Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Espaços culturais

Exposição conta a “História dos Orixás” na Torre Malakoff

A mostra, que será inaugurada nesta quarta-feira (9), reúne xilogravuras do artista Ricardo Pessoa

Divulgação

Divulgação

Mostra marca as celebrações do Mês da Consciência Negra

O Ministério da Cultura e a Funarte, em parceria com a Secult-PE e a Fundarpe, inauguram nesta quarta-feira (9), às 19h, a exposição História de Orixás, na Torre Malakoff. O vernissage da mostra, que reúne xilogravuras do artista Ricardo Pessoa e marca o Mês da Consciência Negra, contará com a apresentação do Maracatu Várzea do Capibaribe, que, com os Tambores de Ogum, apresentarão um toque em saudação aos Orixás. Já no dia 20/11 (domingo), quando a exposição se encerra, as apresentações ficarão por conta do Maracatu Baque Mulher, da Nação Porto Rico e do Maracatu Várzea do Capibaribe, que, juntos, mostrarão o repertório do projeto Baque de Axé.

A exposição é resultado do projeto Registro e Resgate das Histórias dos Orixás, que, através de uma série de oficinas de xilogravura em comunidades quilombolas do Agreste de Pernambuco, buscou valorizar ”as silhuetas das imagens mergulhadas na imensidão do corpo negro”, como conta a coordenadora de exposições da Torre Malakoff, Maria Fachin. De acordo com ela, todas as obras da mostra foram elaboradas com a técnica fechada, método que possibilita que “a imagem se desprenda do suporte e adquira movimentos que perpassam a realidade tátil, adquirindo essa imaterialidade. As xilogravuras, de alguma maneira, evocam a necessidade da transcendência para vida humana”.

“A História de Orixás ultrapassa as fronteiras do Agreste Pernambucano e chega ao litoral do Recife, aportando na Torre Malakoff onde está situada a Representação da Funarte Norte e Nordeste. Mais uma vez a instituição cumpre o seu objetivo em articular, fomentar e descentralizar as produções artísticas das regiões”, diz o Representante da Funarte N/NE/Minc, Naldinho Freire.

“Pernambuco conta anualmente com expressiva programação cultural no Mês da Consciência Negra. A exposição de gravuras de Ricardo Pessoa, e as apresentações de importantes grupos de maracatus nação, faz com que valorizemos ainda mais nossa cultura de matriz africana”, ressalta Conceição Santos, gestora da Torre Malakoff. A mostra segue em cartaz até o dia 20/11 (domingo), e tem acesso gratuito.

Sobre o artista
Nascido em Pombos (PE), Ricardo Jorge Soares Pessoa é xilogravurista e arte educador, com toda uma vida dedicada ao registro e resgate dos valores da cultura da região em que vive. Realizou diversas oficinas de xilogravura com crianças, adolescentes e público interessado em cidades da Região Metropolitana e do interior de Pernambuco, sempre com temas voltados para o acesso ao conhecimento e preservação da tradição.

Serviço
Exposição História de Orixás, de Ricardo Pessoa
Abertura: quarta-feira (9), às 19h
Onde: Torre Malakoff (Praça do Arsenal, s/n – Recife, PE)
Visitação: de 10 a 20/11; de terça a sexta-feira, 10h às 17h; sábado, das 15h às 18h; e domingo, das 15h às 19h
Acesso gratuito

< voltar para home