Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Economia Criativa

Pernambuco Criativo finaliza sua primeira ação itinerante em Camaragibe

Oficina de Iniciação para Técnicos de Som que aconteceu no município de Camaragibe é a primeira ação itinerante do Programa Pernambuco Criativo

Por Clara Albuquerque

 

Na tarde desta segunda-feira (05), finalizou a Oficina de Iniciação para Técnicos de Som, uma realização do Programa Pernambuco Criativo. A ação aconteceu na Escola José Collier, que fica no bairro Vila da Fábrica em Camaragibe, e foi ministrada pelo produtor e técnico de som Marcílio Moura. A oficina teve por objetivo iniciar os participantes na compreensão das principais ferramentas utilizadas em produções de áudios profissionais.

Foto Jan Ribeiro

Foto Jan Ribeiro

Após a abertura do primeiro dia do evento, realizada por representantes da Fundarpe, onde os presentes foram informados sobre o que é e como funciona o Programa bem como as principais ferramentas de comunicação para acompanhar as atividades, Marcílio, que tem vinte anos de profissão, apresentou-se e contou um pouco de sua experiência com áudio profissional. “Comecei carregando instrumentos e equipamentos de som e posso dizer uma coisa para quem pretende começar a trabalhar com isso: áudio é algo que está no sangue, como uma semente plantada”, diz ele.

Durante os três dias do encontro, iniciado semana passada, a conversa seguiu para que todos se conhecessem, com o propósito de entender os anseios de cada participante. “A ideia é a gente trocar informações. Espero que eu tenha contribuído com o que eu sei e vivenciei nesta área”, diz Marcílio. Munido de instrumentos técnicos para demonstrações, como gravadores de som e microfones, além de material audiovisual, o ministrante falou sobre a história do áudio e o conceito de som, perpassando por alguns componentes teóricos da Física e da Acústica. A partir das invenções do cientista, inventor e fundador da companhia telefónica Bell, Alexander Graham Bell, ele remontou a cronologia dos formatos de gravação desde o gravador de rolo até o sistema digital. “Se levarmos em consideração que o gravador de rolo foi criado em 1948 e substituído em 1998, veremos que a evolução do áudio foi muito rápida”, afirmou Marcilio.

A oficina seguiu com muita interação do público. O ator e poeta Alisson Fernando Macedo da Silva disse ter achado a atividade interessante. “Ele fez com que todas as informações viessem até nós de maneira muito dinâmica, esclarecendo os detalhes. Só o primeiro dia já tirou muitas dúvidas minhas e acredito que irá me ajudar com os projetos dos quais faço parte”, diz ele. s participantes ainda tiveram a oportunidade de manusear uma mesa de som profissional Yamaha no modelo LS9.

Foto Jan Ribeiro

Foto Jan Ribeiro

A Oficina de Iniciação para Técnicos de Som começou no dia 30 de maio e finalizou nesta segunda-feira, 05. A atividade faz parte da ação Pernambuco Criativo Itinerante, que pretende levar palestras e ações de formação em consonância com a área de Economia Criativa para outros municípios do Estado de Pernambuco.

 

 

< voltar para home