Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Festival de Inverno

Coco e blocos líricos despedem-se do Palco Cultura Popular

Samba de Coco Raízes de Arcoverde e o projeto Flabelos Cantantes animam o último dia do Fig

O Palco Cultura Popular do Festival de Inverno de Garanhuns se despede com a pluralidade dos ritmos pernambucanos. A partir das 11h, no Largo do Colunata, na Avenida Santo Antônio, no centro da cidade, se apresentam o grupo indígena Fulni-ô, o Grupo Nossa Arte, o Cavalo Marinho Boi Pintado, o Clube Carnavalesco Marim dos Caetés, o Maracatu de Baque Solto Burra Vencedora de Lagoa do Carro. No fim da tarde,  é a vez do Samba de Coco Raízes de Arcoverde e do encontro de blocos líricos, no projeto Flabelos Cantantes.
Direto do Sertão do Moxotó, o consagrado coco de Arcoverde traz a mistura das culturas afro e indígena para o seu trupé. Formado em 1992, o grupo tem na bagagem duas décadas de turnês em países como França, Itália e Bélgica.

Direto do Sertão do Moxotó, Raízes de Arcoverde mostra seu trupé. (Foto: Divulgação)

Direto do Sertão do Moxotó, Raízes de Arcoverde mostra seu trupé. (Foto: Divulgação)

A sonoridade percussiva do Samba de Coco Raízes de Arcoverde é acompanhada pela dança rápida com fortes batidas dos pés no chão dos dançarinos. Para a apresentação de Garanhuns, às 16h40, o grupo trará o repertório dos três cds gravados.

Os blocos líricos serão a última atração do palco, com a quarta edição do projeto de Flabelos Cantantes. O cortejo conta com 600 integrantes de doze blocos líricos do Recife, Olinda, Camaragibe e Paulista: Bloco Flor da Lira de Olinda, Um Bloco em Poesia, Amantes das Flores, Flor do Eucalipto, Cordas e Retalhos, Eu Quero Mais, Banhistas do Pina, Menestréis do Paulista, Feresteiro de Salgadinho, Bloco das Ilusões, Bloco Sintazul e Bloco das Flores.

A saída está marcada para às 16h, da Praça Souto Filho (Praça da Fonte), e segue cantando pelas ruas Cleto Campelo, Tobias Barreto e Treze de Maio até a apoteose no Palco Cultura Popular às 17h40. Palco Cultura Popular (sábado, 21/7)

11h Grupo indígena Fulni-ô

12h Grupo Nossa Arte

13h20 Cavalo Marinho Boi Pintado

14h20 Clube Carnavalesco Marim dos Caetés

15h40 Maracatu de Baque Solto Burra Vencedora de Lagoa do Carro

16h40 Coco Raízes de Arcoverde

17h40 Encontro de Blocos Líricos

< voltar para home