Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Cultura popular e artesanato

Sambada de Coco anima o domingo em Itamaracá

Sétima edição do "Tem Coco na Ilha" promove encontro entre coquistas ilustres

Dona Anjinha do Coco e Mestra Totinha são as atrações especiais da sétima edição do “Tem Coco na Ilha”, movimento cultural à beira-mar de Itamaracá. A animação é neste domingo, 25 de março, a partir das 14h, na Praia do Pilar.  Com o objetivo de manter viva a brincadeira e promover intercâmbio entre artistas da região, o movimento vai agregar ainda o carimbó do Grupo Cultural Maria Vicencia, de Abreu e Lima; e o Coco Pisado de Igarassu.

Saiba mais sobre as mestras coquistas:

Dona Anjinha do Coco

Divulgação

Divulgação

Anjinha do Coco

Maria Marcelina Rego de Barros, Anjinha como é conhecida, nasceu em Goiana no dia 02 de Agosto de 1928, e chegou à Ilha de Itamaracá aos 20 anos, em busca de seus familiares. Em 2009, no terreiro da sua casa, Anjinha gravou seu primeiro CD com cerca de 80 sambas puxados em apenas uma uma hora. A mestra já se apresentou em diversos lugarejos da Ilha e também em João Pessoa-PB.

Mestra Totinha

Divulgação

Divulgação

Mestra Totinha

Itamaracaense compositora de coco, ciranda, pastoril e outros gêneros mais populares. Iniciou no canto ainda aos oito anos de idade, sob a influência de seu pai e de Mestre Baracho. Em sua casa, no bairro do Pantanal, promove encontros culturais e sambadas abertas ao público.

A sambada acontece das 14h às 18h, na Colônia dos Pescadores de Itamaracá, na Praia do Pilar e é aberto ao público.

SERVIÇO

7ª Sambada TEM COCO NA ILHA
Domingo, 25 de março | Das 14 às 18h
Local: Colônia dos Pescadores de Itamaracá | Praia do Pilar

Apresentações:

Dona Anjinha do Coco  (Itamaracá)
Grupo Cultural Maria Vicencia (Abreu e Lima)
Mestra Totinha (Itamaracá)
Coco Pisado (Igarassu)
+ microfone aberto

 

< voltar para home