Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Festival de Inverno

Música erudita ao alcance de todos

O IX Virtuosi na Serra, trouxe músicos de várias nacionalidades, em quatro dias de programação

João Carlos Martins (Foto: Divulgação)

João Carlos Martins (Foto: Divulgação)

por Leonardo Vila Nova

Música para os ouvidos, alma e coração. A secular arte de emocionar as pessoas através dos sons vem ganhando variações e novas roupagens ao longo dos anos, incorporando elementos inerentes à contemporaneidade e se modernizando. No entanto, ela nunca perdeu a capacidade de nos transportar para estados de espírito renovadores. E a música erudita (ou clássica) cumpre com excelência esse papel. Essa tradição ganhou espaço na programação do FIG 2013. O IX Virtuosi na Serra, projeto voltado para a música erudita, trouxe a Garanhuns concertos comandados por músicos de várias nacionalidades, como Estados Unidos, Filipinas, França, Eslováquia, Rússia e, lógico, Brasil. Forão quatro dias de programação (de 23 a 26 de julho), com dois concertos por dia. A direção artística do evento é do maestro Rafael Garcia.

A programação do IX Virtuosi na Serra apresenta concertistas que trazem em sua bagagem a música erudita como principal forma de expressão, mas que também flertam com as obras de compositores modernos. Nos três primeiros dias, o evento aconteceu na Igreja Matriz de Santo Antônio. Quem abriu a programação do Virtuosi na Serra, na terça (23), foi o pianista filipino Victor Asuncion. No concerto seguinte, ele se uniu ao violinista norte-americano Giora Schmidt, que, pela primeira vez, se apresentou em Garanhuns. Na quarta (24), o quarteto paulista Ensemble São Paulo foi anfitrião do saxofonista francês Clement Himbert. Juntos, as cordas e o instrumento de sopro promoveram um concerto emocionante.

Em seu terceiro dia, na quinta (25), o Virtuosi na Serra apresentou o Slavonic Duo, da Eslováquia. Violino e violão passaram por obras de autores como Paganini e Piazzolla, entre outras composições. Daqui a pouco, às 21h, é a vez do pianista russo Ilya Ramlav, que se apresenta no festival interpretando obras de Debussy, Scriabin, Liszt e Rachmaninov.

Encerramento

Um momento especial para o IX Virtuosi na Serra. Pela primeira vez, o evento chega ao principal palco do Festival e Inverno de Garanhuns. A partir das 21h de hoje (25), o Palco Guadalajara receberá o concerto “A Música venceu!”, com o renomado maestro João Carlos Martins e a Orquestra Jovem de Pernambuco. Martins será o regente da orquestra e também será solista ao piano, quando assume a batuta Rafael Garcia, diretor artístico do IX Virtuosi na Serra.

“A Música venceu!” faz uma alusão à história de vida de João Carlos Martins que, após ser diagnosticado com problemas de saúde nas mãos – que poderiam impedi-lo de reger, não se deixou abater e, numa prova de superação, reassumiu a sua carreira e hoje é um dos músicos clássicos mais requisitados dentro e fora do país. Uma noite inesquecível, para lembrar que a música é, sim, capaz de promover revoluções dentro e fora de nós.

A música erudita no estado

O IX Virtuosi na Serra é uma das várias iniciativas no estado que visa fortalecer a música erudita. Em resposta ao que se pode vir a dizer, de que é um tipo de som inacessível às grandes massas, que não desperta a atenção das pessoas, a coordenadora do projeto, Ana Lúcia Altino, diz:

“Existe, sim, um público grande e interessado em música erudita. É o que vemos em todas as nossas edições do projeto Virtuosi, que possui edições em Gravatá, Recife, Garanhuns, Olinda, João Pessoa e Belém. O que falta, em muitos casos, é quem apoie e possa fazer com que isso seja viabilizado”, declara. Para ela, a presença do Virtuosi na Serra dentro da programação do FIG é mais uma conquista de espaço para a música erudita no estado. “Desde sempre o Governo do Estado apoiou essa iniciativa. Pois, para montar uma programação tão diversas como essa, com toda a logística que ela apresenta – por trazer músicos de fora do país – há um esforço muito grande. E o apoio do Governo do Estado, desde a primeira edição, tem sido importante para conseguirmos, todo ano, fazer com que esse evento seja possível”, conta Ana Lúcia.

O projeto Virtuosi acontece há nove anos em Garanhuns. Mas sua primeira edição foi no Recife. De lá pra cá, já se passaram 16 edições. “Nós começamos como um evento tímido, com somente dois dias de programação, e numa única cidade. Hoje em dia, são seis tipos de edições diferentes do Virtuosi. O evento nasceu como uma proposta para preencher essas lacunas no que diz respeito à oferta de música erudita que podemos oferecer à população. O resultado tem sido satisfatório. A cada ano, observamos o quanto vem crescendo o interesse pela música erudita. Basta que existam eventos com esse tipo de música. As pessoas vão”, completa.

Confira a programação

23° FIG apresenta IX Virtuosi na Serra

Sexta-feira (26/7)

21h – A Música Venceu!

Maestro João Carlos Martins, regente e piano | Orquestra Jovem de Pernambuco | Regência de Rafael Garcia

Local: Praça Guadalajara

 

< voltar para home