Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Espaços culturais

Teatro Arraial Ariano Suassuna será palco de dois espetáculos neste fim de semana

"h(EU)stória – o tempo em transe" e "Palhaçadas - Histórias de um Circo sem Lona" iniciam nesta sexta-feira (22) a temporada no espaço cultural

Arthur Canavarro/Divulgação

Arthur Canavarro/Divulgação

Júnior Aguiar e Márcio Fecher protagonizam o espetáculo h(EU)stória – o tempo em transe

O Teatro Arraial Ariano Suassuna, administrado pela Fundação do Patrimônio Artístico e Histórico de Pernambuco (Fundarpe), recebe, a partir desta sexta-feira (22), a apresentação de duas montagens:  h(EU)stória – o tempo em transePalhaçadas – Histórias de um Circo sem Lona.

Premiado como melhor espetáculo e melhor trilha sonora no 20º festival Janeiro de Grandes Espetáculos, o espetáculo h(EU)stória – o tempo em transe revela relação do cineasta Glauber Rocha com Pernambuco, através de cartas escritas para o poeta e educador Jomard Muniz de Britto e o ex-governador do Estado, Miguel Arraes, e “fala da Revolução, das desilusões, do amor e do cinema”, como definem os atores Júnior Aguiar e Márcio Fecher, protagonistas do espetáculo. No palco, os atores representam as dimensões do diretor baiano no tempo, evocando suas raízes da Bahia; a explosão cinematográfica a partir do Rio de Janeiro; o internato no colégio presbiteriano 2 de julho onde descobre o teatro; o suicídio de Vargas que tanto lhe chama a atenção pela comoção popular; a prisão depois do golpe de 64; o exílio em 71 que durou cinco anos; as incontáveis viagens pelos continentes e as violentas críticas sobre sua obra cinematográfica.  ”A peça integra a trilogia vermelha que, além de Glauber, homenageará ainda Paulo Freire e Dom Hélder Câmara. O legal desta quarta temporada no Teatro Arraial Ariano Suassuna, que já virou um grande parceiro na encenação de nossas produções, é que estamos com o texto mais amadurecido/internalizado. Isto é, mais entregues e conscientes do nosso papel em cena”, comentou Júnior Aguiar, que assina o roteiro, a pesquisa e encenação do projeto, que busca, em seus trabalhos, resgatar a memória e a recente história da sociedade brasileira. A peça fica em cartaz no Arraial até o dia 20/6, às sextas-feiras e sábados, às 20h. Os ingressos custam R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia-entrada).

Costa Neto/Secult-PE/Fundarpe

Costa Neto/Secult-PE/Fundarpe

Alexsandro Silva e Arnaldo Rodrigues encarnam os palhaços Risada e Risadinha em cena

A segunda peça, que já foi encenada no Janeiro de Grandes Espetáculos e faturou as estatuetas de melhor ator (Alexsandro Silva), melhor ator coadjuvante (Arnaldo Rodrigues) e maquiagem, é fruto de uma pesquisa empreendida pela Cia. 2 em Cena, batizada de Palhaços Brasileiros – A formação do palhaço no Brasil. Ao longo do enredo, os atores mostram a história de dois palhaços, Risada e Risadinha, que perderam tudo num incêndio e, a partir dessa reviravolta, vão se apresentar nas ruas. Quem assiste Palhaçadas – Histórias de um Circo sem Lona, garante que os números apresentados pela dupla são cheios de poesia, lirismo e uma inocência pueril. “Embora estejamos há sete anos na estrada, o nosso espetáculo está em constante recriação. E esse é o grande barato de nossa companhia: estamos sempre nos reinventando para não deixar de reverenciar a figura do palhaço”, diz Alexsandro Silva, responsável pelo texto e a concepção do espetáculo. A temporada de Palhaçadas  - Histórias de um Circo sem Lona começa neste domingo (24), a partir das 16h, e segue até o dia 26/7. A entrada custa R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia-entrada).

Confira a entrevista que os atores Júnior Aguiar e Márcio Fecher concederam à TV Cultura.PE sobre o espetáculo h(EU)stória – o tempo em transe:

Serviço
 h(EU)stória – o tempo em transe
Quando: de 22/5 a 20/6, às sextas-feiras e sábados, 20h
Local: Teatro Arraial Ariano Suassuna (Rua da Aurora, 457, Boa Vista – Recife – PE)
Ingressos: R$ 30 (inteira) e R$ 15 (meia-entrada)

Palhaçadas – Histórias de um Circo sem Lona
Quando: de 24/5 a 26/7, aos domingos, 16h
Local: Teatro Arraial Ariano Suassuna (Rua da Aurora, 457, Boa Vista – Recife – PE)
Ingressos:  R$ 20 (inteira) e R$ 10 (meia-entrada)

< voltar para home