Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Cultura popular e artesanato

Nota de Pesar – Mestre Pacheco Cantador

A Secretaria de Cultura de Pernambuco e a Fundação do Patrimônio Histórico e Artístico de Pernambuco lamentam a morte do Mestre Pacheco Cantador. Nome de destaque do Coco em Olinda, ele faleceu nesta quinta-feira (2). Jairo da Silva Dornellas tinha 52 anos e construiu uma trajetória que o fez referência no ritmo pernambucano. Cantor e compositor de coco de roda, foi figura atuante no Brasil e na Europa, onde vivei por 12 anos divulgando a cultura pernambucana, principalmente divulgando o coco e capoeira, de que também era mestre.

Os primeiros contatos com a música se deram com sua mãe, que ninava o filho com as canções, influenciada pelo pai, Joaquim Amaro, que também era mestre cantador.

Mestre Pacheco desenvolveu seu estilo característico do coco praiano olindense, de ritmo forte, poesias recheadas de relatos da vida no mar. Gravou seu primeiro álbum em 1998. Em 2004, fundou o “Coco do Reino” em Londres e, no ano seguinte, registrou seu trabalho no segundo disco “Olinda to London”. No mesmo ano, apresentou seu show no Glastonbury Festival, o maior festival da Inglaterra, com o concerto “Coco de Roda e Maracatu”.

< voltar para home