Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Economia Criativa

Espaço CEÇA reabre no Recife com exposições e shows musicais

Ambiente criativo realiza evento de abertura neste sábado (15), a partir das 14h, com entrada aberta ao público

Divulgação

Divulgação

Espaço fica localizado num imóvel na Rua da Conceição, conhecida pelos seus móveis de escritório e antiquários

O ambiente criativo CEÇA reabre no Recife com um novo espaço no bairro da Boa Vista. No próximo sábado (15), a partir das 14h, o local localizado na Av. Manoel Borba, número 339, abre suas portas para receber amigos e parceiros que fizeram parte dessa construção, além de fazer um convite àqueles que pretendam contribuir com a ideia – direcionada na valorização da economia criativa. Na programação, exposições, palestras e apresentações musicais. A entrada é aberta ao público.

O sonho nasceu a partir de um curso de criação colaborativa de projetos – Dragon Dreaming, e não demorou pra se materializar num imóvel na Rua da Conceição, conhecida pelos seus móveis de escritório e antiquários. No espaço, foram realizadas diversas ações que foram desde noites de jazz conduzidas por Amaro Freitas Trio e Leo Lira Trio, bem como exposições do artista Mandíbula Ink, mestre das nanquins, e dos traços orgânicos de Priscila Lins.

Divulgação

Divulgação

De acordo com Artur Braga, um dos gestores da CEÇA, a abertura da casa acontece diante de um processo de constantes experimentações que se relacionam diretamente com a cidade

Com a abertura da exposição Peso em Dobro, do coletivo ColaRato, e a instalação Ternomente Preso, de Iagor Peres, outras atividades compõem a programação desse sábado (15). CEÇA (uma brincadeira com o nome da sua rua de origem) promoverá ainda uma mesa redonda sobre Cultura, Cidadania e Colaboração, com a participação de Renata Gamelo, Claudio Nascimento e Leonardo Cisneiros, e terá apresentação do projeto Fino Drão, composto pelos músicos Daniel Fino e Diego Drão – com participações especiais do instrumentista Henrique Albino e da bailarina Maria Flor.

De acordo com Artur Braga, um dos gestores da CEÇA, a abertura da casa acontece diante de um processo de constantes experimentações que se relacionam diretamente com a cidade. “Esses experimentos são importantes pra validar novas formas de fazer cultura, novos modelos de geri-la, e até mesmo de financiá-la, articulando suas mais diversas linguagens em torno de um ponto comum, uma cultura emancipatória, livre e aberta”.

Ainda segundo o gestor da CEÇA, no próximo dia 26 de julho o pesquisador de cultura livre, Leo Foletto, estará no local para falar sobre cultura livre e novas formas de (con)viver. “Além disso, em agosto teremos uma agenda de oficinas e atividades de mentoria pra empreendedores criativos”, revela.

Serviço
Abertura do CEÇA
Sábado (15) | 14h
CEÇA – Av. Manoel Borba, 339, Boa Vista
Gratuito

PROGRAMAÇÃO:
14h – Abertura da Casa
Exposição: ‘Bruto em dobro’ do coletivo Cola Rato
Instalação: Ternomente Preso por Iagor Peres
15h – Apresentação da CEÇA
16h – Mesa Redonda: Cultura, Colaboração e Cidadania com: Renata Gamelo, Claudio Nascimento e Leonardo Cisneiros.
17h – O processo criativo do Coletivo Cola Rato
18h – Fino Drão (Part. Henrique Albino e Maria Flor)

< voltar para home