Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Festival de Inverno

Palco Instrumental é programa certo para toda a família

Crianças, jovens e adultos assistiram aos shows do sábado (14/7) no Parque Ruber Van Der Linden

Por Diego Gouveia

Breno Sampaio tem apenas quatro anos de idade, mas a mãe Juliana Sampaio faz questão que o filho aprenda desde cedo a apreciar a boa música. Foi por isso que, no sábado (14/7), eles vieram conferir os shows das quatro bandas que subiram ao Palco Instrumental do 22º Festival de Inverno de Garanhuns, evento realizado pelo Governo de Pernambuco, por meio da Secretaria de Cultura e da Fundarpe, em parceria com a Prefeitura de Garanhuns. Marcos Cabral, Trio Baru, Saracotia e Moda de Rock realizaram apresentações leves e interagiram bastante com o público.

Era tudo o que Breno Sampaio precisava. Espaço para dançar, correr e imitar os movimentos dos músicos. Marcos Cabral representou a atração regional com muita tranquilidade. Afinado, o artista tocou sucessos da MPB e homenageou Luiz Gonzaga. O Trio Baru entrou em seguida. Nelson Latif, Bosco Oliveira e Carlos Pial passaram pelo choro, dança flamenca e ritmos do Maranhão com influências modernas. Eles estão com a turnê do primeiro CD do trio: “Alma Brasileira”. Temas de Baden Powell, Garoto, João Pernambuco, Villa-Lobos, Jacob do Bandolim e Ernesto Nazareth ganharam versões modernas. “Facilmente, percebemos a diferença do público daqui. A gente se sente acolhido. O FIG consegue reunir os amantes da música instrumental, unindo o tradicional com o moderno”, comenta Latif.

Esse clima da plateia acompanhou também a apresentação da banda recifense Saracotia, que tem Márcio Silva, na bateria, Rodrigo Samico, no violão, e Rafael Marques, no bandolim. Os artistas mostraram músicas do primeiro CD. Durante o show, apresentaram versões de The Beatles, Piazzolla e composições próprias, como “Chão Rachado”, que mistura baião com rock and roll e levou o público ao delírio.

Moda de Rock (Foto: Marcelo Soares)

Moda de Rock (Foto: Marcelo Soares)

 Fechando a noite, Moda de Rock, formada por Ricardo Vignini e Zé Hélder, trouxe adaptações de clássicos do rock tocados com violas caipiras. Músicas de Pink Floyd, Iron Maiden e Metallica divertiram quem acompanhava a dupla.

 “É por isso que a gente é fã de carteirinha desse polo”, disse a servidora pública e moradora de Garanhuns Cecília Tertuliano. Ela veio pelo segundo dia consecutivo para o Palco Instrumental. Dessa vez, estave acompanhada do namorado Antônio Lobo e dos pais dela, José e Áurea Tertuliano. “Aqui, a gente consegue reunir os diferentes gostos da família. Gostamos dessa programação que não se tem em outros eventos e fazemos questão de nos reunirmos no parque”, complementa. Neste domingo (15/7), tem mais:

 Palco Instrumental (domingo, 15/7)

17h – Fahrenreit
18h – Cacau Arcoverde
19h – Benjamim Taubkin (Trio + 1)
20h – Antônio Loureiro

Conservatório Pernambucano de Música no FIG

Às 16h30, a Igreja de Santo Antônio já estava pronta para receber o Quinteto de Bandolins e o solista Guilherme Calzavara. Na hora marcada, Marco Brito, Moema e Maíra Macêdo, João Paulo Albertim e Paulo Arruda começaram a apresentação. O grupo pesquisa e divulga a música universal, especialmente a brasileira nas suas raízes eruditas e populares. O show faz parte da programação do CPM no Festival de Inverno de Garanhuns.

FIG - 98

À noite, SaGrama foi a grande atração. Os nove integrantes do grupo exploraram efeitos sonoros nas composições que mostram as manifestações culturais do Nordeste com uma linguagem bastante elaborada. Foi difícil não se emocionar com “Ave Maria”, de Shubert, e com a “Ave Maria Sertaneja”, de Júlio Ricardo e Oscar Oliveira. O grande homenageado do grupo foi Luiz Gonzaga. Várias marchas de São João estiveram no repertório. Domingo, o CPM no FIG 2012 tem novos shows:

Conservatório Pernambucano de Música no FIG 2012 (domingo, 15/7)

16h30 – Quinteto de Sopros do Arrecife

21h – Coro da Câmara do CPM

< voltar para home