Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Espaços culturais

São Luiz abriga programação do 7º Festival de Cinema Venezuelano

Com entrada gratuita, o evento exibirá filmes que retratam as histórias de vidas, do cotidiano e do povo latino-americano

Divulgação

O Cinema São Luiz sedia, a partir desta terça-feira (13), o 7º Festival de Cinema Venezuelano. Organizado pelo Consulado Geral da Venezuela, com apoio do Centro Nacional Autônomo de Cinematografia de Venezuela (CNAC) e da Fundarpe, o evento mostrará a diversidade latino-americano da sétima arte, através da exibição de três filmes que retratarão as histórias de vidas, do cotidiano e do continente. A programação do festival é gratuita.

Ganhadores e indicados à prêmios importantes, os filmes, de acordo com o organizador Darwin Fuentes, “trazem perspectivas sobre as relações interpessoais e familiares mantendo o diálogo com os temas sociais, e os protagonistas do cinema latino-americano”.

Na abertura deste ano, o 7º Festival de Cinema Venezuelano exibirá, às 20h, o primeiro filme da cineasta Claudia Pinto, La distancia más larga (2013). A produção participou de vários festivais e conseguiu conquistar prêmios importantes, sendo o mais relevante o Prêmio Glauber Rocha para o Melhor Filme Latino-Americano no Festival de Montreal. A película tem como elemento estruturante as relações familiares. Como pano de fundo os dois lados de um mesmo país: uma cidade agressiva e caótica, e um paraíso com as montanhas mais antigas do planeta.

Já na quarta-feira (14), o público poderá conferir, às 19h, o longa Libertador (2014), do diretor Alberto Arvelo. O filme retrata a história de Simón Bolívar (Édgar Ramirez), um herói que lutou contra o imperialismo espanhol que estava instaurado na América do Sul, no século 19. Bolívar era venezuelano e ajudou a libertar da monarquia espanhola países como Venezuela, Peru, Equador, Bolívia, Colômbia e Panamá.

Na quinta-feira (15), às 19h, haverá a exibição do filme Patas Arriba (2011). Dirigido por Alejandro Garcia Wiedemann, o longa foi o grande vencedor do Venezuelano Film Festival 2012, conquistando seis prêmios: Melhor Direção, Melhor Roteiro, Melhor Ator, Melhor música, Melhor Câmera e Melhor Filme. Renato (Gonzalo Camacho) é um viúvo cujo sonho antes de morrer é navegar a partir do Guaira até Salvador (BA). Mas os três filhos são contra e querem que ele vá para um asilo. O que nenhum deles imagina é que Renato, com a ajuda de sua neta Carlota (Michelle Garcia), de apenas seis anos, preparam uma surpresa para todos.

Confira as sinopses dos filmes:

*Terça-feira (13), às 20h

Divulgação

Divulgação

La distancia más larga (Diretora: Claudia Pinto/Ano: 2013)

Sinopse: Lucas, 12 anos, luta para viver como quer; Martina, 60 anos, luta para morrer como tem escolhido. Dois protagonistas em momentos vitais opostos empreendem viagens temerárias: uma aventura infantil que cruza um país inteiro e uma viagem sem retorno; mas livre e decidida. Dois cenários do mesmo país, uma cidade violenta e caótica, um paraíso com as montanhas mais antigas do planeta onde os viajantes se encontram, segundas oportunidades aparecem e a liberdade se impõe. Tudo se conjura para dizer: só há um destino, aquele que você elege.
Classificação Etária: 16 anos

*Quarta-feira (14), às 19h

Divulgação

Divulgação

Libertador (Diretor: Alberto Arvelo/Ano: 2014)

Sinopse: Afetos da vida familiar se vêm truncadas por tristes circunstâncias, questionamentos e traições, compõem a história que como proposta biográfica apresenta o carismático ideólogo, eminente mandatário e estrategista durante os primeiros anos do século XIX na América do Sul, retrata a luta heroica de Simón Bolívar contra o imperialismo espanhol para ajudar a libertar países como Bolívia, Colômbia, Equador, Panamá, Peru e seu país natal, Venezuela. O reencontro com seu antigo Professor Simón Rodriguez, em Paris, reaviva o espírito de coragem no caminho revolucionário do sonho de uma América do Sul Independente. O homem que lutou mais de cem batalhas e promoveu campanhas militares em um território duas vezes maior do que Alexandre, O Grande o fez. Porque existem algumas batalhas que valem a pena lutar.
Classificação Etária: 16 anos

*Quinta-feira (15), às 19h

Divulgação

Divulgação

Patas Arriba (Diretor: Alejandro García Wiedeman/Ano: 2011)

Sinopse: Com ajuda de sua neta Carlota, de apenas seis anos, Renato que sabe que tem pouco tempo de vida, planeja navegar da Venezuela para a Bahia, no Brasil, cumprindo uma viagem prometida a sua já falecida esposa. Renato que encara a vida naturalmente ensina a sua neta o valor da amizade, solidariedade e o respeito às opiniões dos demais. Ele tem duas filhas e um filho, Montserrat, divorciada, o cuida diariamente, Anita, que tem um matrimônio fracassado e Salvador, um galanteador. As filhas decidem enviá-lo a um asilo contra a sua vontade. É aí que a viagem planejada torna a vida de pernas para o ar.
Classificação Etária: Livre

Serviço
7º Festival de Cinema Venezuelano
Quando: 13/12, às 20h, e 14 e 15/12, às 19h
Onde: Cinema São Luiz (Rua da Aurora, 175 – Boa Vista)
Entrada gratuita

< voltar para home