Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Espaços culturais

Cinema São Luiz recebe festival Animage, importante vitrine da animação

A décima edição da mostra acontece entre 11 e 20 de outubro e traz uma programação variada, distribuída ainda pela Caixa Cultural Recife e Cinema da Fundação Derby

Divulgação

Divulgação

Cinema São Luiz receberá parte da programação do Animage.

Faz 10 anos que Recife está diretamente conectada com a produção internacional contemporânea da arte da animação. O Animage – Festival Internacional de Animação de Pernambuco chega à sua 10ª edição atualizando o público com os melhores curtas e longas-metragens lançados no mundo a cada ano. Entre 11 e 20 de outubro, o Cinema São Luiz, equipamento cultural gerenciado pela Secult-PE/Fundarpe, receberá sessões da mostra, que será exibida também em salas da Caixa Cultural Recife e Cinema da Fundação, no Derby. Confira a programação detalhada das sessões aqui.

A cada edição, a programação reforça a produção autoral e consolida uma identidade própria com ênfase na originalidade que se evidencia na Mostra Competitiva de curtas-metragens e estende pelas Mostras e Sessões Especiais de curtas e longas.

“A maioria dos filmes oferecidos na programação nunca chegaria à cidade se não fosse o festival, que oferece momentos de diversão e reflexão para plateias de todas as idades, além de promover intercâmbios artísticos com oficinas e atividades de formação. Artistas consagrados e revelações, que depois se tornaram grandes nomes, passaram pelo festival ao longo de uma década. O Animage sintoniza-se com a vanguarda artística e ao mesmo tempo resgata clássicos de riqueza inesgotável”, comenta Júlio Cavani, curador do festival.

Grandes profissionais da animação são convidados para participar do Animage. Neste ano, estarão presentes Bruno Collet, premiado diretor e cenógrafo francês com quase 30 anos de carreira, que apresentará seu curta Mémorable na Mostra Competitiva e também a mostra especial com seus filmes.

Da Alemanha, a convidada é Kiana Naghshineh, diretora formada na conceituada Escola Filmakademie Baden – Württemberg, que ministrará uma oficina e também apresentará uma mostra com seus curtas. Ambos conversam com o público após as sessões. De Pernambuco, Chia Beloto, Marila Catuária e Bruno Cabús ministrarão oficinas que serão realizadas na Caixa Cultural Recife.

Divulgação

Divulgação

Meu Amigo Tororó é um dos destaques da mostra de animação.

MOSTRA COMPETITIVA – Este ano o festival recebeu mais de 800 inscrições, das quais foram selecionados 78 curtas-metragens de 30 países, com técnicas de animação variadas (acesse aqui a lista de filmes). Uma das importantes características do Animage é a presença expressiva de longas-metragens inéditos no Brasil em sua programação. Este ano, também compõe a lista o clássico Meu Amigo Totoro, que o festival resgata após 30 anos do seu lançamento no Brasil.

O longa Les Hirondelles de Kaboul, de Zabou Breitman e Eléa Gobbé-Mévellec (França, Luxemburgo, Suíça, 2019, 75′), será exibido na tradicional sessão de abertura do Animage no Cine São Luiz. Filme poético e comovente, fala sobre a ocupação de Cabul pelo Talibã, uma adaptação do romance homônimo de Yasmina Khadra. O filme participou da mostra Un Certain Regard do Festival de Cannes.

Ainda explorando a produção francesa, Zero Impunity, de Nicolas Blies, Stéphane Hueber-Blies e Denis Lambert (França, Luxemburgo, 2019, 90′), em linguagem documental, o filme mostra como a violência sexual é encoberta por diversos governos, principalmente em contextos de guerra.

Do cinema de animação americano, este ano o Animage apresenta My Entire High School Sinking Into the Sea, de Dash Shaw (EUA, 2016, 76′), o longa mostra a técnica artesanal usada pelo diretor, consagrado quadrinista americano, que concorreu ao Leão de Ouro no Festival de Veneza e traz vozes de artistas como Susan Sarandon, Jason Schwartzman, Lena Dunham e Reggie Watts.

Já Tux and Fanny, de Albert Birney (EUA, 2019, 82′), um filme que faz uma combinação entre filosofia e ironia ao contar uma história com recursos visuais minimalistas e gráficos pixelados 2D lo-fi, que lembram os jogos do videogame Atari. É o desdobramento de uma série desenvolvida no instagram por Birney.

Também entre os longas, Psiconautas, Los Niños Olvidados, de Alberto Vázquez & Pedro Rivero (Espanha, 2015, 76′), é uma bela obra sobre a dor e a morte numa sociedade decadente em um mundo pós-apocalíptico. O filme foi o vencedor dos prêmios Goya e Platino de Melhor Animação em 2017.

E completando a seleção, para celebrar estes 10 anos de Animage, um grande clássico do cinema da animação japonesa está presente na programação. Meu Amigo Totoro, escrito e dirigido pelo celebrado Hayao Miyazaki (Japão, 1988, 86′), será exibido em comemoração aos 30 anos de sua criação no Studio Ghibli. Um filme singelo que mistura realidade e fantasia no interior do Japão, e que facilmente encanta adultos e crianças.

Locais:

CAIXA Cultural Recife
Av. Alfredo Lisboa, 505 – Bairro do Recife
Telefone: (81) 3425-1915

Cine São Luiz
R. da Aurora, 175 – Boa Vista, Recife
Telefone: (81) 3184-3157

Cinema da Fundação - Derby
Rua Henrique Dias, 609 – Derby
Telefone: (81) 3073-6420

< voltar para home