Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Cultura popular e artesanato

Agremiações carnavalescas animam prévias gratuitas no Recife e em Olinda

Faltando aproximadamente um mês para o Carnaval, maracatus, afoxés, orquestras de frevo e até troças de bairro afinam o tom para a festa de Momo

Já é quente o clima das prévias de Carnaval no Recife e em Olinda. Nesta reta final, faltando pouco menos de 30 dias para a festa de Momo, diversos grupos intensificam seus ensaios, muitos deles abertos ao público e gratuitos. Em todos os cantos das cidades irmãs, maracatus, orquestras de frevo, afoxés, troças carnavalescas e outras brincadeiras já dão o tom das festividades que vão explodir oficialmente no Sábado de Zé Pereira.

Laís Domingues/Secult-PE

Laís Domingues/Secult-PE

Diversos grupos carnavalescos do Recife e Olinda estão nos últimos preparativos para o Carnaval 2017

Desde a última terça-feira (24), as Nações de Maracatus de Baque Virado, Patrimônios Imateriais do Brasil, iniciaram seus ensaios para o Carnaval do Recife. Ao todo, 13 Nações participarão da festa. Uma delas, a Nagô, por exemplo, é representada pelo Maracatu Raízes de Pai Adão, vinculado ao Terreiro de Pai Adão, o primeiro e até o momento o único terreiro de Candomblé protegido com o tombamento estadual, desde o ano de 1985.

Priscilla Buhr/Secult-PE

Priscilla Buhr/Secult-PE

Cortejo do Maracatu Raízes de Pai Adão no Recife

Segundo Itaiguara Felipe da Costa, presidente do maracatu, o ensaio na sede do grupo está marcado para o próximo sábado (28), com a participação do Vozes de Nagô. “Será um encontro voltado para a apresentação que vamos realizar durante a abertura do Carnaval do Recife, em homenagem ao mestre Naná Vasconcelos. Mas vamos também fazer ensaios abertos ao público todos os sábados e quartas-feiras até a chegada do Carnaval”, revela, destacando ainda que, ao todo, 250 brincantes devem sair nos desfiles. Confira aqui as datas dos ensaios dos outros grupos de maracatu.

Em Olinda, quem já colocou as ladeiras pra ferver com o frevo, também Patrimônio Imaterial do Brasil, foi a Orquestra de Frevo Henrique Dias, uma das mais antigas escolas de ensino musical da cidade. O grêmio musical, que iniciou as atividades em 1954 e realiza, até hoje, programas educacionais e de cultura, formou mais de dois mil músicos ao longo da sua história. Desde setembro do ano passado, o grêmio abre as portas para a realização dos ensaios dos diversos grupos que ali foram formados.

Divulgação

Divulgação

Fundada em 1954, a Orquestra de Frevo Henrique Dias está ensaiando todas as quintas, a partir das 20h, até o Carnaval

Atualmente, a Orquestra de Frevo Henrique Dias é regida pelo maestro Adriano Ferreira Pinto, mais conhecido como Maestro Babá, que a comanda há quatorze anos. “Lá na sede (localizada na Rua 13 de Maio, no Sítio Histórico de Olinda) acontecem ensaios abertos de orquestras de frevo de segunda a sexta, sempre às 20h. Uma delas, por exemplo, é a Orquestra do Maestro Oséas, que ensaia na sexta-feira. O momento da Orquestra Henrique Dias é toda quinta-feira. Inclusive nesta próxima, dia 26, iremos fazer um ensaio de marcha caminhando até o Guadalupe”, explica o maestro, que rege trinta músicos na orquestra e está animado para a sequência de apresentações durante a folia de momo. “Depois, da quarta pré-carnavalesca até o Bacalhau do Batata, na Quarta-de-Cinzas, a gente toca sem parar. Há dias em que temos três apresentações, é muito gás”, festeja.

Os blocos líricos também já estão nos acertos de marcha, como o Bloco da Saudade, um dos mais tradicionais de Pernambuco. Criado a partir de uma canção do célebre compositor de frevos pernambucanos, Edgard Moraes, o Bloco da Saudade surgiu e consolidou-se com a proposta de reviver os carnavais da primeira metade do século passado. “Nosso primeiro acerto de marcha será realizado na próxima sexta-feira (27), saindo de frente à AABB das Graças, e todo ano contamos com um público bastante cativo, pessoas de várias idades. Esses encontros vão se repetir toda sexta, até o dia 17 de fevereiro, quando acontece o grande baile”, comenta Izabel Cristina Bezerra, presidente da agremiação.

Rodrigo Pires/divulgação

Rodrigo Pires/divulgação

O Bloco da Saudade é um dos blocos líricos mais antigos de Pernambuco

Até hoje o bloco sai às Ruas do Recife e Olinda levando aos foliões marchas de bloco antigas e atuais, com o seu coral feminino e orquestra de pau e corda com as cores encarnado, azul e o branco. No Carnaval, ele desfila nos três dias de carnaval: domingo em Olinda, segunda e terça no Recife. Em Olinda, o bloco sai da Praça 12 de Março, enquanto no Recife os desfiles têm início na Praça Maciel Pinheiro. As saídas acontecem sempre à tarde, por volta das 16h.

Outro grupo que prepara seu bloco para sair às ruas no Carnaval é o Bloco Carnavalesco Lírico Cordas e Retalhos, fundado em 1998. Marcado para acontecer no sábado (28), às 16h, o acerto de marcha sairá do Restaurante Sabor de Pernambuco, na Rua da Guia, no Recife Antigo, com a presença da orquestra do bloco sob a regência do Maestro Edson Rodrigues. Este ano, a camisa traz como tema ‘A Pedra do Reino’, com arte de Romero de Andrade Lima.

Costa Neto/Secult-PE

Costa Neto/Secult-PE

Afoxé Omô Nilê Ogunjá

Vários afoxés também estão se preparando para a chegada do Carnaval. Um deles, o Afoxé Omô Nilê Ogunjá, foi no último domingo (22) até a Praça do Arsenal da Marinha, no Recife Antigo, para realizar um ensaio aberto ao público, acompanhado por um grande público. Com onze anos de história, o grupo artístico é formado por 30 integrantes e desenvolve um trabalho intrinsecamente ligado à comunidade do Ibura, tanto que o próximo ensaio aberto do afoxé está marcado para este domingo (29), às 15h, na Academia da Cidade da UR-01/Ibura. Outro grupo que segue com ensaios abertos é o Afoxé Oxum Pandá, que se reúne todos os domingos, às 15h, em frente ao Museu de Artes Afro-Brasil Rolando Toro, na Rua Mariz e Barros, no Recife Antigo.

Tássia Freitas/Divulgação

Tássia Freitas/Divulgação

Juvenil Silva é uma das atrações da Prévia do Bloco do Nada 2017

Há ainda opções de algumas prévias de blocos de rua alternativos, como a Prévia do Bloco do Nada 2017, que será realizada em frente à Bodega do Eduardo, na Zona Norte do Recife. A festa, que completa 15 anos e também será neste sábado (28/01), a partir das 12h, terá como atrações Juvenil Silva e banda, Stone Aged, Trio Quase Nada, Ugly Boys, Maracatu Cabralada e os DJ Pós (Melodia de Budega) e DJs convidados Pré, Soma, Renato L e Bahiano.

< voltar para home