Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Festival de Inverno

Ao mestre, com carinho

Cinco cantoras em reverência a Dominguinhos (Foto: Marcelo Soares)

Cinco cantoras em reverência a Dominguinhos (Foto: Marcelo Soares)

Show “Mulheres cantam Dominguinhos” relembrou clássicos do músico garanhuense

por Leonardo Vila Nova

“Tem uma estrela a mais brilhando no céu de Garanhuns”. Foi assim que a cantora Liv Moraes se referiu ao pai, o músico Dominguinhos, falecido na última terça (23/7). Natural de Garanhuns, ele vem recebendo diversas homenagens ao longo do FIG 2013. No Palco Forró, uma delas foi especial. O show “Mulheres cantam Dominguinhos” reuniu, na madrugada deste sábado (27/7), além de Liv, Terezinha do Acordeon, Andrezza Formiga, Cristina Amaral e Valkyria Mendes, em mais uma celebração à música do mestre sanfoneiro.

Muito emocionada, Liv Moraes encarou o desafio de cantar as músicas do seu pai após sua tão recente perda.”Estou muito triste, mas eu sei que meu pai iria desejar muito que eu estivesse aqui hoje”, disse, poucos antes da apresentação. “Ele foi um mestre pra mim tanto na música quanto na vida. Ele sempre gostou e nos apresentou muita música boa. A palavra dele era ouro e ele sempre tinha um sorriso confortador no rosto”, falou, com um olhar repleto de ternura.

Em palco, o time de grandes intérpretes cantou eternos clássicos de Dominguinhos. Não poderiam faltar canções como “Pedras que cantam”, “Eu só quero um xodó”, “Lamento sertanejo”, Tenho sede”, “Onde está você” (composição de Zezum, mas consagrada na voz do sanfoneiro). E, encerrando o show, todas juntas, cantando “Isso aqui tá bom demais”, da mesma forma como Dominguinhos gostava de encerrar suas apresentações: com a alegria do povo de Garanhuns, sua terra natal, celebrando a música.

< voltar para home