Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Espaços culturais

Equipamentos culturais do Estado integram-se à programação da 11ª Primavera dos Museus

O evento, que acontece em 932 instituições museológicas de todo o Brasil, começa na segunda-feira (18) e contará com uma série de atividades em nosso Estado

Divulgação

Os museus carregam muitas memórias que necessitam ser preservadas e reveladas à população. É com essa ideia, que o Governo do Estado, através da Secult-PE/Fundarpe, integra-se à programação da 11ª Primavera de Museus. Promovido pelo Instituto Brasileiro de Museus (Ibram), o evento, que começa na segunda-feira (18) e segue até o dia 24/9 (domingo), propõe-se a debater neste ano o tema: Museus e suas Memórias.

De acordo com a presidente da Fundarpe, Márcia Souto, um dos objetivos da ação é fazer com que os museus possam refletir, junto com os grupos sociais presentes nos territórios nos quais estão inseridos, sobre os processos e resultados de sua própria constituição e produção. “Precisamos valorizar cada vez mais a memória institucional dos museus e entender que seus patrimônios não se constituem apenas de edifícios e acervos, mas também de memórias e histórias que resultam através do trabalho museológico, como as exposições e as interações com o público”, destaca a gestora.

Em Pernambuco, quatro instituições vão participar da ação: Museu do Trem/Estação Central CapibaMuseu de Arte Sacra de PernambucoMuseu Regional de Olinda (Mureo)Museu do Estado de Pernambuco (MEPE). Na programação, estão previstas exposições, oficinas, mesas redondas e visitas monitoradas. Confira as atividades:

MUREO
O Museu Regional de Olinda (Mureo) participa da programação da 11ª Primavera dos Museus, com a realização da palestra “Evolução Urbana da cidade de Olinda”, que acontece na terça-feira (19), às 19h. Os professores Alexandre Alves Dias e Flávio Dionísio comandarão a atividade, que tem acesso gratuito. Além disso, o público poderá conferir a exposição permanente do acervo do equipamento cultural, que é composto por mobiliários, pinturas, louças, pratarias e peças de grande valor histórico para a vida social, religiosa e política da cidade. Ainda, possui um conjunto raro de peças de arte sacra do século 17 e 18 em terra-cota e madeira. A visitação à mostra pode ser feita de terça a sexta-feira, das 9h às 17h.

MEPE
O Museu do Estado de Pernambuco (MEPE) se integra ao evento com as exposições: “Pernambuco: Territórios e Patrimônio de um Povo”, que, com curadoria de Raul Loudy e Renato Athias, conta toda a história do Estado, a partir do acervo do MEPE; “Precisão e Acaso”, que reúne obras produzidas durante uma década do artista plástico José Patrício. Na quarta-feira (20), das 14h às 15h, haverá um debate interativo da mostra “Pernambuco: Territórios e Patrimônio de um Povo”, com os idealizadores da mostra.

MASPE
O Museu de Arte Sacra de Pernambuco está com uma série de atividades programadas para a 11ª Primavera dos Museus. Dentre elas, a inauguração da exposição “Olinda Judaica”, do artista plástico Onildo Moreno, que será inaugurada na terça-feira (19), às 15h, e, em 15 telas, retrata a presença do judaísmo na cidade; a mesa-redonda “40 anos do MASPE”, que celebrará na quarta-feira (20), às 19h, as quatro décadas da instituição museológica, com uma conversa entre os professores Jorge Tinoco, José Luiz Mota Menezes e o antigo gestor do equipamento cultural, Irineu Marinho; na sexta-feira (22), das 14h às 16h, haverá a oficina de naif, que, com mediação do artista plástico Onildo Moreno, ensinará técnicas dessa pintura espontânea e para crianças a partir de sete anos; no sábado (23), o MASPE oferecerá, em parceria com o poeta Esperantivo e o projeto Versalizando Imagens, a oficina de “Literatura de Cordel”, a partir das 14h, além do lançamento do cordel “40 anos do MASPE”, produzido pelo coletivo; já no domingo (23), haverá uma oficina de relaxamento, com facilitação de Gustavo Cauás, que terá como foco o relaxamento, a partir de terapias alternativas. O público também pode visitar a exposição permanente da instituição, que, composta por obras do século 17 ao século 20, narram arte, história e a tradicional e peculiar fé, presente na nossa cultura.

MUSEU DO TREM/ESTAÇÃO CENTRAL CAPIBA
Na segunda-feira (18), às 14h, haverá uma oficina gratuita de Teatro e Oficina de Mamulengo. Na terça-feira (19), às 10h, está programado o “Jogo da Memória”, voltado para estudantes da rede estadual de ensino. Na quarta-feira (20), a programação será marcada pela mesa-redonda “Museologia, Sustentabilidade e Economia Criativa”, que começa às 14h. O projeto Cinema em Película exibirá na quinta-feira (21), às 15h, o curta-metragem “Visão Apocalíptica do Radinho de Pilha”, dirigido pelo cineasta Fernando Monteiro. Já na sexta-feira (22), haverá visitas guiadas, às 10h e às 15h, à exposição permanente da instituição “Chegadas e Partidas: a Memória do Trem de Ferro em Pernambuco”. As atividades são gratuitas. Para participar da mesa-redonda, basta passar uma mensagem para o e-mail programacaomt@gmail.com. Já para as atividades da segunda e terça-feira, os interessados devem demonstrar interesse pelo endereço eletrônico: educativomt@gmail.com.

Sobre o evento 
A 11ª Primavera dos Museus terá a participação de 932 instituições museológicas brasileiras, o maior número desde a criação da temporada nacional de eventos em 2007. Para esta edição, estão cadastradas mais de 2,5 mil atividades culturais em 417 cidades de 25 Estados e Distrito Federal. A programação completa está disponível aqui.

< voltar para home