Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Espaços culturais

Seminário discute culturas ciganas no estado

Costa Neto

Costa Neto

Tarot, uma das tradições culturais dos povos ciganos.

Em parceria com a Secult-PE e Fundarpe, a Associação dos Ciganos de Pernambuco (ACIPE) promove, nesta terça-feira (15), o 1º Seminário sobre a Cultura Cigana em Pernambuco. A atividade formativa, que é aberta ao público interessado, acontece no Teatro Arraial Ariano Suassuna, a partir das 9h30. Explorando relações de preservação, memória e identidade cultural de comunidades ciganas existentes no Estado.

Entre as temáticas, o direito e a cidadania dos povos ciganos também serão abordados, visando promover ao final do encontro, a composição do Comitê de Preservação da Cultura Cigana em Pernambuco. “Este evento vai ficar na história da cultura cigana em nosso Estado, sendo um grande avanço no processo de construção das políticas públicas culturais destinadas ao nosso povo. Esperamos que a partir do seminário, que contará com representantes de comunidades tradicionais originadas em Paulista, Itambé, Altinho e Iati, que nossa cultura seja mais divulgada, com outras ações culturais pela frente”, avalia Enildo Kalon, presidente da ACIPE.

Para o professor de antropologia da UFPE, Renato Athias, a realização do seminário, que se trata de uma primeira realização abrangendo o Estado, tem como importância possibilitar que os próprios povos ciganos possam protagonizar as discussões relacionadas às políticas culturais envolvendo suas tradições. Como coordenador da mesa ‘Preservação, Memória e Identidade’, Renato Athias estará demonstrando o resultado de pesquisas acadêmicas. “A minha participação nesta realização, marcará posição sobre os estudos dos povos ciganos aqui em Pernambuco, onde irei pontuar o desenvolvimento destas comunidades, com base nas observações realizadas pelo Núcleo de Estudos e Pesquisas Sobre Etnicidade (NEPE/UFPE)”, destaca o professor.

Programação:

9h30 – Mesa de abertura – Enildo Kalon, presidente da Associação dos Ciganos de Pernambuco (ACIPE); Antônio Cigano, presidente da Associação dos Ciganos de Itambé (ACIT); Deputado Edilson Silva, presidente da Comissão de Cidadania e Direitos Humanos da Alepe; Marcia Souto, presidente da Fundarpe ,Capitã Lucia Helena, do GT Racismo da Policia Militar; Bernadete Figueiroa, representante do MPPE e do MPF.
11h – Roda de diálogos
12h – Intervalo
14h – Mesa 2 – Preservação, Memória e Identidade – Coordenador: Renato Athias (NEPE/UFPE). Participantes: Jamilly Cunha (PPGA/UFPE); Erisvelto Sávio de Melo (PPGA/UFPE);  Enildo Kalon (ACIPE); Antônio Cigano (ACIT).
16h – Mesa 3 – Cultura cigana, Direito e Cidadania – Coordenador: Francisco de Assis, articulador regional de Povos Tradicionais e Populações Rurais da Secult-PE. Participantes:
Aparecida Gonçalves (Secretaria da Mulher de Pernambuco); Veronica Bourbon (CONSEA);  Vicente Morais (Coordenação de Povos Tradicionais da SEJUDH) e Bernadete Lopes (SEMAS).
17h30 – Formação do Comitê de Preservação da Cultura Cigana em Pernambuco
18h – Encerramento – apresentação cultural com Antônio Cigano

Serviço:
1º Seminário sobre a Cultura Cigana em Pernambuco
Quando: terça-feira, 15 de dezembro
Horário: a partir das 9h30
Local: Teatro Arraial Ariano Suassuna (Rua da Aurora, nº 457, bairro da Boa Vista, no Recife)
Acesso gratuito

< voltar para home