Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Cultura popular e artesanato

Grupo Bongar lança o CD Ogum Iê!

O show acontece domingo (30) a partir das 17h na Comunidade Xambá, no bairro de São Benedito em Olinda. No dia 20 de maio o grupo se apresenta no Auditório do Ibirapuera, em São Paulo

Rennan Peixe

Rennan Peixe

O Grupo Bongar foi fundado em 2001 e é composto por jovens integrantes do terreiro Xambá

Um disco recheado de religiosidade, ancestralidade e tradição e com uma sonoridade contemporânea. Assim é o CD Ogum Iê!, que o Grupo Bongar lança no próximo dia 30 de abril, a partir das 17h, no Centro Cultural Grupo Bongar, na Comunidade Xambá, no bairro de São Benedito em Olinda, com patrocínio do Rumos Itaú Cultural. A Orkestra de Tambores da Xambá, formada por crianças e adolescentes da comunidade, e o Afoxé Omô Nilê Ogunjá farão os shows de abertura. No dia 20 de maio, o grupo irá lançar o disco no auditório do Ibirapuera em São Paulo.

O disco Ogum Iê! traz oito faixas, sendo sete composições de Guitinho da Xambá, e uma com toadas para os Orixás Exú e Ogum, cantadas pelo babalorixá Ivo da Xambá no Terreiro Xambá, durante o Toque de Oyá, em dezembro de 2016. “É um CD que foi pensado, criado em 2009, e que foi amadurecendo e sendo lapidado. É um disco que apresenta o Bongar, no palco, em um formato diferente do que o público está acostumado a ver o grupo em suas apresentações”, conta Marileide Alves, produtora do Bongar.

A concepção do repertório do disco busca levar o público a compreender o diálogo que o Bongar traz entre a criação tradicional e contemporânea da juventude de Terreiro. O disco tem produção musical do maestro baiano Letieres Leite, uma referência nacional no trabalho de interação da música tradicional de candomblé com a música erudita e formação musical de jovens. Os arranjos das composições foram construídos pelo maestro e os integrantes do Grupo Bongar, durante uma residência artística no Centro Cultural Grupo Bongar, em outubro do ano passado, na qual o músico fez uma imersão no cotidiano do povo xambá e na musicalidade do Bongar, oriunda do terreiro Xambá.

As músicas do disco são composições criadas pelo vocalista do Bongar, Guitinho da Xambá, a partir do cotidiano dos músicos do grupo em sua comunidade, especialmente durante os rituais religiosos. O CD Ogum Iê! traz a sonoridade dos tambores ancestrais do Terreiro Xambá unidos aos sons da flauta, do violão, do cavaquinho, do baixo, da guitarra, do trompete, do sax, do acordeon, do trombone e de elementos experimentais como latas, antena de TV e tonéis de metal, revelando a atmosfera sonora do orixá Ogum.

Ogum Iê! é um disco que transmite a capacidade dos jovens do terreiro Xambá em transformar seus elementos tradicionais, sem perder referências culturais, garantindo a manutenção dos mais jovens com suas tradições de uma forma ressignificada”, explica Guitinho. “Este CD não é apenas um registro fonográfico, mas um projeto de preservação e valorização da criatividade musical desenvolvida pelos jovens do Grupo Bongar. É um disco que carrega o sentimento da valorização da música negra desenvolvida pela juventude de terreiro de candomblé, conectada a um diálogo entre a tradição e a ressignificação das periferias do Brasil”, completa o músico.

O CD traz participações de vários músicos: Julio Fejuca (violão e cavaquinho), Gabriel Levy (Acordeon), Letieres Leite (flautas), Gabriel da Xambá (percussão), Bruno Giorgi (guitarra, bandolim e baixo) e os músicos da Orkestra Rumpilezz: André Becker (sax alto e sax barítono), Guiga Scott e Rudney Machado (trompete) e Gilmar Chaves (trombone). Quem também participou da gravação e estará do show de lançamento é o garoto Gabriel da Xambá, de apenas 12 anos.

A ideia do CD Ogum Iê! nasceu em 2009, quando o vocalista do Bongar, Guitinho da Xambá, resolveu fazer um disco todo em homenagem ao seu Orixá Ogum. Em 2015, o Bongar inscreveu o projeto no Edital Rumos Itaú Cultural. Aprovado no Rumos, o disco começou a ganhar forma em julho de 2016, com a visita do maestro Letieres Leite, convidado pelo grupo para fazer a produção musical do disco, junto com produtores do Rumos Itaú Cultural que visitaram o Terreiro Xambá e a comunidade para conhecer de perto o trabalho realizado pelo Bongar em sua localidade. Em outubro, o grupo realizou uma residência artística com o maestro Letieres Leite para elaboração dos arranjos das sete faixas do disco, compostas por Guitinho.

A gravação do disco ocorreu em novembro de 2016, no Estúdio Cachuera!, em São Paulo, com a participação de alguns músicos convidados, entre eles o próprio maestro Letieres. A captação do toque no Terreiro Xambá foi realizada pelo Estúdio Carranca (PE).

Grupo Bongar – Fundado em 2001, o Grupo Bongar é composto por jovens integrantes do terreiro Xambá, do Quilombo do Portão do Gelo em Olinda. Tem como propósito levar aos palcos a tradicional Festa do Coco da Xambá, realizada na comunidade há mais de 40 anos. O grupo também é ligado ao Ponto de Cultura Um Quilombo Cultural Grupo Bongar: Jovens da Comunidade Xambá. Já se apresentou e ministrou oficinas em diversas cidades do Brasil, na Europa e em Cabo Verde, na África.

Serviço
Lançamento do CD Ogum Iê! do Grupo Bongar
Quando: Domingo, 30 de abril, das 17h às 21h30
Quanto: R$ 10 (inteira) – R$ 5 (meia entrada para estudantes, idosos e crianças de sete a 12 anos)
Local: Centro Cultural Grupo Bongar – Comunidade Xambá – Rua Severina Paraíso da Silva, 65 – São Benedito – Olinda
Ingressos: https://www.sympla.com.br/lancamento-do-cd-ogum-ie__126281
e no Centro Cultural Grupo Bongar
Página do evento no Facebook: https://www.facebook.com/events/207890633026906/

< voltar para home