Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Espaços culturais

Espaço Pasárgada sedia oficina da Mostra de Literatura Contemporânea com Angélica Freitas

Poeta gaúcha ministrará formação de três dias com o tema “A Mulher é uma Construção”. Programação completa inclui eventos em vários lugares, encabeçados por mulheres que se destacam no cenário nacional de literatura

Divulgação

Divulgação

Poeta gaúcha Angélica Freitas ministra a oficina “A Mulher é uma Construção” no Espaço Pasárgada

O Espaço Pasárgada, equipamento cultural gerenciado pela Secult-PE/Fundarpe, integra a programação da 10ª Mostra de Literatura Contemporânea, que acontece de 5 a 9 de novembro, no Recife. A agenda na casa onde viveu Manuel Bandeira será a oficina “A Mulher é uma Construção”, ministrada pela poeta gaúcha Angélica Freitas. A atividade acontece de 6 a 8 de novembro, sempre das 14h às 17h, e é voltada para mulheres que escrevem poesia e que tenham o interesse em refletir sobre a produção, num exercício de leitura de obras e criação de outras. A inscrição custa R$ 20, para público geral, e R$ 10, para comerciários e dependentes.

O exercício diário de se reafirmar, defender seu espaço e sua existência, tão comum à vida das mulheres, permeia também o mercado editorial brasileiro. Essa realidade é o mote para a Mostra de Literatura Contemporânea. Realizada pelo Laboratório de Autoria Ascenso Ferreira, do Sesc Santa Rita, a iniciativa terá mesas de conversas, lançamento de livros, oficina e apresentações culturais.

A Mostra traz o tema “Mulheres desconstruindo ideias e tecendo palavras”, e, em cinco dias de programação, vai reunir nomes como Cida Pedrosa (PE), Mariane Bigio (PE), Aline Rochedo Pachamama (RJ), Graça Graúna (PE), Amara Moira (SP), Odailta Alves (PE), Juliana Leite (RJ), Angélica Freitas (RS) e Miriam Alves (SP).

Além da oficina no Pasárgada, a programação conta com atividades que vão acontecer em escolas públicas, na Universidade Católica e no Museu da Abolição. A agenda de atividades se propõe a abordar a presença feminina no mercado editorial e abre espaço para variados gêneros literários, como o cordel, se aprofundando em outros espectros também espremidos pelo preconceito social, como a cultura indígena.

O primeiro dia da Mostra será no Auditório G2 da Unicap, no Centro do Recife, às 19h. O momento de abertura da atividade vai trazer a conferência “Pensando a literatura: o espaço das obras de autoria feminina hoje” e terá a presença da escritora Maria Valéria Rezende e mediação de Geórgia Alves.

A Mostra é gratuita e aberta ao público, exceto nas escolas, com exclusividade para os alunos, e a oficina do Pasárgada. Confira abaixo a lista completa:

Programação

05.11 (terça-feira)
19h | Abertura | falas institucionais | Conferência “Pensando a literatura: o espaço das obras de autoria feminina hoje” com Maria Valéria Rezende (PB) e mediação de Geórgia Alves (PE) | Lançamento de livros. Local: Auditório G2 da Unicap

06. 11 (quarta-feira)
14h às 17h | Oficina | “A mulher é uma construção” com Angélica Freitas (RS). Local: Espaço Pasárgada
19h | Mesa | “Entre fatos e imagens, a obra poética de Janice Japiassu” com Cida Pedrosa (PE) mediação de Samantha Lima (PE). Local: Auditório G2 da Unicap
20h | Mesa | “Mulheres Cordelistas em PE” com Shirley Rodrigues e Eulina Fraga
Leitura de poemas de Janice Japiassu, por Mariane Bigio (PE). Local: Auditório G2 da Unicap

07. 11 (quinta-feira)
10h às 11h | Encerramento do Projeto “Ascensinho na Minha Escola” | com Mariane Bigio (PE). Local: Escola Carlos Alberto G. de Almeida (R. Gomes Taborda, s/n. Prado)
14h às 17h | Oficina | “A mulher é uma construção” com Angélica Freitas (RS). Local: Espaço Pasárgada
19h | Círculo de Diálogo | “Corpos (in)desejáveis: a literatura feita por vozes dissonantes” com Amara Moira (SP), Odailta Alves (PE), Juliana Leite (RJ), e Angélica Freitas (RS) e mediação de Ane Montarroyos (PE) | Lançamento dos livros das autoras da mesa. Local: Auditório G2 da Unicap

08. 11 (sexta-feira)
10h | Uma Escritora na Minha Escola | com Aline Rochedo Pachamama (RJ). Local: Escola Municipal dos Torrões (R. Dr. Antonio Correira de Oliveira, 110. San Martin)
14h às 17h | Oficina | “A mulher é uma construção” com Angélica Freitas (RS). Local: Espaço Pasárgada.
19h | Mesa Redonda | “As vozes indígenas que (r)existem na literatura brasileira contemporânea” com Aline Rochedo Pachamama (RJ) e Graça Graúna (PE) e mediação de Renata Santana (PE). Local: Auditório G2 da Unicap

09. 11 (Sábado)
17h | Conferência | “Meu corpo, minha pele, minha voz – os silêncios da literatura negra” com Miriam Alves (SP), com mediação de Odailta Alves (PE). Local: Museu da Abolição
18h | Recital Poético | Joy Tamires, Bell Puâ e Patrícia Naia (PE). Local: Museu da Abolição
19h | Apresentação Musical | Côco das Estrelas (PE). Local: Museu da Abolição

< voltar para home