Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Cultura popular e artesanato

Encontro vai discutir Plano Setorial de Artesanato

Foto: Priscilla Buhr

No Recife, será realizado nesta quinta-feira (2), a partir das 8h30, no Teatro Arraial, o Encontro de Consulta Pública para a construção do Plano Setorial de Artesanato. O evento, que é organizado pela Comissão Setorial de Artesanato e possui o apoio da Coordenadoria de Artesanato da Secretaria de Cultura de Pernambuco, objetiva promover maior interação dos participantes no processo de finalização e execução do plano, previsto para ser lançado ainda em dezembro deste ano.

Reunindo artesãos e entidades representativas do segmento, como sindicatos e associações, serão debatidas propostas com representantes do Conselho Nacional de Cultura. A finalidade do encontro também é servir de escuta coletiva no Nordeste, tendo como recurso inovador, a participação à distância de interessados que não possam estar presentes no local, através da plataforma colaborativa http://culturadigital.br/plataformascolaborativas e do site www.culturadigital.br/artesanato, que servirão de canais para propor sugestões até o dia 9 de outubro, data de fechamento da sistematização.

De acordo com Vani Mariss, representante regional do Colegiado Setorial de Artesanato, serão abordados pontos já discutidos em Brasília e outras questões referentes ao formato estratégico que o Plano Setorial deverá possuir. “É uma oportunidade única para os participantes dessa consulta coletiva opinarem e debaterem suas dúvidas, porque precisamos definir o que servirá de complementação às políticas públicas a serem adotadas pelo Ministério da Cultura nos próximos anos”, explicou.

Para Nivaldo Jorge, representante estadual dos Artesãos e Artesãs de Pernambuco, o encontro é o momento de optar e também escutar os interessados na manutenção do plano, sendo um processo de construção com metas a serem atingidas pela categoria cultural. “Iremos trabalhar com as sugestões envolvendo o período que antecede o fechamento, através de metas até o ano de 2024. No decorrer desse período, o Plano Setorial de Artesanato terá revisões a cada dois anos, no intuito de melhorar as suas ações e manifestar o que ainda precisará ser modificado”, informou Nivaldo.

Segundo Breno Nascimento, assessor da Coordenadoria de Artesanato da Secult/PE, o Plano Setorial será incorporado ao Plano Nacional de Cultura, e por este motivo a participação efetiva de artesãos e demais entidades representativas, será de extrema importância para nortear as iniciativas e políticas públicas desta cultura.

Serviço:
Encontro para Consulta Pública Setorial de Artesanato
Data: 02/10
Horário: das 8h30 às 17h
Local: Teatro Arraial (Rua da Aurora, 457, bairro da Boa Vista, ao lado da Fundarpe, no Recife)
Aberto para artesãos e representantes de entidades do segmento

< voltar para home