Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

AUDIOVISUAL

“Pendular”, “Entre Irmãs” e “Exodus” estreiam na programação do Cinema São Luiz

A programação do Cinema São Luiz está cheia de novidades: Entre Irmãs (2017), Pendular (2017), e Exodus – de onde eu vim não existe mais (2017) são os filmes que estreiam nesta semana no equipamento cultural.

Divulgação

Divulgação

Entre Irmãs conta a história de Luzia e Emília, duas irmãs que viverão destinos antagônicos em um período de grandes transformações políticas e sociais: o nordeste do país nos anos 20 e 30

Rodado em Pernambuco pelo diretor Breno Silveira, Entre Irmãs (2017) é baseado na obra A Costureira e o Cangaceiro, da autora pernambucana Frances de Pontes Peebles, e narra a saga emocionante e dramática de duas irmãs, Luzia e Emília, que viverão destinos antagônicos em um período de grandes transformações políticas e sociais: o nordeste do país nos anos 20 e 30.

No elenco, o longa traz Marjorie Estiano, como Emília, a jovem que sonha com um príncipe encantado e em se mudar para a capital, e Nanda Costa, como a corajosa Luzia, que faz a opção de seguir um violento grupo de cangaceiros. Criadas para serem costureiras, essas mulheres tecerão suas próprias histórias em cenário francamente adverso à afirmação feminina. Apesar de lutas, conquistas e derrocadas, as duas irmãs separadas pela distância e pelas escolhas, sempre cultivaram uma mesma certeza: sabiam que só podiam contar uma com a outra.

Entre Irmãs (2017), que só estreia no dia 12 de outubro nos cinemas brasileiros, terá uma sessão exclusiva só para convidados nesta sexta-feira (29), às 20h15, no Cinema São Luiz.

Divulgação

Divulgação

Pendular retrata a relação profissional e o caso de amor entre uma bailarina e um escritor

Dirigido pela cineasta brasileira Julia Murat, Pendular (2017) liga três formas de arte (audiovisual, escultura e dança) e narra a história de um jovem casal de artistas que moram em um galpão. De um lado, temos o ateliê de escultura dele (Rodrigo Bolzan), e do outro temos o estúdio de dança dela (Raquel Karro). Misturando sua intimidade amorosa com a arte, os dois vão perdendo a capacidade de distinguir as duas coisas. O roteiro se divide entre a rotina com os amigos, a relação a dois e no trabalho de ambos que parecem se construir e desconstruir em cena, combinando com o cenário do galpão, que tem seu eterno aspecto de “em obras”. E isso talvez seja o mais instigante do filme. Nada está pronto, nada está totalmente organizado, nada parece caber em fórmulas. Nem mesmo a tentativa de racionalizar as intenções, como em uma cena em que ele mostra as esculturas que está criando para um amigo crítico de arte.

Divulgação

Divulgação

As filmagens de Exodus passaram por diversos países como Sudão do Sul, Argélia, Congo, Mianmar, Cuba, Brasil e Alemanha e duraram cerca de dois anos

Com narração de Wagner Moura, Exodus – de onde eu vim não existe mais (2017) faz um retrato das dramáticas e íntimas histórias de refugiados de diferentes partes do mundo que tiveram de deixar suas casas por motivos distintos. O filme acompanha as jornadas de Napuli, Tarcha, Bruno, Dana, Nizar e Lahtow, e mostra o desenrolar de seus destinos diante de um mundo pautado por fronteiras abertas e fechadas.

“A pesquisa para o documentário Exodus, foi iniciada em 2008, quando fiz uma viagem ao continente africano, visitando o Senegal para fazer um documentário sobre os senegaleses e outros africanos que estavam embarcando em barcos clandestinos. Voltei ao Brasil e compartilhei minhas experiências com meus companheiros da O2 e foi daí que nasceu o interesse em fazer um documentário sobre um assunto que naquela época ainda era menos agudo do que hoje em dia. A ideia era fazer um documentário que abraça a dimensão global desse assunto”, explica o diretor Hank Levine.

Seguem ainda em cartaz no São Luiz os filmes: Glory (2016), As Duas Irenes (2017), Últimos Dias em Havana (2015) e Eva não Dorme (2015).

Com som e projeção digitais, o São Luiz é o cinema de rua mais moderno de Pernambuco, um equipamento público sob a gerência da Secult-PE e da Fundarpe. Os ingressos custam R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia). Às terças-feiras, os valores caem para R$ 6 e R$ 3, respectivamente.

Confira a programação completa abaixo:

Semana de 28 de setembro a 4 de outubro

PENDULAR
(Brasil/Argentina/França, 2017, 108min.)
Gênero: Drama | Direção: Júlia Murat | Elenco: Raquel Karro, Rodrigo Bolzan, Neto Machado
Classificação Etária: 18 anos
Sinopse: Em um galpão abandonado, um casal de artistas contemporâneos observa a arte, a performance e sua intimidade se misturarem. A partir de sequentes contradições, eles vão aos poucos perdendo sua capacidade de distinguir o que faz parte dos seus projetos artísticos e o que nada mais é que a relação amorosa, criando até mesmo um conflito com seu passado.
Dias e horários: quinta-feira (28), sábado (30) e terça-feira (3), às 20h | domingo (1º), às 18h05 | quarta-feira (4), às 16h10.

ENTRE IRMÃS
(Brasil, 2017, 160min.)
Gênero: Drama | Direção: Breno Silveira | Elenco: Marjorie Estiano, Nanda Costa, Julio Machado
Classificação Etária: Não informada
Sinopse: Nos anos 30, duas irmãs separadas pelo destino enfrentam o preconceito e o machismo, uma por parte da alta sociedade na cidade grande, e a outra de um grupo de renegados no interior. Apesar da distância, elas sabem que uma só tem a outra no mundo e cada uma, à sua maneira, vai se afirmar de forma surpreendente.
Dias e horários: sexta-feira (29), às 20h15 (sessão só para convidados).

EXODUS – de onde eu vim não existe mais
(Brasil/Alemanha, 2017, 95min.)
Gênero: Documentário | Direção: Hank Levine | Elenco: Jule Böwe, Wagner Moura
Classificação Etária: 12 anos
Sinopse: Acompanhando as jornadas de seis refugiados, Napuli, Tarcha, Bruno, Dana, Nizar e Lahtow, esta é uma observação sobre o estado do mundo frente à crise dos refugiados que se espalhou por todo o planeta, visto que cada vez mais pessoas deixam seus lares para fugirem de motivos diversos como guerras e epidemias, buscando um porto seguro para recomeçar suas vidas.
Dias e horários: domingo (1º), às 16h20.

GLORY
(Slava, Bulgária, 2016, 100min.)
Gênero: Drama | Direção: Kristina Grozeva, Petar Valchanov | Elenco: Margita Gosheva, Stefan Denolyubov, Ivan Savov
Classificação Etária: 12 anos
Sinopse: Tsanko Petrov encontrou uma grande quantia de dinheiro nos trilhos do trem, onde trabalha, e decidiu entregar tudo à polícia. Como recompensa, recebe um novo relógio de pulso, que logo para de funcionar. O problema é que Julia Staikova, chefe do departamento de relações públicas do Ministério dos Transportes, perdeu o antigo relógio de Petrov, fazendo com que ele inicie uma busca desenfreada pelo objeto.
Dias e horários: quinta-feira (28) e terça-feira (3), às 18h05 | sexta-feira (29), às 15h15 | domingo (1º), às 14h30.

AS DUAS IRENES
(Brasil, 2017, 89min.)
Gênero: Drama | Direção: Fábio Meira | Elenco: Priscila Bittencourt, Isabela Torres, Marco Ricca
Classificação Etária: 14 anos
Sinopse: Irene (Priscila Bittencourt) é a filha do meio de uma família tradicional do interior, que um dia descobre que o pai (Marco Ricca) tem uma filha fora do casamento, também chamada Irene (Isabela Torres) e da mesma idade que ela. Revoltada com a descoberta, Irene passa a se aproximar de sua meio-irmã e da mãe dela, sem revelar sua identidade. É o início de uma cumplicidade entre elas, que passa também pela descoberta da sexualidade.
Dias e horários: quinta-feira (28) e terça-feira (3), às 14h30 | sábado (30), às 16h10 | quarta-feira (4), às 18h15.

ÚLTIMOS DIAS EM HAVANA
(Últimos Días en la Habana, Espanha/Cuba, 2015, 92min.)
Gênero: Drama | Direção: Fernando Perez | Elenco: Patricio Wood, Jorge Martínez, Yailene Sierra
Classificação Etária: 14 anos
Sinopse: Havana, Cuba. Miguel (Patrício Wood) tem 45 anos e passa seus dias sonhando em finalmente conseguir o visto necessário para morar nos Estados Unidos. Ele trabalha como lavador de pratos e vive com outro homem, Diego (Jorge Martínez), portador de HIV e com quem tem uma ligação muito forte. Diego vê em Miguel uma base para permanecer de pé, mas a relação dos dois é abalada quando Miguel recebe uma carta da embaixada norte-americana.
Dias e horários: quinta-feira (28) e terça-feira (3), às 16h20 | sábado (30), às 18h05 | domingo (1º), às 20h10 | quarta-feira (4), às 20h.

EVA NÃO DORME
(Eva no Duerme, Argentina/Espanha/França, 2015, 87min)
Gênero: Drama | Direção: Paulo Aguero | Elenco: Gael García Bernal, Denis Lavant, Daniel Fanego
Classificação Etária: 12 anos
Sinopse: Em 1952, Evita Péron, a Primeira Dama da Argentina, morre de câncer, aos 33 anos de idade e seu corpo é embalsamado. Três anos depois, o presidente Juan Perón sofre um golpe de estado e o corpo de Evita é enviado para a Europa, com o intuito de apagar o legado dela da memória popular. Seu corpo então vira o centro de um confronto de poder que dura vinte e cinco anos.
Dias e horários: sexta-feira (29), às 17h10 | sábado (30) e quarta-feira (4), às 14h30.

< voltar para home