Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

CEPC/PE

Conselho Estadual de Política Cultural reúne-se em Caruaru

Encontro aconteceu nesta quarta-feira (11/03), no Museu do Barro, com a presença de diversos gestores, artistas, produtores culturais e fazedores de cultura da região.

PH Reinaux/Secult-PE

PH Reinaux/Secult-PE

O CEPC/PE é composto, de forma paritária, por 40 representantes, sendo 20 eleitos da Sociedade Civil, e outros 20 designados pelo Governo

O Conselho Estadual de Política Cultural de Pernambuco (CEPC/PE) realizou, nesta quarta-feira (11/03), uma inédita reunião ordinária em Caruaru. Essa é a primeira vez que os representantes do CEPC/PE se reúnem fora do Recife para tratar das políticas públicas voltadas para a cultura pernambucana. O encontro aconteceu no Museu do Barro de Caruaru (Mubac), equipamento cultural gerido pela Secretaria Estadual de Cultura (Secult-PE) e Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco (Fundarpe), e contou com a presença de diversos gestores, artistas, produtores culturais e fazedores de cultura da região.

Algumas pautas tratadas foram os avanços da implantação da política pública em Caruaru, através da criação do Conselho Municipal de Política Cultural de Caruaru; o audiovisual no Agreste e a Empresa Pernambucana de Comunicação / TV PE, de ampliar a cobertura durante o São João de Caruaru; e aprovação do parecer técnico da Convocatória de Ocupação de Pautas do Teatro Arraial Ariano Suassuna. A mesa foi formada pelo presidente do CEPC/PE, Jocimar Gonçalves, e pelo presidente da Fundação de Cultura e Turismo de Caruaru, Rubens Júnior.

PH Reinaux/Secult-PE

PH Reinaux/Secult-PE

Reunião contou com a presença de diversos gestores, artistas, produtores culturais e fazedores de cultura da região

O encontro contou com a presença de alguns Patrimônios Vivos de Caruaru, como João do Pife, Mestre Sebá e representantes do Boi Tira-Teima. No ano passado, a Prefeitura de Caruaru lançou um edital voltado para a seleção de mestres, mestras e grupos culturais que fazem parte da cultura popular caruaruense. O projeto foi inspirado no Registro do Patrimônio Vivo de Pernambuco, que está na sua décima quinta edição e com inscrições abertas até o próximo dia 20 de março.

Segundo Lívia Aguiar, conselheira de Artesanato do CEPC/PE, a escuta de cada região é importante porque apontará quais são as prioridades de cada lugar. “Nós conseguimos perceber a diferença que existe quando colocamos o pé na terra. Existe um Plano Estadual de Cultura que participamos e construímos, mas o desafio de construir é uma etapa, e o de executar é outra. Nós temos atribuições e tarefas a desenvolver, e ficamos felizes em ouvir que em Caruaru há avanços”, destacou.

PH Reinaux/Secult-PE

PH Reinaux/Secult-PE

A mesa foi formada pelo presidente do CEPC/PE, Jocimar Gonçalves, e pelo presidente da Fundação de Cultura e Turismo de Caruaru, Rubens Júnior

De acordo com Jocimar Gonçalves, Caruaru foi a primeira cidade a receber uma reunião descentralizada do CEPC/PE, “mas já existe um plano de trabalho para este ano com a previsão de outros três encontros. A expectativa é que a próxima seja realizada até julho, em Garanhuns”, revelou.

Silvana Meireles, secretária-executiva da Secult-PE, ressaltou a “importância da descentralização das reuniões do Conselho e da política de integração do Conselho Estadual com os municipais, fortalecendo a participação social nas decisões e no acompanhamento da política cultural”.

PH Reinaux/Secult-PE

PH Reinaux/Secult-PE

A expectativa é que a próxima reunião descentralizada seja realizada até julho, em Garanhuns

CEPC/PE - Instituído pela Lei nº 15.429, de 22 de dezembro 2014 e regulamentado pelo Decreto nº 41.777, de 27 de maio de 2015, o Conselho Estadual e Política Cultural de Pernambuco tem por finalidade proporcionar a participação democrática da sociedade no desenvolvimento de políticas, programas, projetos e ações conjuntas no campo da cultura, por meio da gestão compartilhada entre o Governo e a sociedade civil.

Composto, de forma paritária, por 40 representantes, sendo 20 eleitos da Sociedade Civil, e outros 20 designados pelo Governo, o Conselho Estadual de Política Cultural soma-se ao Conselho de Preservação do Patrimônio Cultural e ao Conselho do Audiovisual na construção de políticas públicas para Pernambuco.

PH Reinaux/Secult-PE

PH Reinaux/Secult-PE

Encontro foi realizado no Museu do Barro de Caruaru, localizado no Pátio de Eventos Luiz Gonzaga

Mubac – Um dos museus mais visitados de Pernambuco, o Museu do Barro de Caruaru está instalado ao lado do Pátio de Eventos Luiz Gonzaga, onde todos os anos concentram-se as comemorações do São João do município. O equipamento cultural está situado no Espaço Zé Caboclo, assim batizado em homenagem a um dos mais conhecidos artesãos do Alto do Moura.

PH Reinaux/Secult-PE

PH Reinaux/Secult-PE

O Mubac está situado no Espaço Zé Caboclo, assim batizado em homenagem a um dos mais conhecidos artesãos do Alto do Moura

O acervo do museu é composto por cerca de 2.300 peças, entre cerâmica utilitária, decorativa, figurativa e ex-votos. O espaço expositivo do museu está composto pelas seguintes salas: Ceramistas do Alto do Moura, Mestre Vitalino e sua família, Coleção Abelardo Rodrigues e Pinacoteca Luiza Maciel, que expõe telas de artistas de Caruaru retratando a cidade e suas tradições. Além disso, o museu conta com uma sala para exposições de curta duração e ações educativas.

Visite o Museu do Barro de Caruaru
Endereço: Praça Cel. José de Vasconcelos, 100, Centro – Caruaru
Visitação: Terça a sábado, das 8h às 17h | Domingo, das 9h às 13h
Telefone: (81) 3727.7839 | 3721.2545
Entrada: R$ 2,00 (inteira) e R$ 1,00 (meia)
E-mail: museudobarro@fundarpe.pe.gov.br
Chefe de unidade: Maria Amélia Campello

< voltar para home