Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Cultura popular e artesanato

Agência Estadual de Meio Ambiente lança cartilha com orientações para festas juninas

CPRH/Divulgação

CPRH/Divulgação

A cartilha pode ser baixada gratuitamente no site da CPRH

Festas juninas diferentes, com isolamento social, sem fogueiras e sem fogos de artifícios. São medidas que devem ser adotadas por causa da Covid-19, mas também para proteger a vida dos animais silvestres. Para reforçar a orientação, o Governo do Estado, por meio da Agência Estadual de Meio Ambiente (CPRH), lançou nesta semana o livro digital, “Um balancê diferente”, com um poema alusivo ao momento.

“De acordo com as autoridades da área de saúde, as fogueiras e os fogos podem aumentar a quantidade de pessoas necessitadas de atendimento médico, seja por conta da fumaça ou em decorrência de queimaduras. Tem também a questão dos animais silvestres e o próprio desmatamento para a queima das árvores”, explicou o diretor-presidente da CPRH, Djalma Paes.

Na publicação, que está disponível no site da Agência (www.cprh.pe.gov.br), os personagens são animais que falam em favor de vidas humanas e também comentam sobre o próprio sofrimento: o desabrigo, por conta da derrubada das árvores, a fumaça das fogueiras e dos fogos. Estes, inclusive, provocam barulho que são terror à vida dos animais. Para acessar a publicação, clique aqui.

Sem fogos de artifícios e sem fogueiras, a alegria das festas juninas pode ser ao sabor das comidas típicas, com o som do forró e a esperança em dias melhores. “Sabemos que a tradição é muito forte. Porém, mais forte que o desejo de manter a tradição viva, deve ser a nossa decisão de viver bem. Não podemos esquecer que a Covid é uma realidade cruel e que cada pessoa é muito importante para combater o aumento da disseminação do vírus”, comentou Djalma Paes.

< voltar para home