Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Cultura popular e artesanato

Artesãos pernambucanos comercializam produções natalinas no Recife

Caminhão do Programa do Artesanato de Pernambuco (PAPE) fica na Praça do Derby até o domingo, 20/12.

Divulgação

Divulgação

Unidade móvel do PAPE

A unidade móvel do Programa do Artesanato de Pernambuco (PAPE) está estacionada até o próximo domingo (20) na Praça do Derby, na capital pernambucana. Nesta última edição do ano, a carreta está repleta de diversos artigos natalinos, produzidos por 85 artesãos pernambucanos ligados a 22 entidades representantes do segmento no Estado.

Com preços populares, que variam de R$ 5 a R$ 200, o público poderá adquirir desde árvores de Natal confeccionadas com material reciclável, até produtos decorativos, como presépios. Além de conferir uma grande opção de presentes como brinquedos e utensílios domésticos. O horário de funcionamento é das 9h às 20h.

De acordo com Aline Maria Albuquerque, voluntária do programa, as vendas estão sendo satisfatórias especialmente para as produções oferecidas a preços mais baixos. “Contávamos com uma queda nas vendas neste período, em virtude do momento difícil economicamente, mas a aceitação do público está bem abrangente, especialmente pelas utilidades que podem ser presentes para amigo secreto, lembrancinhas para crianças e acessórios como bolsas e carteiras artesanais. Outras ofertas mais voltadas para a decoração natalina, como luminárias, estão tendo uma ótima saída”, comemorou.

Divulgação

Algumas das opções disponíveis para presentes.

Para a artesã e educadora Rose Queiroz, que há mais de 30 anos se dedicada às produções artesanais em ciclos comemorativos, diversas utilidades podem ser adquiridas no local a um custo bem abaixo do mercado. “Temos porta-retratos produzidos com tampinhas de garrafas pet e madeira, além de outros itens com o tema natalino, como guirlandas e quadros decorativos, produzidos com em palhas e itens reaproveitáveis como CDs”, divulga Rose.

Divulgação

Divulgação

Rose Queiroz, artesã integrante da Acooperarte, de Abreu e Lima

Em 2015, a unidade móvel do PAPE já recebeu mais de 17 mil visitantes e obteve um faturamento de aproximadamente R$ 110 mil, com mais de oito mil peças vendidas. Gerando renda para 325 artesãos pernambucanos, que tiveram suas peças expostas, e ainda beneficiou 51 entidades ligadas ao artesanato, a carreta encerra o ano com mais de dois mil quilômetros percorridos em Pernambuco. A Unidade Móvel passou a circular pelo Estado em julho de 2010, quando foi criada pelo Centro de Artesanato de Pernambuco.

Serviço:
Unidade móvel do PAPE – Programa do Artesanato de Pernambuco
Local: Praça do Derby, nas proximidades do Banco Bradesco, área central do Recife
Período: de 13 a 20 de dezembro
Horário de funcionamento: das 9h às 20h

< voltar para home