h29)
Gênero: Drama / Direção: Beatriz Seigner/ Elenco: Marleyda Soto, Enrique Diaz
Classificação etária: 12 anos
Sinopse: Amparo (Marleyda Soto) é mãe de dois filhos pequenos e está fugindo dos conflitos armados da Colômbia. Na tríplice fronteira do país com o Peru e o Brasil, ela e os meninos se abrigam em uma pequena ilha com casas de palafita no Rio Amazonas. No local, eles encontram o pai (Enrique Diaz), que supostamente estava morto.
Dias e horários: quinta-feira (11), às 19h30 | sexta-feira (12), às 16h | sábado (13), às 18h05 | domingo (14) e quarta-feira (17), às 19h30 | terça-feira (16), às 16h15.

FAMÍLIA SUBMERSA
(ARG/BRA/ALE/NOR, 2018, 91min)
Gênero: Drama | Direção: Maria Alché| Elenco: Hugo Bentes, Diogo Doria, Leonor Silveira
Classificação etária: 12 anos
Sinopse: É verão em uma Buenos Aires vazia e abafada. O mundo de Marcela se estremece quando sua irmã morre e tudo se torna distante e pouco familiar. Enquanto vive o luto, ela terá que se desfazer dos pertences e do apartamento de sua irmã. Disposto a ajudar, Nacho, um jovem amigo de sua filha, entra em cena. Sua presença dá lugar a viagens e aventuras compartilhadas. Durante esses dias confusos, as pessoas e as conversas de outra época se interligarão, trazendo alguns autoquestionamentos a Marcela, à medida que a iminência da vida quotidiana entra em ação.
Dias e horários: quinta-feira (11) e quarta-feira (17), às 15h40 | sexta-feira (12) e domingo (14), às 17h45 | terça-feira (16), às 19h30.


AMA-SAN
(Japão, 2016, 112min)
Gênero: Documentário | Direção: Cláudia Varejão
Classificação etária: Livre
Sinopse: O documentário mostra a vida de mulheres que trabalham arriscando as suas próprias vidas. Elas mergulham enquanto a luz do meio-dia se infiltra pelos mares do Japão. Ao encher os pulmões de ar, elas se aventuram no fundo do mar em busca de ostras, algas e pérolas. Uma tarefa que acontece no Japão há mais de 2000 anos.
Dias e horários: quinta-feira (11) e quarta-feira (17), às 17h25 | sábado (13), às 16h.

SOBRE RODAS
(Brasil, 2017, 72min)
Gênero: Drama/Aventura
Classificação Etária: Livre
Sinopse: Lucas (Cauã Martins) é um menino que chega a uma nova escola depois de sofrer um acidente que o colocou em uma cadeira de rodas. Lá, ele se torna amigo de Laís (Lara Boldorini), uma colega de classe que sonha em conhecer o pai que a abandonou. Juntos, os dois iniciam uma jornada inesperada e decidem fugir de casa quando a jovem descobre o possível paradeiro do pai.
Dias e horários: sábado (13), domingo (14) e terça-feira (16), às 14h30.

AS FILHAS DO FOGO
(Argentina, 2019, 1h51min.)
Gênero: Drama, Erótico | Direção: Albertina Carri | Elenco: Cristina Banegas, Sofía Gala, Erica Rivas
Classificação etária: 18 anos
Sinopse: Insatisfeitas com suas próprias vidas, três mulheres independentes de meia-idade se encontram por acaso, bem longes de suas casas, e começam a se relacionar de maneira poliamorosa. Quando percebem que estão livres daquilo que acreditam ser regras sociais possessivas, elas decidem formar um grupo cujo propósito é libertar outras mulheres que estejam passando pelos mesmos problemas.
Dias e horários: sábado (13), às 19h50.

FEVEREIROS
(Brasil, 2017, 73min.)
Gênero: Documentário | Direção: Márcio Debellian
Classificação etária: Livre
Sinopse: A partir do vitorioso carnaval da Mangueira em homenagem a Maria Bethânia, o filme percorre uma viagem entre Rio e Bahia, acompanhando a cantora no universo familiar, festivo e religioso que inspirou o enredo.
Dias e horários: sexta-feira (12), às 19h30 | domingo (14), às 16h15 | terça-feira (16), às 18h.

< voltar para home