Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Espaços culturais

Equipamentos culturais do Estado recebem Festival de Cultura sem Gênero

Mostras teatral e de dança, shows musicais, performances, mesas de diálogo, oficinas, exposição de artes integradas e festas estão na programação do 'Transborda', que conta com incentivo do Governo de Pernambuco

Divulgação

Divulgação

O grupo ‘Não Recomendados’ é uma das atrações do Festival

Com informações da Assessoria 

O Festival Transborda de Cultura sem Gênero chega ao Recife para sua segunda edição, entre os dias 02 e 21 de abril. A iniciativa tem como propósito gerar conexão, integração, acolhimento e empoderamento de projetos culturais que discutem gênero e suas diversidades, sexualidades, protagonismo feminino e transcidadania.

A edição Trópico-Recifense toma lugar em equipamentos culturais do estado, como o Teatro do Arraial Ariano Suassuna e Torre Malakoff, e espaços parceiros, a exemplo do Sexto Andar (Edf. Pernambuco), da Galeria Joana D’arc e do espaço Apolo 235 (Portomídia). O Festival é idealizado por Rhommel Bezerra, Diretor do Grupo Itinerante de Teatro da Cidade do Rio de Janeiro, envolvido desde 2010 em projetos que abordam a diversidade e inclusão social. A primeira edição do Transborda aconteceu em 2016, na capital paulista, e concorreu ao prêmio de melhor festival LGBTQ+ do Guia Gay São Paulo.

Este ano, o projeto conta com uma programação multilinguagem, que inclui: mostra teatral, mostra de dança, shows musicais, performances, mesas de diálogo, oficinas, exposição de artes integradas e festas. São 22 artistas e grupos brasileiros convidados, entre eles o Grupo Itinerante, Grupo Cênico Calabouço, DIG d’Improvizzo Gang, Coletivo Rua das Vadias, Trupe Ensaia Aqui e Acolá, S.E.M. Cia de Teatro, Grupo Corpore de Dança, Aninha Martins e Não Recomendados – padrinho do Festival, que encerra a programação com um show na edição especial da festa Odara Ôdesce.

A curadoria desta edição é assinada pelas atrizes Aurora Jamelo e Sophia William, que fazem parte do DIG d’Improvizzo Gang, além de Marcionilo Pedrosa e do próprio idealizador, Rhommel Bezerra – ambos integrantes do Grupo Itinerante. “O Transborda é um ato político, de resistência artística! Quando recebi o convite para fazer parte da equipe, me preocupei em dar voz para artistas que não têm espaço. O Festival, principalmente este ano, carrega consigo uma bandeira que celebra o orgulho que cada um deve sentir da sua identidade”, afirma Marcionilo. A proposta do grupo é de uma programação diversificada, com intercâmbio de artistas e aprofundamento em uma ampla perspectiva da temática do Festival. “Como curadora artística, pensar nas pessoas que vão integrar a luta do projeto é ter voz para dar voz a quem eu sei que também quer falar. Transbordar é ir além da borda, causar esse furdunço que as pessoas precisam saber que existe”, diz Aurora.

Divulgação

Divulgação

Diálogos abertos ao público também integram a programação

Sophia, que também faz parte da equipe, lembra da importância de unir forças para dar potência às reivindicações e alcançar resultados concretos: “ser mulher, trans e negra me faz entender que carrego em mim várias vozes, e que uma não cala a outra. Estar à frente de um Festival com uma força tão grande, ao lado de pessoas com lutas diferentes, mas com um único propósito, me faz ver que juntas podemos gritar mais alto e nos fazer ouvir”. Sobre o foco da iniciativa na representatividade trans, a atriz argumenta: “não podemos nos abster ou nos segregar só porque, superficialmente, a luta da outra não parece com a nossa. Só estaremos ‘livres’ quando todas tiverem respeito, seus direitos conquistados e sua fala ouvida”.

Outro objetivo do projeto é a popularização da cultura e diversificação do público consumidor de arte. Por isso, as oficinas e exposições têm entrada franca e os ingressos das apresentações serão vendidos a preços populares, a partir de R$ 15. O Festival também vai disponibilizar a meia entrada social, com doação de 1kg de alimento não perecível. Todas as doações serão destinadas ao GTP+ (Grupo de Trabalhos em Prevenção Posithivo), que desde 2002 realiza ações voltadas à população de profissionais do sexo, buscando fortalecer a auto estima, cidadania, empoderamento e postura de protagonismo social. Transexuais têm acesso livre a toda programação, mediante a capacidade de lotação dos espaços.

Rayanne Morais/Divulgação

Rayanne Morais/Divulgação

Sophia William, Marcionilo Pedrosa, Aurora Jamelo e Rhommel Bezerra assinam a curadoria do Festival

A II edição do Festival Transborda de Cultura sem Gênero é um projeto do Grupo Itinerante de Teatro, da Fora da Chuva Produções Culturais e da Proa Marketing Cultural e Projetos, com apoio do Governo do Estado de Pernambuco, através da Secult-PE|Fundarpe, e do Portomídia.

SERVIÇO

II EDIÇÃO – FESTIVAL TRANSBORDA DE CULTURA SEM GÊNERO

02/04 – Abertura do Festival

19h00
- Mesa: “Visibilidade e Representatividade Trans na Cena e Transcidadania”
com: Anne Celestino (PE)
Aurora Jamelo (PE)
Dante Olivier (PE)
Tanit Rodrigues (PE)
Carlota Pereira (PE)
-Exibição do episódio piloto da série “Mulher Original” (Carlota Pereira | PE)

LOCAL: Galeria de Artes Digitais – Portomídia | ENTRADA FRANCA

03/04

18h
- Cárcere (Grupo Corpore de Dança | PE)

LOCAL: Teatro do Arraial Ariano Suassuna | INTEIRA R$ 30 / MEIA R$ 15

20h
- Bergamota (Grupo Itinerante de Teatro | RJ)

LOCAL: Teatro do Arraial Ariano Suassuna | INTEIRA R$ 30 / MEIA R$ 15

04/04

20h
- Bergamota (Grupo Itinerante de Teatro | RJ)

LOCAL: Teatro do Arraial Ariano Suassuna | INTEIRA R$ 30 / MEIA R$ 15

07 e 14/04

20h
- Menina Bruno (Grupo Itinerante de Teatro | RJ)

LOCAL: Teatro Valdemar de Oliveira | INTEIRA R$ 40 / MEIA R$ 20

06 a 21/04
- Exposição de artes integradas: SERQUERERDIZER
Com: Brenda Bazante – Galhos (PE)
Júnior Foster – Techno Abismo (PE)
Aurora Jamelo – Qual a cor da tua alma? (PE)
Alexandre Sócrates – Gênero e Cultura Queer (PE)
Guilhermina Velicastelo – Transexualidade, Transfobia e Disforia de Gênero (PE)

LOCAL: Torre Malakoff | ENTRADA FRANCA

09/04

14h
- Oficina de dramaturgia: Diálogos sobre sexualidade.
Com: Rhommel Bezerra

LOCAL: Design Center – Portomídia | ENTRADA FRANCA

11/04

19h
- St Genet e As Flores Da Argélia (Grupo Cênico Calabouço | PE)

LOCAL: Teatro do Arraial Ariano Suassuna | INTEIRA R$ 30 / MEIA R$ 15

12/04

19h
FESTA: Galeria Joana D’arc Transborda
Com: Allana Marques e Lala (Odara)
Tanit Rodrigues

Performances: Água Dura (Marcela Aragão e Rebeca Gondim | PE)
Machuca (Trupe Ensaia Aqui e Acolá | PE)
Como é que foi? (Edson Vogue | PE)

LOCAL: Galeria Joana D’arc | ENTRADA FRANCA

19h
- Katastrophè (DIG d’Improvizzo Gang | PE)

LOCAL: Teatro do Arraial Ariano Suassuna | INTEIRA R$ 30 / MEIA R$ 15

13/04

19h
- Ela x Ele Na Cidade Sem Fim (Grupo Itinerante de Teatro | RJ)
- Performance: Aninha Martins (PE)

LOCAL: Sexto Andar | INTEIRA R$ 40 / MEIA R$ 20

16/04
13h
- Oficina de Vogue
Com: Edson Vogue

LOCAL: Casa da Cultura | ENTRADA FRANCA

14h
- Mesa: “Moda e Gênero”
com: André Aguiar (PE)
Aurora Jamelo (PE)
Djalma Rabelo (PE)

LOCAL: Design Center – Portomídia | ENTRADA FRANCA

17/04
13h
- Oficina de Stiletto
Com: Sophia William

LOCAL: Casa da Cultura | ENTRADA FRANCA

 

 

18/04
14h
- Performance de abertura: Terezinha (Rebeca Gondim |PE)
- Mesa: “O Feminino em Cena” (protagonismo feminino)
com: Lili Rocha
Pollyanna Monteiro
Rebeca Gondim

LOCAL: Design Center – Portomídia | ENTRADA FRANCA

19/04
14h
- Mesa: “Gênero e sua diversidade, Sexualidade e Educação”
com: Brenda Bazante
George de Melo
Dayvi Santos

LOCAL: EREM Escola Sizenando Silveira | ENTRADA FRANCA
20/04
19h
- Trans(passar) (Sophia William | PE)
- Comum de Dois (Grupo Itinerante de Teatro | RJ)

LOCAL: Sexto Andar | ENTRADA FRANCA
19h
- A Mulher Monstro (S.E.M. Cia de Teatro | RN)

LOCAL: O Poste | INTEIRA R$ 30 / MEIA R$ 15

21/04

17h
- Odara Ôdesce no Transborda com Não Recomendados (SP)
- Performance: Jorge Kildere (PE)

LOCAL: Torre Malakof | ENTRADA FRANCA

19h
- A Mulher Monstro (S.E.M. Cia de Teatro | RN)

LOCAL: O Poste | INTEIRA R$ 30 / MEIA R$ 15

ACESSE:
www.facebook.com/artealemdosgeneros
www.instagram.com/transbordaculturasemgenero

< voltar para home