Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Cultura popular e artesanato

Festival Coco de Roda Zumbi celebra Dia da Consciência Negra, em Olinda

As festividades começam às 17h, com do Afoxé Babá Orixalá FunFun, saindo da Praça do Carmo em direção ao Guadalupe

Foto: Jan Ribeiro

Foto: Jan Ribeiro

Grupo Coco de Umbigada, de Mãe Beth de Oxum, organiza e participa do festival

Nesta terça-feira (20), o bairro de Guadalupe é endereço da tradicional celebração do Dia da Consciência Negra. O 5º Festival Coco de Roda Zumbi Olinda levará para a Rua João de Lima (Beco da Macaíba), em Olinda, diversos artistas e grupos que representam manifestações da música negra, como o coco, o afoxé e o maracatu. A festa começa com um cortejo, às 17h, conduzido pelo afoxé Babá Orixalá FunFun, que sairá da Praça do Carmo em direção ao bairro do Guadalupe.

No momento em que chegar ao Beco da Macaíba, onde está a sede do Ponto de Cultura Coco de Umbigada, a festa continua com os grupos e artistas parceiros da celebração (a festa é realizada de modo independente e colaborativo por todos os grupos que participam). Estarão lá, Dona Glorinha do Coco, Mestre Zeca do Rolete, Batuketu, Maracatu Estrela Brilhante do Recife e Ednaldo Lima e Banda. Além, é claro, do Coco de Umbigada, conduzido por mãe Beth de Oxum, coquista que também é a responsável pelo evento.

“A gente está precisando se aquilombar, formar resistências. Zumbi dos Palmares foi livre, ele era inteligentíssimo, foi educado por um padre e o nome dado a ele é um título de guerra, de luta, porque ele era um negro que pensava estrategicamente como vencer o sistema dominante e opressor da época. É importantíssimo, hoje mais do que nunca, a gente fazer reverência a essas pessoas, como Zumbi, como Dandara, que resistiram e que continuam sendo uma referência para o povo negro”, diz mãe Beth de Oxum.

Ela conta que a seleção dos grupos que participam do festival, que é totalmente aberto ao público e gratuito, é feita a partir de uma curadoria do próprio Centro Cultural Coco de Umbigada. O evento conta com o apoio da Rádio Amnésia, Umbigada no AR, do Ilê Axé Oxum Karê, do Cineclube Macaíba e da Comunidade do Guadalupe.

“O festival nasceu com apoio, em 2014, mas hoje é feito de forma independente, então contamos com os grupos que são parceiros e que acreditam nesse processo colaborativo da produção dos artistas. Olinda é uma cidade negra, de terreiros, por isso é importante celebrar a consciência negra, reverberar esse projeto, dar voz aos quilombos, que também somos nós, para nos articularmos contra sistemas opressores”, diz a artista e produtora.

Serviço
5º Festival Coco de Roda Zumbi Olinda
Celebração da Consciência Negra
20 de Novembro de 2018
Cortejo – 17h, na Praça do Carmo em direção ao Guadalupe 0 Afoxé Babá Orixalá FunFun
Shows – A partir das 19h, no Beco da Macaíba
– Dona Glorinha do Coco
– Mestre Zeca do Rolete
– Batuketu
– Coco de Umbigada
– Maracatu Estrela Brilhante
– Ednaldo Lima e Banda

< voltar para home