Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Cultura popular e artesanato

Cultura afro-brasileira anima as terças-feiras no Pátio de São Pedro

Edições especiais, que começam nesta terça (31) e se repetem até o dia 7 de fevereiro, terão na programação maracatus, afoxés, cocos e outras atrações

Costa Neto/Secult-PE

Costa Neto/Secult-PE

O Afoxé Omô Nilê Ogunjá é um dos grupos culturais na programação das Terças Negras de Carnaval

Com a chegada do Carnaval, a Terça Negra vai dar ainda mais destaque aos ritmos da cultura afro-brasileira, tão presentes nas festas de Momo. Serão quatro edições especiais a partir desta terça (31) e que seguem até o dia 21 de fevereiro, sempre a partir das 20h e com acesso gratuito. O evento é realizado no Pátio de São Pedro, pelo Movimento Negro Unificado (MNU), em parceria com a Prefeitura do Recife.

Participam da programação as manifestações afro da capital pernambucana, como maracatus, cocos e afoxés, entre outras atrações. Quem dá início a programação nesta terça (31) são os tambores do Maracatu Nação Encanto do Pina, seguidos da Banda Afro Oba Nijé e do Coco das Estrelas. A noite encerra com o Afoxé Oba Iroko.

Divulgação

Divulgação

Nação do Maracatu Encanto do Pina

De acordo com Demir da Hora, representante do MNU, a programação foi montada com grupos culturais que participaram gratuitamente da Terça Negra em 2016. “Durante todo o ano passado essas agremiações se apresentaram no Pátio de São Pedro sem nenhum cachê. Agora eles vão ter uma oportunidade de serem remunerados. A gente faz isso todo ano, numa espécie de rodízio”, explica Demir da Hora.

Segundo Alzenide Simões, gestora do Núcleo de Cultura Afro-Brasileira da Prefeitura do Recife, “todos os grupos que estão na programação da Terça Negra de Carnaval participaram e tiveram a inscrição habilitada na Convocatória do Carnaval do Recife 2017”.

Demir da Hora ressalta a importância da Terça Negra para a manutenção dos grupos da cultura afro. “Antes estes grupos só se apresentavam durante o Carnaval e agora eles têm oportunidade de se apresentar durante todo o ano com este projeto”, explica o representante do MNU. A Terça Negra acontece há 17 anos, quinze deles no Pátio de São Pedro, com apoio da Prefeitura do Recife, que cede a estrutura para a realização do evento.

Ainda de acordo com Demir da Hora, em edições normais, a média de público da Terça Negra é de aproximadamente mil pessoas. “Mas como a edição é de Carnaval, a gente calcula uma média de três mil pessoas passando pelo local”, aposta. As edições especiais de Carnaval acontecem, além desta terça (31), nos dias 7, 14 e 21 de fevereiro.

Confira a programação da Terça Negra de Carnaval:

31 de janeiro
20h – Maracatu Nação Encanto do Pina
21h – Banda Afro Oba Nijé
22h – Coco das Estrelas
23h – Afoxé Obá Iroko

7 de fevereiro
20h – Maracatu Nação Leão da Campina
21h – Banda Afro Oju Obá
22h – Coco de Pareia
23h – Afoxé Exu Elegbará

14 de fevereiro
20h – Maracatu Nação Oxum Mirim
21h – Banda Afro Abé Odulofé
22h – Coco dos Pretos
23h – Afoxé Omo Nilê Ogunjá

21 de fevereiro
20h – Maracatu Nação Cambinda Africano
21h – Coco Bojo da Macaíba
22h – Maracatu Nação Almirante do Forte
23h – Afoxé Omo Badê

< voltar para home