Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Espaços culturais

Museu do Trem promove atividades sobre a atuação feminina na cultura

O equipamento cultura conta com uma vivência em cordel, nesta terça-feira (26), e uma roda de diálogos e troca de saberes, na quinta-feira (28). Os eventos têm entrada gratuita.

Tom Cabral

Tom Cabral

A coordenadora de literatura da Secult-PE, Mariane Bigio, ministrará a vivência em cordel.

Para celebrar o mês das mulheres, a Estação Central Capiba/Museu do Trem conta com uma programação especial durante esta semana para debater e incentivar a atuação das mulheres nas artes. A primeira atividade será a “Vivência em cordel – protagonismo e empoderamento feminino na cultura”, que acontece nesta terça-feira (26), das 14h às 16h, e será ministrada pela coordenadora de literatura da Secult-PE, Mariane Bigio.

A ação será realizada por meio da apresentação de um cordel criado por Mariane Biggio sobre o papel das heroínas que atuaram em momentos históricos do nosso legado de revoluções e emancipação e são pouco lembradas. A tarde ainda contará com a “sessão pipoca”, que exibirá vídeos selecionados, abordando questões relativas à construção de um cordel, como métrica, rima e gravuras. “Através dessa atividade, temos a intenção de aproximar o Museu do público infantil feminino e repassar esse legado que valoriza a importância da mulher e suas conquistas na sociedade”, explica a gestora do Museu do Trem, Márcia Chamixaes.

Jan Ribeiro

Jan Ribeiro

Parteira e Patrimônio Vivo de Pernambuco, Dona Prazeres participará da roda de diálogos.

A segunda atividade será a roda de diálogos e troca de saberes sobre protagonismo e empoderamento feminino na cultura, que acontecerá nesta quinta-feira (28), das 14h às 16h. O encontro contará com as participações da parteira Dona Prazeres, que é Patrimônio Vivo de Pernambuco; Marília Mendes, que é gestora do Espaço Pasárgada; e Maria Paula Costa Rêgo, que é coordenadora de dança da Secult-PE.

“São experiências distintas do nosso gênero que vão tratar de aspectos diferentes sobre a mulher na cultura, mas, ao mesmo tempo, comuns. A gente viu há pouco tempo que as estatísticas mostram que a cada dois segundos uma mulher é vítima de violência e, diante de números tão dramáticos, é cada vez mais importante reunir mulheres para valorizar suas conquistas, inclusive na cultura”, observa Marília Mendes.

SERVIÇO:
Protagonismo e empoderamento feminino na cultura
Onde: Museu do Trem (Rua Floriano Peixote, s/n, São José – Recife/PE)
Entrada gratuita

Vivência em cordel, com Mariane Bigio
Quando: Nesta terça-feira (26), das 14h às 16h

Roda de diálogos e troca de saberes, com Dona Prazeres, Marília Mendes e Maria Paula Costa Rêgo
Quando: Nesta quinta-feira (28), das 14h às 16h

< voltar para home