Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Espaços culturais

Em Triunfo tem circo, dança e teatro para todos

Quem estiver na cidade de Triunfo, nos próximos três dias, tem agenda garantida para aproveitar bons espetáculos de circo, dança e teatro. A programação de Artes Cênicas do Festival Pernambuco Nação Cultural (FPNC) - Sertão do Pajeú levará, de hoje (30) até sexta (1º), produções do estado. Sempre às 16h, no Cine Theatro Guarany. Na grade do festival, estão os espetáculos “Los Mascates excentricos” (30), “Jogo coreográfico” (31) e “Haru – A Primavera do aprendiz” (1º).

Costa Neto/Secult-PE

Costa Neto/Secult-PE

“Los Mascates excentricos”, do Circo da Trindade abre a programação de Artes Cênicas, nesta quarta (30)

Abrindo a programação, nesta quarta (30), o espetáculo “Los mascates excentricos”. Dirigido por Rafael Barreiros, a apresentação é uma homenagem do Circo da Trindade a todas as expressões circenses tradicionais e faz a fusão de números clássicos com elementos do circo e teatro, deixando por onde passa um rastro de poesia e gargalhadas

Na quinta (31), o Acupe Grupo de Dança, apresenta o projeto “Jogo coreográfico”, que reúne dança, improvisação e interatividade com base no ato de coreografar e ser coreografado. Em um espaço que simula a estrutura e a forma de um jogo, o público é convidado a compartilhar com o grupo a criação/autoria das coreografias. Com isso, o processo criativo é aberto, e se assenta na singularidade da plateia, a cada espetáculo.

Costa Neto/Secult-PE

Costa Neto/Secult-PE

Acupe Grupo de Dança apresenta “Jogo coreográfico”

Encerrando a programação, na sexta (1º), o mágico pernambucano Raphael Santacruz apresenta “Haru – A Primavera do aprendiz”. No espetáculo, o ilusionismo e o teatro se unem em uma dramaturgia original, que se desenrola numa tenda de feira livre, local e universal ao mesmo tempo. O jovem mágico busca reconhecimento e orientação de um sábio mestre para aperfeiçoar os seus dons ilusionistas. Sem que ele perceba, cada ação que se desenrola é uma lição e um teste de magia ao mesmo tempo, que põe à prova sua vocação. O mágico Rapha Santacruz contracena com o ator Sóstenes Vidal. A direção é de Marcondes Lima, que também assina cenografia, figurino e maquiagem.

Silvio Barreto/Divulgação

Silvio Barreto/Divulgação

“Haru – A Primavera do aprendiz” encerra a programação, nesta sexta (1º)

SERVIÇO
Festival Pernambuco Nação Cultural – Sertão do Pajeú
Cine Theatro Guarany ( Praça Carolino Campos, s/n, Centro, Triunfo – PE)
Sempre às 16h

Quarta, 30/8
“Los Mascates Excentricos”
Circo da Trindade – Recife

Quinta, 31/8
“Jogo Coreográfico ”
Acupe Grupo de Dança – Recife

Sexta, 1º/9
Haru – A Primavera do aprendiz
Rapha Santa Cruz – Recife

< voltar para home