Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Festival de Inverno

Festival de Inverno garante acessibilidade no cinema e em sessões teatrais

Algumas atrações contam com interpretação em libras, audiodescrição e legendas

Por Clara Albuquerque

Elimar Pereira/Carangejo

Elimar Pereira/Carangejo

Programação conta com a parceria do Festival VerOuvindo

Em mais uma edição, o Festival de Inverno de Garanhuns oferece programações acessíveis a pessoas com algum tipo de deficiência. Na tarde de quarta-feira (26), surdos puderam viver a experiência de conferir o longa-metragem Amigos de Risco, de Daniel Bandeira. Em parceria, pelo terceiro ano consecutivo, com o Festival VerOuvindo, a 13ª Mostra de Cinema do FIG exibiu o filme pernambucano no Cine Eldorado com legendas, audiodescrição e interpretação em libras.

Após os primeiros pronunciamentos da coordenadora de Audiovisual da Secretaria de Cultura de Pernambuco (Secult/PE), Milena Evangelista, do produtor do Festival Ver Ouvindo, Túlio Rodrigues, e da própria exibição do filme, o público permaneceu na sala de cinema para uma conversa com os envolvidos. Todos os depoimentos contaram com a tradução em libras de Anderson Almeida, que também colaborou com a tradução do filme por intermédio da Com Acessibilidade Comunicacional, realizadora do Festival e parceira da Mostra. “É o nosso terceiro ano de parceria com o Festival Ver Ouvindo. O que temos percebido é um aumento de público dos últimos dois anos pra cá, o que faz parte desse processo de construção de ampliação. Um exemplo disso é o fato de 72% dos projetos aprovados no Funcultura Audiovisual mais recente contemplarem a acessibilidade. Estamos bastante empenhados em avançar e, também, nos alinhando com a meta do Governo Federal de que todos os filmes com investimento da Agência Nacional do Cinema tenham acessibilidade”, diz Milena.

Emerson da Cunha

Emerson da Cunha

O produtor Túlio Rodrigues esclarece dúvidas no debate

A presidente da Associação de Surdos do Agreste Meridional de Pernambuco (Asampe), Diega Alves, estava presente na sessão e avalia a ação como positiva. “Foi muito bom para nós assistir a sessão de hoje. Todos ficamos atentos ao filme, que bom ver essa expansão de consciência para todos que assistem e fazem o cinema”, diz ela. Leidson Rocha, vice presidente da Associação de Surdos de Caruaru, também falou da experiência. “É uma sensação muito boa assistir a um filme na nossa língua”, diz ele.

Emerson da Cunha

Emerson da Cunha

O intérprete Anderson Almeida traduz os depoimentos para a linguagem em libras

“Essa parceria com o FIG faz parte do Festival Ver Ouvindo Itinerante onde a intenção é interiorizar o acesso. A ação de hoje foi muito importante pelo retorno que obtivemos com o debate final. Isso contribui para nossos estudos e para a formação de público, também”, explica o produtor do Festival Ver Ouvindo, Túlio Rodrigues. Quem quiser conhecer mais sobre o Festival pode acessar o site.

TEATRO ACESSÍVEL  – Em parceria com a VouVer Acessibilidade, empresa que desenvolve serviços de acessibilidade comunicacional, o 27º FIG oferecerá, ao público, outras ações de audiodescrição e interpretação em libras dentro da programação de Teatro, para continuar ampliando o acesso do público.

Confira a agenda de espetáculos com acessibilidade: 

TEATRO LUIZ SOUTO DOURADO

Sexta-feira, 28/07, 18h

Mucurana, o Peixe (Teatro Adulto)
Construtores de Histórias (PE)
Direção: Carlos Carvalho | Classificação indicativa: 16 anos | Duração: 50 minutos | Com audiodescrição e libras

Divulgação

Divulgação

Mucurana é inspirada em obra de Hermilo Borba Filho

Adaptação do conto “O Peixe”, de Hermilo Borba Filho, a história traz um homem ingênuo, morador de rua, que carrega consigo apenas canções, uma lata de farinha e lembranças do cavalo-marinho.

Sábado, 29/07, 10h
Vento Forte Para Água e Sabão (Teatro para infância)
Companhia Fiandeiros de Teatro (PE)
Direção: André Filho |  Classificação indicativa: livre | Duração: 55 minutos | Com audiodescrição e libras

RogerioAlves/Divulgação

RogerioAlves/Divulgação

‘Vento Forte Para Água e Sabão’ atração para a infância

O musical narra a história de amizade entre uma bolha de sabão chamada Bolonhesa e Arlindo, uma rajada de vento. Vivem uma divertida aventura, descobrindo o mundo e dando sentido à sua pequena existência.

Sábado, 29/07, 18h

Eldorado (Teatro adulto)
Eduardo Okamoto (SP)
Direção: Marcelo Lazzaratto | Classificação indicativa: 12 anos | Duração: 1h | Com audiodescrição e libras

Divulgação

Divulgação

Eduardo Okamoto apresenta ‘Eldorado’ no FIG

Acompanhado por uma “Menina”, um cego busca encontrar o que nenhum homem pôde jamais: Eldorado. Toda estória se resume nisto: era uma vez… um homem que procura.

 

 

< voltar para home