Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Cultura popular e artesanato

Cultura lamenta a partida da pifeira pernambucana Zabé da Loca

A cultura brasileira perdeu a sua Rainha do Pífano. Perdemos Zabé da Loca. Nascida em Buíque, no agreste pernambucano, Izabel Marques da Silva mudou-se ainda adolescente para o Cariri Paraibano, onde ganhou notoriedade como exímia instrumentista. A artista merecedora da Ordem do Mérito Cultural (2008) faleceu ontem, 5 de agosto, na zona rural de Monteiro, aos 93 anos.

Reprodução

O nome artístico é o apelido que ganhou após passar 25 anos morando em uma gruta cavernosa com a família. Impedindo que sua história virasse apenas uma lenda e seu talento não fosse reconhecido, em 2003, aos 79 anos, Zabé da Loca gravou seu primeiro álbum autoral: Canto do semi-árido. O segundo disco, Bom Todo, veio em 2008 e lhe rendeu o troféu Revelação do Prêmio da Musica Brasileira.

Confira AQUI um vídeo no qual a rainha do pífano fala um pouco sobre sua trajetória e sua música, que permanece como um grande tesouro da nossa cultura popular.

< voltar para home