Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Espaços culturais

Semana Manuel Bandeira celebra 100 anos do livro “A Cinza das Horas”

O evento anual, alusivo à data de nascimento do poeta (19/4), começa na segunda-feira (17), animando o Espaço Pasárgada

“Cartas de antes do noivado…
Cartas de amor que começa,
Inquieto, maravilhado,
E sem saber o que peça.”

“Cartas de Meu Avô”, de Manuel Bandeira, é um dos inesquecíveis poemas publicados em “A Cinza das Horas” (1917), livro de estreia do poeta pernambucano. Para celebrar o centenário da publicação, assim como mais um aniversário de Bandeira, o Espaço Pasárgada – antiga casa de seu avô e onde Bandeira passou parte da infância -, promove entre os dias 17 e 20/4, a Semana Manuel Bandeira. A programação no equipamento cultural sob a gerência do Governo do Estado (Secult e Fundarpe) traz uma série de atividades gratuitas com a presença de artistas e escritores convidados.

Divulgação

Divulgação

Programação no Espaço Pasárgada é gratuita

“A Semana é fruto de várias parcerias que mantemos com os artistas e escritores da cidade, que sempre vêm ao nosso espaço para celebrar a obra de Bandeira e também apresentar sua produção intelectual/artística. Nesse ano, o evento tem um brilho especial por estarmos comemorando os 100 anos da publicação do livro “A Cinza das Horas”, e a programação que preparamos vai trazer à tona toda a sensibilidade e a genialidade do poeta”, comenta a gestora do equipamento, Marília Mendes.

Para a Presidente da Fundarpe, Márcia Souto, “o evento celebra o legado deixado pelo modernista pernambucano e atualiza sua obra no espaço/tempo em que vivemos, sugerindo diálogos com outras linguagens e estimulando ricas vivências em um equipamento cultural preservado e muito importante do nosso estado”.

As atividades começam na segunda-feira (17), com a intervenção “Corpo a Corpo de Poesia”, das 9h às 14h. Os atores caracterizados com roupas de época, comandados pela arte-educadora Ana Nogueira, vão passar pelas ruas evocadas nos poemas do modernista, declamando seus versos e rememorando a relação afetiva que Bandeira mantinha com o Recife. “O grupo investiga e trabalha com os poemas dele há algum tempo, e a ideia das intervenções é mostrar o lirismo das ruas e pontes da nossa cidade que, por sua vez, perpassa toda a obra do poeta”, diz Nogueira. À noite, às 19h, o Pasárgada recebe o recital poético-musical ‘União com Bandeira’, do Coletivo Arte em Movimento do Recife. Formado por Allan Sales, Marlos Guedes, Walmir Jordão e Chicão de Paula, o grupo recitará textos do poeta e também os de autoria de seus membros.

Na terça-feira (18), a poetisa Cida Pedrosa, em parceria com o projeto Outras Palavras, vai conversar com os estudantes da rede estadual de ensino sobre a “Mulher na Poesia de Bandeira”, a partir das 14h. Nesse mesmo dia, às 19h, os escritores André Resende e Delmo Montenegro comandarão um bate-papo sobre o tema “A Cinza das Horas: 100 anos de poesia”, que contará com a mediação da professora Teca Carlos.

O Secretário Estadual de Cultura, Marcelino Granja, destaca o caráter formativo das atividades desenvolvidas ao longo da Semana e a participação de estudantes das redes pública e privada, que vêm ao Pasárgada para conhecer mais de perto a obra do poeta e o lugar onde ele passou parte da infância. “Essas visitas têm um caráter muito significativo, certamente farão despertar ou estimular ainda mais nos estudantes o interesse pela leitura, a partir do contato direto com as obras e com um cenário que marcou muito a criação literária de Bandeira”, destaca Marcelino.

Já na quarta-feira (19), haverá uma ação conjunta entre os instagramers pernambucanos Isabela Faria (@dajaneladomeuonibus e @calcadasqueandei), Jota Nogueira (@antesquesuma e @sóvêquemvaiapé), Marília Benevides e Raquel (@avidanocentro) e Wilton Carvalho (Recife de Antigamente), que, juntos, exibirão as fotos que fizeram do Espaço Pasárgada e de seu entorno. “Além da exibição das imagens produzidas, eles vão escrever cartas endereçadas a Manuel Bandeira, atualizando-o das novidades do Recife. Os instagramers irão se reunir para ler esses textos, que ficarão expostos posteriormente no equipamento cultural, e também para falar sobre a experiência de ter fotografado as ruas citadas por Bandeira em seus poemas”, adianta Marília Mendes. Logo após a conversa, haverá um recital do livro “A Cinza das Horas”, com os atores Ana Nogueira, Anacláudia Vieira, Dudu Gody, Ísis Agra e Fernanda Spíndola.

O encerramento, na quinta-feira (20), contará com uma noite musical, que terá a participação do Duo Audire, com Amanda Coelho e Thiago Pinto (música erudita); do músico Lucas Oliveira (acústico); e o grupo Tapiocas de Shark, quarteto de violões formados por Sérgio Deslandes, Inaldo Minervino, Helena D’Lucia e Abraão Marreira, que juntamente com Ronaldo Patrício vão apresentar, entre outras canções, uma criação de Manuel Bandeira em parceria com Dorival Caymmi.

Confira a programação completa:

SEMANA MANUEL BANDEIRA
A Cinza das Horas: 100 anos de poesia
De 17 a 20 de abril | Espaço Pasárgada (Rua da União, 263 – Boa Vista | Recife)

Segunda-feira (17/4)
9h30 e 14h – Corpo a Corpo de Poesia: Declamação nos arredores do Espaço Pasárgada
19h – Recital poético-musical ‘União com Bandeira’, com o Coletivo Arte em Movimento do Recife (Allan Sales, Marlos Guedes, Walmir Jordão e Chicão de Paula)

Terça-feira (18/4)
9h30 – Visita de escolas | Apresentação sobre vida e obra de Manuel Bandeira
14h – Bate-papo sobre “A Mulher na Poesia de Bandeira”, com a escritora Cida Pedrosa (parceria com o projeto Outras Palavras – Fundarpe)
19h – Mesa-Redonda “A Cinza das Horas: 100 anos de poesia” com os escritores André Resende e Delmo Montenegro, e mediação da professora Teca Carlos

Quarta-feira (19/4)
9h30 – Visita de escolas | Apresentação sobre vida e obra de Manuel Bandeira
14h – Apresentação de estudantes da EREM de Ipojuca
19h – Revivendo o Recife de Bandeira | Ação conjunta de projetos nas redes sociais. Com Isabela Faria (@dajaneladomeuonibus e @calcadasqueandei), Jota Nogueira (@antesquesuma e @sóvêquemvaiapé), Marília Benevides e Raquel (@avidanocentro) e Wilton Carvalho (Recife de Antigamente)
20h – Recital “A Cinza das Horas”, com Ana Nogueira, Anacláudia Vieira, Dudu Gody, Ísis Agra e Fernanda Spíndola

Quinta-feira (20/4)
9h30 e 14h – Visita da Escola Apoio | Apresentação sobre vida e obra de Manuel Bandeira
19h – Apresentações musicais:
- Abertura: Duo Audire com Amanda Coelho e Thiago Pinto (música erudita)
- Lucas Oliveira (acústico)
- Tapiocas de Shark – Quarteto de Violões: Sérgio Deslandes, Inaldo Minervino, Helena D’Lucia e Abraão Marreira, com participação do cantor Ronaldo Patrício

< voltar para home