Pular a navegação e ir direto para o conteúdo

O que você procura?
Newsletter

Festival de Inverno

Público lotou Igreja de Santo Antônio no Virtuosi

Orquestra Jovem de Pernambuco e João Carlos Martins (Foto: Tom Cabral)

Orquestra Jovem de Pernambuco e João Carlos Martins (Foto: Tom Cabral)

Apresentação da Orquestra Jovem de Pernambuco com o maestro João Carlos Martins e o violinista Daniel Guedes foi concorrida

Por Diego Gouveia

Duas participações especiais marcaram as apresentações da Orquestra Jovem de Pernambuco, na quarta-feira (18/7), durante a 8ª edição do Virtuosi na Serra no 22º Festival de Inverno de Garanhuns (FIG). O violinista Daniel Guedes e o regente João Carlos Martins foram os convidados da noite na Igreja de Santo Antônio. Foram dois espetáculos, um às 16h30 e outro às 21h. À noite, como a procura do público pelo Virtuosi era intensa e todos os bancos da catedral foram ocupados, a produção instalou um telão na área externa para que todos pudessem acompanhar o concerto.

Sob a regência do Maestro Rafael Garcia, a Orquestra Jovem de Pernambuco (Ojope) tocou, à tarde, músicas de Clóvis Pereira, Radamés Gnattali e Tchaikowsky. A Ojope foi criada em 1986 e reativada em 2005. De lá para cá, realizou muitas apresentações em grandes festivais como o Virtuosi na Serra, evento que conta com a direção musical de Garcia e a coordenação da pianista Ana Lúcia Altino. O solista Daniel Guedes comoveu o público nas homenagens à Gnattali. Ele tem se destacado no cenário nacional como um músico versátil e tem atuado como violinista, violista, professor e regente.

Na segunda apresentação, casa cheia para receber a Orquestra Jovem de Pernambuco e para vê-la tocar sob a regência de João Carlos Martins. O maestro começou sua carreira como pianista e realizou mais de mil apresentações fora do Brasil. Deixou como legado a gravação completa da obra de J.S. Bach para teclado. É considerado um dos maiores intérpretes do século XX. Em 2003, abandonou definitivamente o piano depois de uma série de problemas nas mãos. No ano seguinte, iniciou sua carreira como regente. Emocionado, João Carlos Martins tocou algumas canções no piano. Momento de muita comoção na Igreja de Santo Antônio. Num tributo à Tom Jobim, ele tocou “Insensatez” e “Eu sei que vou te amar”. Daniel Guedes também voltou a se apresentar e entrou com o seu violino durante a segunda música de Jobim.

Natural de Garanhuns, o servidor Flávio Leite aproveitou as férias para voltar à cidade Natal e conferir a programação do FIG. Morando atualmente em Petrolina, confessou que a programação instrumental é a que mais gosta. “Participo há bastante tempo do festival e gosto muito de música clássica. Precisamos de mais apresentações como essa. Músicas bonitas, ricas, que nos fazem pensar sobre a nossa própria formação cultural”, confessou.

Nesta quinta (19/7), tem mais um dia de Virtuosi na Serra, que segue até sábado, dia 21/7, no FIG 2012.

———————

Virtuosi na Serra/FIG (quinta-feira, 19/7)

16h30 – Iamaká e Eli-Eri Moura (regente)

21h – Gilles Apap & Transylvanian Mountain Boys

< voltar para home