Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Carnaval 2020

Noite Para os Tambores Silenciosos convoca a paz para o Carnaval

Evento chega à sua 19ª edição na próxima segunda-feira (17) e conta com apoio do Governo de Pernambuco, por meio da Fundarpe.

Prefeitura de Olinda/Divulgação

Prefeitura de Olinda/Divulgação

Os Maracatus de Baque Solto são Patrimônios Imateriais do Brasil, segundo o Iphan

Na semana que antecede o Carnaval, acontece em frente à Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos a Noite Para os Tambores Silenciosos de Olinda. O evento profano e religioso chega à sua 19ª edição este ano e conta com apoio do Governo de Pernambuco, por meio da Secretaria Estadual de Cultura e Fundação de Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe). A celebração irá reunir dez nações de maracatu de baque-virado nesta segunda-feira (17), no Sítio Histórico olindense, a partir das 19h.

“Esta vai ser uma noite que também reforça a força da cultura popular do nosso estado através dos maracatus, Patrimônios Imateriais Culturais do Brasil, segundo o Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), e representados pelo Maracatu Leão Coroado, Patrimônio Vivo de Pernambuco que realiza a cerimônia”, comenta Marcelo Canuto, presidente da Fundarpe.

Divulgação

Divulgação

Patrimônio Vivo de Pernambuco, o Maracatu Leão Coroado é responsál pela cerimônia religiosa realizada após os cortejos

A Noite Para os Tambores Silenciosos surgiu a partir de uma obrigação religiosa dos maracatus olindenses e terá a participação dos grupos: Maracatu Leão Coroado, Maracatu Nação Camaleão, Maracatu Nação Badia, Maracatu Maracambuco, Maracatu Estrela de Olinda, Maracatu Nação Tigre, Maracatu Nação de Luanda, Maracatu Nação Pernambuco, Maracatu Reis Malunguinho. O Maracatu Sol Brilhante é o convidado especial desta edição.

A organização da 19ª Noite para os Tambores Silenciosos é feita por todos os grupos envolvidos e a celebração tem início com a concentração de dos maracatus nos Quatro Cantos do Sítio Histórico de Olinda, de onde todos seguem em cortejo pela rua e largo Amparo, com destino à Igreja de Nossa Senhora do Rosário dos Homens Pretos.

Prefeitura de Olinda/Divulgação

Prefeitura de Olinda/Divulgação

Todos os maracatus envolvidos na Noite participam da organização do evento

Durante a cerimônia, a frente da igreja é banhada de perfume e, em seguida,  às 0h, o rufar dos tambores se transforma em silêncio. Encerrado o ritual, é feita uma queima de fogos e os batuques retornam ao local.

< voltar para home