Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Conselho de Preservação

Conselho de Preservação emite nota de pesar pelo falecimento do mestre Zé do Carmo

O Conselho Estadual de Preservação do Patrimônio Cultural de Pernambuco lamenta profundamente a morte do artesão e ceramista Zé do Carmo.

Filho de Goiana, Zé do Carmo iniciou suas atividades artísticas a partir dos 7 anos de idade, destacando-se na elaboração de peças em barro, que representavam personagens do cotidiano e do imaginário do Nordeste, ficando conhecido internacionalmente pelas esculturas de anjos cangaceiros. Uma importância que o fez ser reconhecido como Patrimônio Vivo do Estado de Pernambuco em 2005.

Assim, este Conselho expressa seus pêsames e condolências a todos que formam a família e o grupo de amigos de Zé do Carmo, na mesma medida que agradece ao Mestre todos os anos de vida dedicados à preservação da nossa Cultura e tradição.

Aramis Macêdo Leite Jr.
Presidente do Conselho Estadual de Preservação do Patrimônio Cultural de Pernambuco

< voltar para home