Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Espaços culturais

Drama sobre perseguição à comunidade judaica estreia no Cinema São Luiz

“Sefarad” vem com legenda para facilitar a compreensão do sotaque de Portugal. Programação completa inclui mais cinco filmes em cartaz até quarta-feira (4/12)

Divulgação

Divulgação

“Sefarad” se vale do registro histórico para atrair público interessado no drama dos judeus

O Cinema São Luiz, equipamento cultural gerenciado pela Secult-PE/Fundarpe, recebe nesta semana a estreia de “Sefarad”, drama português sobre a perseguição sofrida pela comunidade judaica no passado, em Portugal. O filme de época vem com legenda para ajudar o público a compreender o sotaque dos atores, o que nem sempre é fácil para brasileiros. A agenda da semana segue com “A Vida Invisível”, “Recife Assombrado”, “Azougue Nazaré”, “Diz a Ela Que Me Viu Chorar” e o já veterano “Bacurau”.

O diretor Luís Ismael utiliza uma história em particular para abordar a perseguição aos judeus em Portugal, iniciada no século 15 pelo rei D. Manuel. Sefarad se concentra no esforço dos judeus, 400 anos depois, para construir uma sinagoga. Idealizado pela própria Comunidade Judaica do Porto, em Portugal, o longa-metragem foi executado com poucos recursos. Porém, se vale do registro histórico para atrair espectadores. Considerando que o Recife é a sede da primeira sinagoga das Américas, é pertinente que o filme entre para a agenda do Cinema São Luiz.

Com som e projeção digitais, o São Luiz é o cinema de rua mais moderno de Pernambuco. Os ingressos custam R$ 10 (inteira) e R$ 5 (meia-entrada). Às terças-feiras, os valores caem para R$ 6 (inteira) e R$ 3 (meia-entrada), respectivamente. Não há exibições às segundas-feiras.

Confira abaixo a programação completa:

SEMANA DE 28 DE NOVEMBRO A 4 DE DEZEMBRO


SEFARAD
(Portugal, 2019, 90 minutos, LEGENDADO)
Gênero: Drama | Direção: Luís Ismael | Elenco: Rodrigo Santos, Jorge Mota, Teresa Chaves
Classificação Etária: 12 anos
Sinopse: Em 1496, o rei D. Manuel proibiu o judaísmo e, por este motivo, a religião desaparece do país. 400 anos depois, Barros Basto (Rodrigo Santos), capitão do exército português, foi convertido ao judaísmo, e cerca de vinte comerciantes judeus fundaram a Comunidade Judaica do Porto, no norte de Portugal.
Dias e horários: quinta-feira (28): 20h | sexta-feira (29): 17h45 | sábado (30): 14h10 | domingo (1/12): 16h35 | quarta-feira (4/12): 16h05


RECIFE ASSOMBRADO
(Brasil, 2019, 101 minutos)
Gênero: Suspente/Terror | Direção: Adriano Portela | Elenco: Daniel Rocha, Pedro Malta, Márcio Fecher, Rhaisa Batista, Rayza Alcântara e Germano Haiut
Classificação Etária: 16 anos
Sinopse: O longa conta a história de Hermano, que, diante do desaparecimento misterioso do irmão Vinícius, volta ao Recife depois de 20 anos. Nesta jornada, ele enfrenta problemas relacionados ao passado da família e descobre uma cidade que, ao anoitecer, se torna sobrenatural e ameaçadora – cheia de assombrações como a Velhinha da Caxangá, a Galega de Santo Amaro e lugares assombrados, como a Cruz do Patrão.
Dias e horários: quinta-feira (28): 15h30| sábado (30): 15h55 | domingo (1/12): 20h terça-feira (3/12): 17h35 | quarta-feira (4/12): 14h10


A VIDA INVISÍVEL
(Brasil, 2019, 139 minutos)
Gênero: Drama/FicçãO | Direção: Karim Aïnouz | Elenco: Carol Duarte, Julia Stockler, Gregório Duvivier
Classificação Etária: 16 anos
Sinopse: Rio de Janeiro, década de 1940. Eurídice (Carol Duarte) é uma jovem talentosa, mas bastante introvertida. Guida (Julia Stockler) é sua irmã mais velha, e o oposto de seu temperamento em relação ao convívio social. Ambas vivem em um rígido regime patriarcal, o que faz com que trilhem caminhos distintos: Guida decide fugir de casa com o namorado, enquanto Eurídice se esforça para se tornar uma musicista, ao mesmo tempo em que precisa lidar com as responsabilidades da vida adulta e um casamento sem amor com Antenor (Gregório Duvivier).Dias e horários: quinta-feira (28): 17h25| sexta-feira (29): 19h30| sábado (30): 19h30| domingo (1/12): 14h | terça-feira (3/12): 19h30

AZOUGUE NAZARÉ
(Brasil, 2018, 82 minutos)
Gênero: Drama | Direção: Tiago Melo | Elenco: Valmir do Côco, Mestre Barachinha, Ananias de Caldas, Joana Gatis
Classificação Etária: 14 anos
Sinopse: Num imenso canavial que parece não ter fim, o vento forma ondas na cana-de-açúcar, como se fosse o mar. Um Pai de Santo pratica um ritual religioso com cinco caboclos de lança. Os caboclos ganham poderes, incorporam entidades e desaparecem. A cidade de Nazaré da Mata testemunha acontecimentos misteriosos. Fenômenos sobrenaturais assombram a cidade, deixando a população em sobressalto. Numa casa isolada, no meio do canavial, moram o casal Catita e Irmã Darlene. Catita esconde de sua esposa que participa do Maracatu. Darlene é fiel da igreja do Pastor Barachinha, um antigo mestre de maracatu convertido à religião evangélica, que se vê na missão de expulsar o demônio do Maracatu, evangelizando toda a cidade. Irmã Darlene descobre que Catita está envolvido com o Maracatu e o obriga a seguir os passos do Pastor Barachinha e se converter ao evangelismo.
Dias e horários: sexta-feira (29): 16h35| sábado (30): 17h50| domingo (1/12): 18h20| terça-feira (3/12): 15h55


DIZ A ELA QUE ME VIU CHORAR
(Brasil, 2018, 83 minutos)
Gênero: Documentário | Direção: Maíra Bühler | Elenco: Valmir do Côco, Mestre Barachinha, Ananias de Caldas, Joana Gatis
Classificação Etária: 16 anos
Sinopse: Por mais que suas trajetórias possam ter sido diferentes, o destino de todos eles, até então, é o mesmo: ser refém do próprio vício. Confinados em um prédio localizado em São Paulo, um grupo de viciados em crack luta para reconstruir a própria vida enquanto passa pela difícil fase da desintoxicação. Enquanto alguns encaram a situação com bom humor e otimismo, outros já viram dias melhores.
Dias e horários:  terça-feira (3/12): 14h15 | quarta-feira (4/12): 17h50


BACURAU
(Brasil, 2019, 132 minutos)
Gênero: Drama/Ficção Científica/Mistério | Direção: Kleber Mendonça Filho e Juliano Dornelles | Elenco: Sonia Braga, Barbara Colen, Silvério Pereira, Udo Kier
Classificação Etária: 16 anos
Sinopse: Pouco após a morte de dona Carmelita, aos 94 anos, os moradores de um pequeno povoado localizado no sertão brasileiro, chamado Bacurau, descobrem que a comunidade não consta mais em qualquer mapa. Aos poucos, percebem algo estranho na região: enquanto drones passeiam pelos céus, estrangeiros chegam à cidade pela primeira vez. Quando carros se tornam vítimas de tiros e cadáveres começam a aparecer, Teresa (Bárbara Colen), Domingas (Sônia Braga), Acácio (Thomas Aquino), Plínio (Wilson Rabelo), Lunga (Silvero Pereira) e outros habitantes chegam à conclusão de que estão sendo atacados. Falta identificar o inimigo e criar coletivamente um meio de defesa.
Dias e horários:  sexta-feira (29): 14h10 | quarta-feira (4/12): 19h30

< voltar para home